'Moralidade não vem da fé no Cristo ou em quem quer que seja'

do leitor Pablo Lana a propósito de
da leitora Ju

Não quero um mundo livre de Deus para liberar minhas taras mais sórdidas, nem meus desejos mais inconfessáveis. Quero ser bom apenas porque é de minha natureza e não para evitar ser questionado depois por algum ser onisciente. Porque acredito que isso é o certo, independentemente de quem tenha morrido antes para salvar minha alma. Não creio que a moralidade venha da fé no Cristo ou em quem quer que seja.

Na verdade, quero apenas poder entrar em uma instituição do Estado e não ser confrontado com a figura do Cristo ou qualquer forma de manifestação de fé individual. A Constituição garante que o governo não pode privilegiar uma religião em detrimento de outras, algo que seria absurdo num país culturalmente rico como o Brasil. É lei, e como tal, deve ser cumprida.

Parece algo simples. Mas esbarra na má vontade das autoridades, que temem represálias de grupos religiosos fanáticos e endinheirados.

Esses mesmos grupos que tentam esmagar as medidas defendendo os direitos dos homossexuais, demonizando-os ou esquecendo-os, o que for mais conveniente.

Essas pessoas querem uma ditadura na qual Deus estará em cada prefeitura, em cada hospital, em cada escola. 

O sonho de Roma é ser Teerã... Cabe a nós, cidadãos de bem, dizer não.

Ninguém precisa de Deus para amar, diz anúncio; religiosos contestam
março de 2011

Ateísmo é radical demais; agnosticismo é melhor
por Marcelo Gleiser em abril de 2011

Comentários

Anônimo disse…
Realmente.Texto perfeitamente coerente.
Eles desejam uma ditadura religiosa.
Anônimo disse…
muito bom
Anônimo disse…
De acordo.
Abbadon disse…
Penso da mesma forma. A moralidade e a etica realmente nao tem nada a ver com religiao ou religioes. Sao independentes.
Junior Pereira disse…
Olá, Paulo. Gostaria de apenas fazer um comentário. Há algum tempo venho querendo comentar este e outros textos que foram publicados aqui, mas gostaria de saber quais os critérios para que eles sejam publicados, assim como este e outros que leitores do blog escreveram e tiveram sua publicação promulgada. Somente isso que eu gostaria de saber.

Abraços!
O critério é que o texto seja conciso, fundamentado e bem escrito.
Cosme Souza disse…
Acredito que estamos caminhando a passos cada vez mais largos rumo a essa ditadura religiosa.