Evangélico critica a lei do ‘Dia do Evangélico’: ‘Estado é laico’

Guilhermino Cunha
Cunha: "A República
nasceu laica"
O presidente da ELB (Academia Evangélica de Letras do Brasil), reverendo Guilhermino Cunha (foto), criticou a sanção na quarta-feira (15) pelo presidente Lula da lei 12.328 que institui o dia 30 de novembro como Dia do Evangélico.

“A iniciativa é simpática, mas a República nasceu laica e assim precisa continuar”, disse.

A ELB foi criada em 1962 pela Igreja Presbiteriana do Rio de Janeiro, da qual Cunha também é presidente. Ele disse que a Constituição – que estabelece a laicidade do Estado – tem de ser respeitada. “O presidente Lula deveria estar atento para isso.”

O projeto de lei do Dia do Evangélico é de um deputado do Maranhão, Cléber Verde, filiado ao PRB, partido ligado à Igreja Universal do Reino de Deus.

O teólogo e pastor Alexandre Marques disse que a lei, além de inconstitucional, é discricionária, porque privilegia uma única religião. Ele falou que, por uma questão de isonomia, teria de ser criado um dia para cada uma  das centenas de religiões que existem no país, incluindo as de tradições africanas e orientais, que foram perseguidas e demonizadas por um longo período.

Esse também é o ponto de vista do pastor Walmir Vieira, da Convenção Batista Carioca: “Se existe um Dia do Evangélico, deveria haver também um dia para os católicos, espíritas e assim por diante”.

A data não cria mais um feriado nacional nem estabelece ponto facultativo nas repartições públicas. Em Brasília já existia uma lei que introduziu a comemoração no calendário oficial do Distrito Federal. Lá, o dia é ponto facultativo.

Com informação do Extra e Correio Braziliense.

Procuradoria questiona o ensino religioso nas escolas públicas.
agosto de 2010

Religião no Estado laico.

Comentários

Pedro Lobo disse…
Em resumo: o Dia do Evangélico é, na verdade, o Dia da Igreja Universal. E o Lula mais uma vez passou por cima da Constituição para, desta vez, fazer média com o espertalhão do Edir Macedo.
Antonio Benaion disse…
Pessoas como o reverendo Guilhermino Cunha mostram que sim, pode haver vida inteligente e sensata no meio evangélico. Me faz ter um pouco mais de esperança na humanidade.

Sobre o tal feriado, fica a pergunta: quando vão criar o dia do satanista?
Anônimo disse…
Surpreendente.
Anônimo disse…
Lembrem se que :

Evangélicos são os populares ´´CRENTES´´ uma aberração religiosa que so perde em fanatismo para os muçulmanos, que acreditam piamente em um livro absurdo montado pelos homens da época que é um verdadeiro manual de crueldade e imbecilidade...:

. cobra que fala
. filha que trepa com o pai bebado por querer
. Deus confuso , vingativo , cruel etc

Crentes aplicam todo tipo de 171 religioso pra cometer todos aqueles crimes que a ICAR sempre cometeu e se enriqueceu muito...

Crentes são uma praga vide IURD e afins...
Anônimo disse…
Eu quero o Dia do Ateu !
.
A Constituição me garante o principio de isonomia !!
Anônimo disse…
"Estado laico"? Não existe, nem nunca existiu Estado laico no Brasil. Estar ou não estabelecido na Constituição é irrelevante.

Ainda assim, ele tem razão.
@xGuRDZx disse…
Temos que tomar cuidado ao generalizar a burrice. Toda instituição, seja ela religiosa ou não, que tenha um número considerável de participantes, tem a sua minoria inteligente.

Entretanto, é importante verificar como esta "inteligência" está sendo usada: para o bem ou para o mal.

Retomando o assunto, estabelecer um dia das mulheres traz à tona a "brincadeira" de que todos os outros são dias do homem. Pode ocorrer o mesmo, ou seja, dizerem: "Os outros dias são dos católicos", já que é óbvia a participação desta religião nas decisões tomadas.

Sou ateu, mas me policio para estudar caso a caso. Acho muito pertinente e inteligente as declarações do sr. Guilhermino Cunha, que faz jus à posição que ocupa.
Anônimo disse…
Se fosse criado o Dia do Ateu nenhum desses débeis se colocava contra. Estado laico não é estado ateu. E a ELB é uma cópia malfeita da ABL e não representa ninguém a não ser um grupeto de evangélicos metidos a sabidos.
Politicagem, coisa de cumpadre, assim como a tal marcha prá Jesus, há motivos muito mais escusos para tais coisas, querem usar a boa fé do povo para arrecadar algum...

Parabéns ao Guilhermino Cunha pela sua atitude, percebe-se que ainda há cérebros não atrofiados nesse meio.
Anônimo disse…
Em Rondônia, desde 2002 o dia do evangélico é em 18/06 e é feriado estadual.
Anônimo disse…
Dia do evangélico é uma patetice.
Anônimo disse…
Já existe o dia do ateu e ele é comemorado nas passeatas gay em todo o país.
Snowmeow disse…
Anônimo:
Na tua opinião, todo ateu é gay ou todo gay é ateu?

Isso é uma ofensa tanto para os ateus, maioria heterossexuais, quanto para os gays, maioria adeptos de alguma religião.

Mas claro, se fosse pra postar algum comentário coerente aqui, você não postaria como anônimo...
Anônimo disse…
e o dia do satanista/??
Anônimo disse…
todo gay é ateu, visto que todos repudiam a palavra de Deus e não a segue. Deus é justo, muitos utilizam como desculpa o versículo da Bíblia, Jesus disse: quem não tem pecado que atire a primeira pedra, mas esquece de continuar a ler na bíblia, Jesus disse: Vá e não peque mais.quando a pessoa reconhece que e pecadora e não as pratica nova criatura é, mas se ainda comete erros vera a Ira de Deus.
Anônimo disse…
Alguns homofobicos detectados acima...
Anônimo disse…
O dia do Toninho do diabo nao pode faltar,HAUSHUAS
Anônimo disse…
cada comentario um mais sem graça do que o outro só quem não tem o que faser fica cassando justificativa e explicações que nunca irão ter
Anônimo disse…
bingo...............
Anônimo disse…
kkkkkkk,como vc chegou a esta conclusão, que todo gay e ateu.........perguntou um a uma ou e por experiencia propria,,,,,,,,,,,
Concordo com o pensamento do pastor, mas quero ressaltar, que não é necessário criar um dia para os católicos, já que todo mês tem feriados católicos, de padroeiro disso ou daquilo, para que oficializar um dia para os católicos, sendo que um país inteiro para por causa desses tais feriados, isso sim é um ignorância total, como se o Brasil todo fosse obrigado a submeter a uma idéia que muita gente não acredita.

-------- Busca neste site