‘Quero me matar, mas seria cruel para com minha família’


Crueldade
 contra a 
família

de uma leitora

Sabe, olhando este blog vi a parte do suicídio e tive que vim ler.

Tem dores e dores, umas mais fortes, outras mais fracas.

Algumas podem ser superadas, eu sei que podem, outras já nem tanto. Coragem é tudo que eles tiveram, mas foram inconsequentes: quando alguém se mata, ela morre, mas também "matam" os seus conhecidos e familiares.

Ninguém é tão rejeitado a ponto de não ter alguém que vá sentir sua falta. Esse é o meu motivo para não ter feito isso ainda.

Não posso negar, ou mentir, dizer que nunca tentei, dizer que nunca tomei a minha decisão, porque isso seria mentira. Tentei me matar aos poucos, tentei me matar de vez, tentei morrer de várias formas, mas isso, além de me machucar, machucava minha mãe, meu pai e minha irmã, já que eles convivem comigo todo o tempo.

É cruel isso, não só comigo.


Tenho meus motivos, mas sei que tem gente bem pior que eu, tem gente querendo viver, e eu aqui querendo morrer, uma ironia um tanto cruel.

As pessoas se julgam, mas principalmente julgam, porque não sentem um terço daquilo que os suicidas ou depressivos sentem.

Fico pensando se vou ser assim pra sempre, eu não quero isso pra mim, eu preciso de ajuda, eu tenho ajuda, mas não é exatamente isso que eu quero, é algo mais complicado, é mais profundo, é mais pessoal.

Fico confusa e neste exato momento a minha vontade é ir no meu quarto e me enforcar, sem despedidas, sem arrependimento. Mas não posso, não posso estragar a vida dos outros, por puro egoísmo.

Eu espero mudar, por isso tô aki desabafando, porque não tenho uma amiga ou amigo pra poder falar isso. Me desculpa, Paulo, por usar este espaço pra isso.

Mas eu quero e vou mudar. [ Happy mode ON ]

Eu tenho que viver pra poder ver os outros posts do blog, hehe.


Suicídio de uma pessoa causa transtornos em outras cinco

Cientistas identificam gene relacionado ao suicídio

Há uma reincidência a cada quatro tentativas de suicídio




Cirurgiões pensam em suicídio mais que a maioria, diz estudo

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários

Anônimo disse…
Fiquei impressionado com a confissão dessa leitora. Peço a Deus que ilumine sua mente e procure se tratar caso seja depressiva, pois só assim ocuparia seu tempo com coisas mais interessantes e com certeza ficaria livre desses pensamentos macabros.
Pense naquelas pessoas que lutam incessantemente para sobreviver e encontre nelas força para continuar vivendo e verá que Deus que não quer que isso ocorra.
E. White disse…
Olá, eu sou bipolar e por muitas vezes tive momentos assim em minha vida. Passei por muita coisa, sofri muito também, também tentei o suicídio. Já ouvi coisas como "vá trabalhar", "vá procurar uma igreja". No fim o que me ajudou e me ajuda hoje são as amizades e a medicação. Estou estabilizado, não que eu esteja cem por cento, às vezes bate uma tristeza, ou uma euforia muito grande, mas já não quero me matar e meu maior desejo - que está se realizando - é levar uma vida normal. Já ouvi milhares de vezes que remédios fazem mal, e o que importa é crêr em deus, mas a verdade é que eu só estou vivo hoje por causa dos remédios que tomo. Já tentei parar com eles (a gente dá umas dessas), e quase me matei. Mas hoje tomo minha medicação, visito meus amigos, e convivo com minha família normalmente. Fique tranquila. Você vai ficar bem. Basta cuidar de si. Não vai ser assim pra sempre. Um beijo no coração. Se quiser, sinta-se a vontade pra entrar em contato.
Anônimo disse…
Oi...

Eu entendo perfeitamente você. Cada palavra.

Gostaria de conversar contigo. Se você quiser escreva para o meu e-mail magnusted@gmail.com

Quem sabe possamos ser amigos.

Um abraço.
Anônimo disse…
Dia 02 de agosto, início do mês, perdi meu melhor amigo porque ele se suicidou.

É mentira o que dizem sobre o tempo resolver as coisas. Cada dia fica pior.

Nos primeiros dias, sentia muita vontade de xingar ele por ter sido tão egoísta, por ter simplesmente me deixado, por eu não estar preparada pra continuar sem ele, porque sabia que nunca mais ia encontrar alguém como ele, porque eu nunca mais ia ser a mesma sem saber se ele está bem.

Desde que isso aconteceu, eu desenvolvi algumas fobias em níveis mais que infantis, como medo do escuro ou medo de ficar sozinha, além de ter tido algumas alucinações sonoras. E eu não fui a única pessoa a reagir dessa forma.

Eu tentei o suicídio há uns anos atrás, e talvez ele saiba de alguma forma o quanto eu fiquei com raiva dele e pense que eu sou hipócrita. Mas o que eu senti e sinto, eu não desejo nem a pessoa que eu mais odiei.

Depois de passar por isso, eu jamais quero fazer alguém passar pela mesma coisa, tudo porque eu fui egoísta e fraca. Ninguém merece passar por essa perda que vai contra as regras da vida, ninguém se recupera disso.

Se quiser conversar, manda um e-mail:
alessandra.aschimit@gmail.com

Nada é tão ruim que não se consiga pensar em uma solução; somos nós que estamos cegos de tristeza e não conseguimos ver a saída.
Abraços e te cuida.
Anônimo disse…
Caro leitores, ha alguns anos também vivi essa mesma crise e tentei até tirar a melhor e a mais preciosa coisa que um ser humano pode ter A VIDA.
Por um momento de desespero pensei ser essa a melhor saída para os meus problemas.
E hoje vejo que tudo o que eu necessitava não estava nem nos remedios,nem em amigos,nem em terapias mas sim em Jesus Cristo.
Hoje sou completamente renovada sem fóbias,sem tristezas e amo viver.
Hoje estou liberta pelo sangue de Jesus e vivo para falar desse amor.
Tenho 18 anos e amo a minha vida.
Procurem uma Igreja Universal mais proxima de sua casa e lá tera homens e mulheres de Deus preparados para ajudarem vocês.
Jesus diz:"Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância".
Nada está perdido Jesus é a solução.
Deus abençoe vocês
Anônimo disse…
Para encontrar salvação na igreja do picareta Edir Macedo, é porque o anônimo acima estava mesmo muito desesperado.
Anônimo disse…
Suicídio nunca deve ser adotado como uma saída.

O maior direito do ser humano é o direito à vida! Não temos o direito de tirar a vida de ninguém, nem mesmo a nossa.
Todas as pessoas passam por sofrimentos, todas sem exceção!
É claro que temos momentos mais ou menos sofridos, que uns sofrem mais do que outros em determinadas situações, mas temos que aceitar estes momentos como oportunidade de crescimento e evolução.
A vida não acaba, e o sofrimento é ainda maior quando acabamos com nossas vidas. Sofrimento dos nossos amigos e familiares e ainda mais o nosso próprio como espírito.

Creio que Chico Xavier possa ser tido pela maioria, espírita ou não, como uma pessoa de bem. Existem várias obras dele que tratam deste assunto, e sem dúvida o faria mudar de opinião sobre este tema.

O livro Memórias de um Suicída, em minha opinião, seria o suficiente para desencorajar qualquer ser temente a Deus de cometer este ato. O livro é bastante extenso, mas se estiverem interessados posso compatilhar trechos úteis.

prevencao.online@gmail.com
Anônimo disse…
PQP é sempre a mesma coisa, n temos direito de fazer nada, não somos livres neh, essa história de livre arbítrio é a maior mentira jah inventada, so existe esse LA quando é algo que Deus quer, mas quando é algo que a gente quer, como por exemplo, eu querer me matar por ser um lixo que n merece nem pena e nem compaixão, é errado, ha, ridículo, eu sou um lixo, n mereço viver e tenho direito de me matar e sofrer pra sempre no inferno por ser esse pedaço de merda inútil e miserável...
rafa_ceccon disse…
sou bipolar,tenho 27 anos me sinto velho, não tenho profissão nem uma familia constituida tomo remedios tbm, mas mesmo assim penso em me suicidar minha vida não anda eu sou muito fraco, acho que que não tenho mais jeito, não consigo fazer nada, as vezes fico bem outras quero sumir e como quero, mas tem familia também pais e tal me acho preguiçoso o que acontece comigo não sei eu queria morrer melhor do que levar 50 anos para descobrir que nada vai mudar, pra quem tá mal eu espero que melhore, pra mim ta dificil mas pra você pode melhorar............
Anônimo disse…
Já passei por uma barra muito grande, colocava um monte de diazepam na frente e pensava em tomar tudo. Pensava na minha mãe e me sentia egoísta. Começava a arrumar minhas coisas para morrer e não dar trabalho a ninguém. Não comia, só chorava e dormia. Também ouvia muito que isso era falta de trabalho (e como eu podia trabalhar?), falta de Deus, essas coisas. Fui na Igreja, tomei passe em sessão espírita, fiz trabalho de umbanda, fizeram reiki (sei lá se é assim que escreve) pra mim, tomei florais, tentei sair...E isso tudo, fazendo terapia e tomando antidepressivo. Como é que se sai disso? Esperança. No fundinho, eu tinha aquela molécula de esperança que meu marido veria a besteira que fez e voltaria pra mim (sim, foi por ter sido abandonada, sem nenhuma explicação). A família dele ficou toda do meu lado e ficou me animando. Até que ele voltou para mim e hoje somos muito felizes, mais até do que antes, pois às vezes, é preciso perder para ganhar. Isso tem uns 5 anos. Voltamos da praia há pouco tempo, fomos ver o sol nascer e namorar um pouquinho. Estou tão feliz!!! Mas já quis muito morrer. Então, o que eu deixo para os amigos é: não percam a esperança de que as coisas vão melhorar. O problema é esse, você se mata e não vai poder ver que tudo melhorou. Vai perder a chance de ser feliz. Felicidade é um estado de espírito, dificilmente alguém é feliz o tempo todo. São as pequenas coisinhas que podem nos trazer felicidade (às vezes 20 mg, 2 x ao dia...) e só dependem da gente. Boa sorte a todos e espero ter ajudado! Bj
Anônimo disse…
Também sou depressiva, maníaca-depressiva psicótica, e com surtos esquizofreniformes. Hoje me chamam bipolar, como se fosse a mesma coisa mas não é. Eu tenho depressão, e a mania, duas coisas numa só doença. A ÚNICA SAÍDA É O MEDICAMENTO E A TERAPIA PROFISSIONAL, DE PREFERÊNCIA , SEM QUERER DESMERECER O BRILHANTE TRABALHO DOS PSICÓLOGOS, com psiquiatra. Primeira dica que eu posso te dizer de letra, se você tem uma parte de você que reflete sobre o que a outra parte (a insana) faz, é bom sinal, você tem um eu que resiste ao aniquilamento, não quer sucumbir, só que não sabe como lutar ou racionaliza que não pode , não tem forças; É ASSIM MESMO, FAÇA A TERAPIA E TOME O REMÉDIO QUE AS FORÇAS VOLTAM POR MILAGRE, é só uma coisa química que falta, e aí a tristeza e a sensação onipotente e onipresente de fracasso, de derrota, de inutilidade toma conta dos pensamentos...É aí onde dizem que é uma doença do humor não da mente. Uma doença afetiva, porque atrapalha a gente no desenvolvimento saudável da afetividade, pois pra gostar é preciso sentir alegria pelas pessoas e pelas coisas, pelo que faz, pelo que é...uma coisa puxa a outra, MAS A BOA NOTÍCIA, A BOA NOTICIA QUE EU QUERO LHE DAR é que eu tenho 72 anos e já na década de 50 eu me tratava, na época os lugares (como a gente chamava) mais adiantados eram rio de janeiro , são paulo e estados unidos, eu percorri os três; fiz eletroterapia (choque) o que impediu que me suicidasse. E tomei durante muitos anos a IMIPRAMINA, que desde aquela época (1a. geração dos medicamentos, chamados tricíclicos)até hoje é considerada eficaz...E deve ser porque ja sao 60 anos de mercado, não é mesmo? Então, hoje eu tomo um antipsicótico, um antidepressivo, e um ansiolítico. Já tomei lítio, mas não resolveu. Entretanto há muita gente que se dá bem com ele. O que eu quero dizer, A BOA NOTICIA ,é que com o tratamento, com honestidade, mente aberta e boa vontade, muitos efeitos colaterais da depressão são eliminados ou minorados, como por exemplo, o autoabandono, a desídia própria, a incúria, o desleixo, o descaso com a saúde, a imprudência financeira, etc. etc. O que possibilita, uma vez superados esses males decorrentes, viver com qualidade de vida e aceitação da condição própria, o que é muito importante. A tristeza, nalguns casos, e aconteceu comigo, desenvolve certa sabedoria: por exemplo, esta , de rejeitar a ditadura da falsa felicidade e da alegria superficial e mentirosa, sob a qual vivemos.
Boa Sorte!
R. Burton disse…
Toda vez que eu vejo a quantas anda o índice de suicídio entre a população (no Brasil ou no resto do mundo), a única coisa que consigo pensar é: só isso!
A grande pergunta não é porque as pessoas se matam, mas porque elas NÃO se matam. Se pararmos para pensar, a vida é, na maior parte do tempo, uma grande porcaria. Mas creio que não paramos para pensar, pois se parássemos... Ou talvez o bom e velho instinto de sobrevivência sempre acabe falando mais alto. Muita gente diz que suicídio é covardia, egoísmo, que não se mata porque pensa nos familiares, coisa e tal. Mas a verdade que ninguém fala é que o passo final exige uma coragem desgraçada.
Tudo isso me faz lembrar uma frase de uma música de Kurt Cobain: "It amazes me, the will of instinct" (A vontade do instinto me surpreende, em tradução livre).
Anônimo disse…
Hoje eu confesso que penso em me matar por overdose de medicamentos, perdi alguem que amo muito, mas acho que ela nao vai mas voltar estou desisperado irei comprar algum medicamento forte e esperar, quen sabe ela nao mude de ideia afinal nois eramos tao felizes ela nao era qualquer uma, vol tentar esperar ate o final do ano por q mais do que isso nao vo suportar se ate la eu nao me recuperar ou elan nao voltar tenho sertesa que irei passar oda a eternidade no inferno mas essa dor no coraçao ta insuportado se de imaginar que outra pesso vai acariciar, beijar e ter relaçoes com quem eu tanto amo e isuportavel BOM E ISSO
Anônimo disse…
desculpa os erros de portugues estava tremendo
Anônimo disse…
também tenho essa vontade. minha vida se tornou um inferno nos últimos anos. é incrível como um boato sem fundamento acaba com a vida de uma pessoa. não sei o que fazer e como agir de agora em diante.
Anônimo disse…
Tenho 39 anos e também sou bipolar.Já tentei o suicídio 4 vezes e ultimamente tenho sentido uma vontade louca de acabar com a minha vida, porque acho que ela não vale nada.Nunca gostei de viver, sempre achei a vida uma droga. Não tenho planos ou projetos para minha vida, meu único objetivo na vida é morrer.Sinto uma tristeza imensa, infinita e acho que não vou suportar mais muito tempo.
VinNY disse…
engraçado eu procurei esta pergunta na internet, sou homem mas tenho a mesma ideia, se não fosse os meus familiares eu ja estaria morto, mas penso na tristeza deles, sei que vai ser muita dor para todos eles, pai mãe irmã, eu não sei oq fazer, eu ja me cortei ja tentei tanta coisa também agora nem quero mais dor tem tantas maneiras de morrer sem sentir dor, ja tenho o suficiente para querer fazer isso, os motivos são particulares, e doi doi eu não consigo mais conviver com as pessoas, não consigo viver, eu vou escrevendo, quero desabafar, mas não é o suficiente, concerteza, só ela entende o que é isso e enquanto isso perdo o meu tempo, mesmo que se um momento eu ficar bem, ja nem tento, perdi tanto tempo, penso em tudo futuro, presente, o certo e o errado que vivemos e fingimos não existir, acho que é pensar demais, acho q é falta de algo, certezas de sonhos impossiveis, fala de proposito de vida...

e dói, dói no fundo da alma
Anônimo disse…
não sei como morrer, como a maioria que li aqui, também penso que faria minha mãe infeliz,ela não merece isso,mas eu nao encontro mais alegria, felicidade é uma palavra que so conheço em sonhos...nunca encontrei..
nao tenho mais vontade de fazer nada..
no meu trabalho,faço o que tenho que fazer, mais com vontade de me trancar em casa..e dormir..
e mais nada..
nao tenho um casamento feliz..
nao sei o que é isso desde que ele começou..
nao quero entrar em detalhes,toda a famillia da minha mulher fala mal de mim..
e ela nem sequer me defende..
em casa..
ninguem sabe o que tou passando..
so me exploram..sem nem ter ideia do que sofro..
tou cansado de viver.. de tudo e todos, quero algo rapido, ao contrario de muitos, sou covarde... nao quero sentir dor..
nem perceber que estou indo..nao me interessa pra onde vou..
so nao quero mais ficar aqui..
nao quero mais ficar aqui..
nao procuro punir ninguem com meu ato, nem quero mostrar nada..so quero me livrar..
ja que em vida nao ta dando..
quero partir..
ir embora de uma vez..
por favor alguem me ajude..
quero muito falar..
mas nao acho ninguem..
paulomirandaleal@gmail.com
Anônimo disse…
meu nome é Thais Moccellin espero ajudar de alguma forma vocês, relatando o que já passei. Bem quando eu nasci minha "mãe" me deixou para adoção, onde fui adotava por quem são meus pais que me criaram. Até aí tudo ótimo, tinha uma casa, uma família o que eu poderia querer mais? amor, é amor, a minha mãe sempre teve um sonho de ter uma filha com o nome de Luana, e como ela não podia engravidar me adotou, mas aí meu irmão quis muito que o meu nome fosse Thaís, e entao ela colocou esse nome em mim. Mas aí um ano depois, ela engravidou e adivinha? a filha Luana que ela TANTO desejava! pronto. foi aí que começou o inferno. ela fazia diferença e ficava claro para todo mundo que ela preferia minha irmã. Minha irmã me batia e ela nunca acreditava em mim eu sofri durante muito tempo e a única pessoa que estava do meu lado era meu pai, ah meu pai! ele me amava muito e me dava o amor que eu tanto precisava mas minha vida não era fácil desde piquena o meu pai trabalhou fora, é engenheiro agrônomo viajava de segunda a sexta. minha alegria era só nos finais de semana. tudo piorou quando eu descobri através do celular do meu pai, que ele tinha uma outra família na cidade do interior aonde passava a semana, isso me deixou muito muito doente. então a unica pessoa que estava do meu lado, não estava mais.
entrei em depressão isso tudo quando eu era nova tinha uns 11 anos, tentei me matar de muitas formas nao aceitava minha vida. larguei os estudos,e tudo foi acalmando. eu fui percebendo que talvez meu pai nao era feliz em ter que vim pra sua familia problematica e entao aceitei a vida dele, apesar de nós nunca conversar sobre o assunto. Começei namorar aos 15 com meu noivo.
foi outro inferno. ele sempre fui ótimo pra mim, mas a família dele me odeia, fala mal de mim, ele nunca fez nada pra me defender, falava que não queria brigar com a sua família. Isso era coisa que me machucava muito, ele nao me defender, o tempo passou e eu resolví que nao deveria espera por ninguem! eu mesma me defendo grito com quem tem que gritar, chingo e falo oque quero, e isso me faz tão bem. o meu namorado nunca se meteu nas brigas, nem me falou se eu tava errada ou não. me sinto maravilhosamente BEM!estou tentando evoluir espiritualmente sou calma, penso no PORQUE das pessoas fazerem as coisas, antes de falar algo que as julgue. eu digo a todos voces que tem problema, q não tem um casamento feliz, que tem filhos. VIVAM MUDEM! sejam mais voces tenham auto estima! nunca jamais vai ser tarde pra mudar de vida. não escolha um trabalho que te de dinheiro, se gostar de varrer a rua vai varrer! faça oque te deixa feliz! largue da sua mulher se ela não te ama! se dê valor, tem tantas pessoas sofrendo por amor, todo mundo mereçe a alegria nos olhos o sorrizo estampado! não fique se lamentando como um covarde querendo se matar, ninguem jamais vai mereçer a morte de vocês enfrentem seus problemas, não para mostrar pra ninguem que voces podem dar a volta por cima, mas façam isso por voces! VOCES NÃO SABEM´COMO É BOM SE SENTIR AMADO, FELIIZ, SE SENTIR ÚTIL PARA ALGUMA COISA! ajudem os outros que precisam mais que voces, isso é otimo pra alma! GENTE ACORDEEM! A VIDA É TAO LINDAA, um dia de chuva é lindo é tudo maravilhoso!eu me sinto triste por dentro quando vejo pessoas assim, sinto que preciso fazer algo pra ajudar! deixo meu email para quem quizer conversar! estou a disposição!

email: thaiiis_cat@hotmail.com

mande email ou adicione no msn, como preferir!

um beijo para todos e fiquem com Deus
pois ele ama voces todos da mesma forma!
Anônimo disse…
ah também esqueci de falar ali em cima que a melhor forma de se curar é o AMOR, seja amando as pessoas que precizam seja amando uma nova namorada. quando eu conheçi meu noivo atualmente, eu era gorda depressiva, tomava remédios e pensava que eu iria morrer se paraçe de toma-los oque era mentira! ele me ajudou, e hoje nao tomo mais nada. existem pessoas que se importam com voce voce só tem que achar elas!
Cristiane disse…
Noutro dia algo me chamou a atenção: ouvi um amigo falar em “inteligência emocional” e fui ler a respeito. Daniel Goleman acredita que a pessoa consciente dos próprios sentimentos e empática aos dos demais, capaz de não só administrá-los, bem como também focá-los em um objetivo tem uma maior probabilidade de serem mais eficiente e satisfeita. A palavra chave é PRÁTICA EMOCIONAL. E, nossa, quem diria que a capacidade de usar a razão para compreender a emoção poderia ser mais importante do que um alto índice de Q.I.?! Verdade!! Já foi comprovado que sucesso acadêmico e sucesso na vida possuem baixa correlação! Enfim, para mim, inteligência emocional é uma ferramenta eficaz para se manter firme no dia-a-dia. Isso é importante para mim, para vocês, para todos nós que estamos sempre em busca de algo. Afinal, não temos que ser do mundo, mas temos que aprender a viver nele sem corromper os nossos valores pessoais. VAI DAR CERTO, TEM QUE DAR!
Anônimo disse…
Oi tenho 26 anos não aguento mais a minha vida perdi a vontade de fazer tudo,a quase 2 anos perdi meu namorado em um acidente de moto ate hoje não mim superei tenho vontade de mim matar todos os dias,ja nao sei mais o que fasso sem ele
Anônimo disse…
Sou bipolar já pensei em tirar minha própria vida, mas acontece que faço tratamento com bloqueadores, antidepressivo e muitos outros, mas o mais importante que acontece em minha vida é que eu sei que Jesus é meu melhor amigo e que tenho muitas pessoas que me amam, e que o plano espiritual me auxilia em tempos de crise, é um horror quando se entra em crise, só quem tem sabe do que eu estou falando, mas aprendi que fazer obras boas, trabalhar na caridade e amar ao próximo, e me refiro também aos animais que é uma causa justa, acredito que quando nos damos esta oportunidade anula o negativismo e podemos sim nos controlar melhor, trabalhar,estudar, ler obras que nos auxiliem,auto ajuda coisas pequenas como curtir as flores e olhar o céu e dizer eu posso mesmo com esta doença horrorosa ser alegre comunicativa e tentar ser feliz mesmo com alguns impedimentos...sejamos amigo de nos mesmos, a morte vai acontecer mas que seja natural e não um ato translocado, quando esta ideia surgir mude o pensamento para o outro polo que é o positivo...luz e paz...
Anônimo disse…
Caros, estava lendo esses desabafos e tb sinto coisas iguais a essas. Meu casamento entrou numa crise violenta. Violenta no sentido de muito ruim. Não houve agressões físicas, mas sim de palavras. Sou casado há 7 anos e essa crise já vem desde 2 anos de casado só que agora ficou pior. Tudo isso devido a discussões e acontecimentos passados, traições, desrespeitos, desconfianças, mentiras. Estou passando por momentos complicados. Quero ficar só, não quero comer, quero ficar só, tenho vontade de me matar, não quero ajuda de ninguém, não quero tomar remédios, não gosto mais de mim, não me perdoo por tudo isso, já me confessei mas não me sinto perdoado, sinto muita tristeza e saudades. Moro sozinho já tem uns dois meses, mas já morei sozinho uns 6 meses. Saí de casa várias vezes. Tenho vontade de beber, de entrar nas drogas. Não consigo resolver as coisas. Isto está me afetando até no trabalho que era uma coisa que eu conseguia separar. Desculpe por essas palavras, mas precisava desabafar.
Jó disse…
Por que não morri eu desde a madre? E em saindo do ventre, não expirei?
Jó 3:11
Anônimo disse…
É desesperador. Cada dia nutro mais despreso e ódio pelas pessoas. Amo alguém impossível e tudo q eu quero não consigo. Se pudesse mataria muitos antes de me matar e é péssimo não ter coragem pra isso. Não acredito no futuro e qualquer dia pretendo ingerir uma dose de cianureto. Se alguém quiser me contactar meu email é luisaaby@pop.com.br. Ou dou cabo a minha vida ou permaneço vivendo para destruir os outros. Jamais conheci uma pessoa boa, desprovida de interesses pessoais, todos são corrompidos.. talvés no além, se houver, eu encontre...
Deus disse…
Porventura o contender contra o Todo-Poderoso é sabedoria? Quem argüi assim a Deus, responda por isso.
Jó 40:2
Deus disse…
Porventura também tornarás tu vão o meu juízo, ou tu me condenarás, para te justificares?
Jó 40:8
Anônimo disse…
Eu nao tenho mais animo pra viver, nada na minha vida da certo, faço tudo pelos outros, faço tudo pela minha familia e sou vista como interesseira, manipuladora e falsa (nao ganho $$ nada com isso) ajudo pq é da minha indole ajudar, sempre que tento agradar, é pq quero algo em troca, faço tudo por meus pais, mas ja estou ficando sem forças.
To me sentindo um nada, um 0 a esquerda, estudei, nao fui laureada pq o aluno todo errado ameaçou a professora, o mercado todo ja deve ter visto meu curriculo, nao consigo nem entrevistas, nao é justo cmg, sempre me esforcei, sempre faço mais que me cabe, mas sempre sou a errada. Nao sei o que ha cmg. To esgotada, passo 2,3,4 dias seguidos sem dormir, me fecho no quarto, desligo as luzes mas o sono nao aparece, nao consigo passar 1 dia sem sentir dores, se n é nas costas, é no pescoço, no braço, procurei tratamento e nao é nada, fiz exames e nao acusa nada.
Eu me afastei dos meus amigos, nao tenho vontade de sair, meu aniversario fiquei na areia da praia e disse a minha familia que ia sair com os amigos, e a alguns amigos que me ligaram disse q estava viajando, nao tenho vontade de ve-los, eles so me procuram pra contar dos problemas deles, eu sempre os escuto e me fortaleco pensando que os problemas deles sao maiores que os meus.Queria mtooooo poder sumir da vida de todos, tentei isso algumas vezes, mas qdo penso nos meus pais volto pra casa, passo o dia no calcadao da praia, na areia, assistindo o mar, ele me acalma, mas ao entrar em casa e vendo meu pai chegar cansado do trabalho tudo volta, me acho um PESO na vida deles, faço tudo pelos meus pais, ajudo minha mae com tudo na lida da casa, mas preciso viver minha vida e nao tenho forças, sempre crio expectativas nos curriculos que mando, mas nunca, nunca recebi um retorno. Em resumo... Nao consigo ajudar em casa e nao quero mais atrapalhar. fazem 6 meses que nao sei o que é sair de casa, minha diversao é ir ao supermercado e ir a padaria, fazer o jantar pro meu pai e limpar a casa. Vendi minha televisao pq dei desculpa que quebrou o computador mal é ligado, hj vim aqui pra procurar uma solucao. Ja pensei em tomar veneno, tomar os rivotril que minha mae esconde em cima do armario dela, mas isso iria assusta-los me vendo mal. Um emprego seria a melhor coisa pra me fazer sentir melhor, mas nem nessa onda de emprego temporario tao me chamando. nao sei o que faço, to mtoooo angustiada, com medo dos meus pensamentos e vontades.
Você precisa de ajuda. Grava essa frase na sua mente, como se fosse uma resposta ao seu pedido de socorro: EU PRECISO DE AJUDA. Sozinhos, nós não conseguimos. Uma vez que a gente se conscientiza da nossa impotência, e esse É O PRIMEIRO PASSO, procurar ajuda; todas as outras coisas vêm por acréscimo, parece tudo sincronizado, como um milagre após o outro. SAIR DO ISOLAMENTO É A PRIMEIRA COISA A SER FEITA E PEDIR AJUDA. A ajuda pode ser profissional (e mesmo as outras formas de ajuda não podem substitui-la, pois é terapêutica, e goza do benefício que a ciência já dispõe de um arsenal enorme de terapias e medicamentos pra nos ajudarem); e nalguns casos, pode vir de grupos. OS MELHORES SÃO OS GRUPOS DE ANÔNIMOS. Alcóolicos Anônimos, Mulheres que Amam Demais (MADA), Comedores Compulsivos Anônimos, Neuróticos Anônimos, geralmente as siglas são respectivamente, AA, CCA, NA. Uma boa pedida é telefonar pro Centro de Valorização da Vida (CVV). Na internet tem salas de grupos virtuais de irmandades de anônimos, reuniões online, conversas com terapeutas, um mundo de oportunidades. Há um poder superior à nossa vontade autodestrutiva, ou à nossa falta de vontade (abulia). Esse poder vem do amor e da solidariedade das pessoas que já passaram pela mesma experiência, e venceram. Alguns chamam Deus, outros chamam Poder Superior, outros Amor. Só precisa reconhecer que é necessário pedir ajuda e pedi-la. Não descuide da sua própria dor, nem da dor de ninguém. Eu vi o seu apelo agora, espero que não seja tarde. Mas fiz imediatamente o que estava em meu poder fazer. PROCURE AJUDA. Você encontrá-la-á. Lembre-se: JUNTOS CONSEGUIMOS O QUE SOZINHOS JAMAIS CONSEGUIRÍAMOS.
FUNCIONA!
Muitas 24 horas de serenidade e paz para você.
SÓ POR HOJE.
Anônimo disse…
Domingo quase consegui me afogar na piscina.................mas me tiraram a tempo!!!
Anônimo disse…
Boa noite galera meu nome é Michel e eu passo por depressão há três anos e sempre tomei medicações que nunca me ajudou ein nada e resolvi parar por conta própria e falei para o meu psiquiatra que parei e ele me alertou que eu ficaria na supervisão dos meus familiares mais até agora não tive nenhuma melhora e muitos conhecidos meus da igreja e familiares falam para eu ir trabalhar como se eu tivesse bem da mente e do corpo.
Deixo o meu e-mail e msn para quem quiser conversar comigo michel_nowak@hotmail.com
Flor de Lotus disse…
Pessoas, por favor, não confundam "tristeza" com "depressão".

"Minha vida está ruim", "meu amor me deixou", "não gosto do meu emprego", "tenho problemas na família"... Não confundam tudo isso com depressão.

Não sou especialista, mas resumidamente e, conforme li certa vez, a depressão é "cinza, não tem cor, nem sabor".

Sim, eu tenho depressão desde os 15 anos (são dez anos com esse tormento), diagnosticada e tratada por um excelente psiquiatra. Mas já desisti do tratamento dispendioso. Não vi melhoras significaticas.

Ainda estou viva pelos meus pais. Justamente no momento em que estava prestes a consumar a minha morte, houve um grave problema afetivo-financeiro em minha família.

Tive de retardar o meu desejo.

O DEPRIMIDO NÃO QUER MORRER; ELE QUER QUE CESSE A DOR QUE TANTO O COMETE. É UMA DOR E UM VAZIO DILACERANTES, DÍFICEIS DE EXPLICAR.

Àqueles que pensam que depressão é só "mental", eu sofria com:

- queda acentuada de cabelo;

- oscilação de peso e sono;

- sono: já cheguei a dormir 23 horas consecutivas; assim como perdi a conta de quantas noites fiquei insone.

- taquicardia. Às vezes, dava a impressão de que meu coração se expandia e dobrava de tamanho, dificultando a respiração;

- tremores - não sei se é inerente à doença, mas eu "tremia" muito, principalmente quando me sentia vulnerável

- falta de energia: até para higiene pessoal.

- memória e atenção prejudicados.

- apatia: amigos, família, viagens, roupas, sapatos, enfim, bens materiais, nada disso me deixava feliz, ou menos infeliz.

- compromissos profissionais e estudantis adiados, postergados, protelados - tudo se torna "não-importante".

Até meus cachorrinhos já não eram tão "fofinhos" - felizmente meus pais estão presentes para cuidar dos bichinhos.

- VONTADE DE DESAPARECER.

Suicídio não é covardia. Só eu sei o quanto tento viver e o quão penoso isso é para mim.

Não acredito em religiões. Simpatizo com o budismo (que não é religião, e sim doutrina. Alguns citam como filosofia de vida).

Também não acredito em vida após a morte.

Não quero morrer levando comigo uma futura dor que causarei à minha família.

Mas essa angústia que carrego cada dia torna-se mais pesada e insuportável.
Anônimo disse…
Sempre sofri a minha vida inteira, tenho uma família que hoje é um modelo de familiazinha certinha, mas nem sempre foi assim, meu pai era um agressor sem medidas batia em todos inclusive em mim e na minha mãe uma pobre coitada que aceitou tudo calada, sem estudos e estruturas financeiras não foi nada mais do que um mero objeto, minha família é grande todos sofrerem muito durante toda a vida, eu me lembro de ter me desvencilhado desses problemas já com mais ou menos uns 20 anos quando saí de casa para morar com uma irmã a mais velha, coitada sofreu tanto que hoje não passa de uma depressiva, venceu na vida estudou batalhou mas os traços e as marcas estão lá, meus pais hoje são dois velhos que não se desgrudam, coisa estranha parece que nada aconteceu, minha mãe defende esse homem com unhas e dentes e parece que os filhos é que são errados, nenhum marginal, nenhuma prostituta, no meu caso estudei me formei sou casada com um omem maravilhoso que veio de uma família extremamente oposta, me enoja quando minha mãe me liga e fala cade seu marido a primeira coisa como se eu não existisse e quando poucas vezes brigamos aquela des...vem falar que é para eu não brigar com ele e faz expressões do tipo eu sou a errada, é um inferno isso ser injustiçada a vida inteira e depois ser cobrada a ser perfeita pelos próprios malditos que estragaram nossas vidas. Hoje eu me encontro no pior estágio da minha vida, tenho 34 anos sou formada bem casada, e tento ser mãe e não consigo, já perdi duas vezes, e isso me transtornou tão fortemente que penso em me matar mesmo, só de pensar no fato de não conseguir ser mãe, só um exemplo das agressões que sofri socos no olho, 7 anos indo de olho roxo para a escola, ver um dos meus irmão ter braços quebrados, a minha pr´pria mãe ser agredida de várias formas pauladas, braços quebrados, olho roxo, chutes na barriga a ponto de perder bebê, meu irmão mais velho com revolver apontado para cabeça, ameaças e terrores, castigos sem fundamentos, sofremos tudo isso calados, minha mãe sofreu muito aq vida inteira mas sinto raiva dela por causa da forma que ela se comporta hoje como se nada tivesse acontecido e não podemos nem ficar longe porque nós filhos é que somos os doentes, não suporto ser cobrada para ser uma filha mais presente, não suporto os outro falarem que tenho que perdoar, não suporto falarem que não tenho Deus no coração, que Deus e esse que deixou-nos passarmos por tudo isso e hoje ainda cobra perdão, será que esse é Deus mesmo ou existe outro, vejo Deus como punitivo, porque ele não me dar meus filhos para que eu possa fazer por eles o que não fizeram por mim, porque apesar de tudo que passe tenho pelos menos compaixão para com meu próximo e não seria capaz de agrdeir nem um formiga....
Não me resta esperanças só a morte, porque se aquele em quem mais confiei me virou as costas...
Anônimo disse…
Se eu fosse um suicida precisando de ânimo alheio para não me matar, me mataria mais depressa se lesse um sermão religioso (como vários lidos acima).

Suicida precisa de ajuda psicológica e não de proselitismo religioso.
Dr. Saliente disse…
Na geografia, a depressão é um buraco e a saliência é uma montanha, a saliência é o contrário da depressão, então para sair da depressão, seja saliente.
Anônimo disse…
bom....eu estou pensando em me matar ou coisa parecida!Pois não aguento mais morar em minha casa com minha familia eles me culpaão de tudo ,e tambem tenho um 'tio'que nào soporto. ele me insulta,me chama de gorda ....e depois conto pra alguemm de minha familia e ninguem acredita em mim!!ele fla q naum faz nada!!!bom essa é minha historiaa
Anônimo disse…
aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa eu vou me matarrrrrrrrrrrr auie AWWAen wauiEIWA BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUJUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU
Leandro Matheus disse…
Kra eu tenho 15 anos e eu só ja não me matei, não por falta de coragem, mais sim pq eh como ela descreve.
se eu me matar acho que a pessoa que eu mais amo, a minha vó, ela tbm morreria.
ontem 08/02/2012 meu tio me agrediu pq eu n passei o cadiado no portão, ele havia bebido pois eu sentir qnd ele olhou bem eu meus olhos e me xingou,como eu n me ofendi nem um pouco ele começou a me bater, e na hora msm fui pra um quarto e tentei me estrangular, mais meu avô chegou a tempo de evitar uma besteira,Minha vô sabe oq eu passei e ainda passo desde q eu nasci, falei a ela ontem que hoje iria a praia pra pensar um pouco, mais ela n deixou pois tem medo que eu faça alguma coisa mais enfim, eu já escrevi uma carta pra se despedir de toda minha família e nela contém palavras ofensivas a todos pra tentar ser menos dolorosa a dor que irão sentir, e meus amigos vou me despedir pessoalmente, e Minha namorada que é a 3 pessoa que eu mais amo nessa vida nem isso vou poder fazer pq os pais dela so deixam agente se ver a cada 1 Mês, eu vou liga pra ela e agradecer por tudo pois ela sempre me deu força pra continuar

e vocês desse blog que deus iluminem todos vocês e peço que nenhum filho ou membro de suas famílias passem por isso
Anônimo disse…
Meu pai morreu ano passado e nao pude arrumar emprego e virei 2 pq tive que limpar , cozinhar e cuidar da minha avó acamada. Ela não anda e tem depressão e ainda tive que q comer o pão q o diabo amássou na escola por causa de bulling , estresse e uma montanha de trabalhos. Fiquei doente por não aguentar o ritmo e perdi muito peso. Todo dia acordada 5 da madrugada p/ fazer cafe e arrumar as coisas , ir pra escola, voltar e fazer almoço, dar comida a ela. Fazer trabalhos, limpar a casa e aguentar xingos por não fazer o bastante. Ninguém me ajudou ou está ajudando. Eu não saio de casa pq minha mãe e meus tios não moram comigo e eles não querem ficar gravados em alguém acámado como minha avó. Não tenho namorado e duvido q consiga, pq nenhum homem quer uma garota zumbi, sem vida que não sai de casa. Eu tenho 19 anos. Tenho uma depressão grave e muitas vezes pensei em me matar, imaginei e tentei descobrir um jeito fácil de fazer. Não existe jeito fácil e indolor. Eu sei q minha família me ama , mas não sei pq tudo cai em minhas costas e o pq deles descontar em mim. Meu tio tb bebe e me enche a paciência. Minha avó não gosta de visitas então eu fico só. Aumentando seu mal humor. Me corte várias vezes, mas não para matar e sim para criar dor e fazer com que a dor me fizesse esquecer de tudo. Ainda penso em me matar , mas vou atrasar enquanto der. Quando perceber que a situação se tornou mais insuportável e irreversível eu o farei. Quem quiser se matar , mas quer conversar e ver quem tem a vida pior ou desabafar add meu gmail : elizabethvandervol@gmail.com a vida é realmente uma puta , mas as vezes alguém está deixando sua vida ruim e a culpa nem é sua. Você é apenas uma vítima. E meus problemas só começaram pq os filhos do meu pai (ele não é meu pai de verdade , agente se gostava como se fosse) e ela não teve filhos com ele pq ela não aguentaria pq tem problemas cardíacos de pressão e tal. E ele já tinha filhos e a casa ficou pra eles e escuto eles falando o que vão fazer com o dinheiro , onde vão gastar . Sem mesmo se preocupar com a gente e tenho que aguentar a tia maluca deles me xingando e roubando minhas coisas. Ela é maluca mas ninguém interna. Ela já saiu nua na garagem q fica de frente p/ rua com td mundo olhando. Ela entra em casa e come o que cozinha e não aguento mais. E se to adiando minha morte, acho que todos deviam fazer o mesmo. Bjus
Anônimo disse…
Coloque as suas angústias a quem possa compreendê-las. Essa fase ruim vai passar. Garanto.
Anônimo disse…
as vezes eu penso em me mata para não ver mais nada e para não sofre
Anônimo disse…
lutem contra isso e vivam se agarrem a vida como se fosse amanha ultimo dia e entao nao havera arrependimentos, e fique sempre ao lado de sua familia ^^
Anônimo disse…
oie gente tenho 19 anos e estou passando por uma fasse extremamente dificil da minha vida.Tudo comecou por que fui regeitada desde pequena pela minhamae e pela minha avo fui largada varias vezes sozinha em casa enquanto minha"mae" de 15 anos sai pra noitadas,voce deve estra pensando como eh que ela um bebe poedia sentir isso...eu tbm nao sei so sei que tudo isso meche de uma forma comigo que vcs nao tem ideia.Vim morar com a minha familia atual adotiva que na verdade sao meus tios mais desde 5 anos de idade sei disso e isso no comeco nao me torturava tanto ai completei 8 anos e minha mae teve meu irmao e no comeo nao foi facil ela nao deixava eu chega perto dele e muito menos dela e isso foi acabando comigo me corroendo por dentro ela me dizia que eu nao poderia tocar a mao no meu irmao que eu nao podia chegar perdo dele entao ai comecei a ficar sozinha trancada no meu quarto e assim foi ate meu irmao completar 7 anos isso a 3 anos a traz,comecei a namorar com 14 anos namorei 1 ano e meio mais ou menos e tive uma dor muito grande quando ele terminou comigo ele me trocou pela minha melhor amiga..ai com o tempo conheci outro garoto que estou atualmente mais nesse meio tempo um parente meu faleceu meu primo meu tudo na verdade ele era o melhor ele sabia me ajudar sabia me consolar sabia me fazer rir sabia me animar sabia fazer eu realmente feliz...a ultima vez que eu o vi ele simplismente me deu um beijo na testa e disse que iah me protejer a vida toda minha mais ele se foi antes e isso me partiu demais mr machucou muito ai que comecou a horas de horror da minha vida..tentei me matar inumeras vezes fiquei internada inumeras vezes tbm..tentei varias formas faceis ate msm estupidas de por um fim na minha vida...sabe as vezes penso no meu namorado mais nao adianta eh mais forte que eu e ele tbm nao copera com a minha dor so me pisa me humilha e me tortura e fica me ameacando e isso ta acabando comigo denovo.Ja tinha pensado em parar procurar ajuda mais pensso pra que ajuda...se ninguem se importa comigo meus pais tao nem ai posso estar chorando na frente delese eles nada fazem..hoje msm meu namorado me humilhou so pq eu queria desabafar..Me doi muito sabe as vezes tenho vontade de abrir meu peito e rrancar o coracao de dentro de mim ninguem vai sentir minha falta nao tenho amigos,nao tenho familia e muito menos alguem pra me apoiar pra mim chorar e me senti conforada...queria sumir fugir e simplismente desaparecer acabar comigo msm.
Anônimo disse…
Ola sei exatamente o que vc esta pasando e nao vou vim aki pra te dizer como te diseram ja aquela babozera que estamos acustumados a ouvir..postei minha historia tbm hoje.tbm tenho sua idade..as vezes a melhor coisa que podemos faze eh deixar a responsabilidade e fugir ja fiz isso e sabe parece que da um alivio tao grande fica lonje das pessoas que nos torturam que nos magoam que nao intendem o que estamos passando...Boa sorte pra vc e pra mim tbm
Anônimo disse…
pare de ser crianca ok e nao intender...isso eh doenca nao presicamos de um bobo tirando com a nosa cara ja temos problemas demais e fica aguentando uma crianca nao eh nada bom...entao antes de fazer comentrios ridiculos pense que a pessoas sofrendo aqui
larissa disse…
mais sera que sua familia iria se enporta eu acho que nao
Anônimo disse…
Se quizer uma amiga pode falar comigo.Tenho 60 anos ,estou brigada com a minha filha e ela me proibiu de ver os meus dois únicos netos que eu amo mais que a minha vida,não vejo solução,ela é prepotente e orgulhosa e tem ótimas condições financeiras,casou com um cara rico,apesar de não se poder dizer que eu sou pobre,graças a Deus. Ela liga mto para a opinião dos "amigos"ricos,aqueles que só aparecem em dia de festa.A culpa foi toda minha ,não soube criá-la ,fiz todas as suas vontades .Tbm perdi a vontade de viver,sei que não vou suportar isso tudo,não ver o crescimento dos meus netos... meu e-mail é: maiteaurelio@hotmail.com
Anônimo disse…
Vc é uma guerreira,fiquei envergonhada de mim.Vou te adicionar.Continue assim.Que Deus te ilumine sempre!Um abraço
Anônimo disse…
Minha mãe era alcolotra mas era tudo que eu e meu irmão tínhamos meu pai nunca quis saber de nós, ela foi assassinada quando eu tinha 13anos fomos morar com meu avô e vódrasta que não gostava de minha mãe e nem de nós foi uma vida sem afeto e sem nenhum cuidado tínhamos cama e o que comer, em troca eu fazia os serviços domésticos me lembro que nem roupa para ir pra escola eu tinha, foi uma vida à margem. Me casei aos 20anos grávida vivemos juntos por 09anos e tivemos dois meninos. O casamento em crise, meu marido extremamente estúpido me tratava aos coices findou me deixando por uma menina de 16 eu na época tinha 30 anos. Fui abandonada com os dois filhos, sofri tanto como é dolorido o abandono, não tive apoio de ninguém. Gostaria de ter ouvido de meus avós ou irmão: pega os meninos e vem pra casa. Isto não aconteceu, percebi que ficaram com medo de terem que me abrigar, meu irmão sumiu e minha vó com quartos disponíveis na casa dela me sugeriu que eu alugasse uma kitinet na esquina de sua casa. Eu, sozinha com dois meninos um de 4 outro de 8 anos os dois sofrendo e eu tendo que me encontrar no meio daquele sentimento de abandono, rejeição, humilhação, tendo que pensar na questão de onde eu iria morar, porque precisava desocupara a casa que tinha vivido com meu ex por quase 10 anos porque era da família dele e eles queriam que eu desocupasse. Fui me mantendo em pé e resolvendo estas questões, mas foi tudo muito sofrido. Se passaram 02anos e voltei com o pai dos meninos e hoje passados 05anos percebo que ele é o mesmo: estúpido, incapaz de qualquer gesto de carinho. Me sinto sozinha, os meninos estão maiores, e penso em me matar pegando a estrada e jogando meu carro contra um caminhão bem grande a toda velocidade. Mas receio pelos meninos, sofri tanto por não ter minha mãe, e tenho medo de provocar sofrimento que os deixe com este mesmo vazio que sinto e que isto seja o motivo para algum desarranjo na personalidade deles. Vou suportando, mas a idéia do suicídio me trouxe neste site hoje.
Anônimo disse…
Se vc morrer seus filhos sofrerão o mesmo q vc esta sofrendo.....
Aguente mais pelo menos até eles se casarem....
Seja forte. vc consegue!
Anônimo disse…
Só não me matei ainda pq meu marido diz q me ama e faz tudo por mim. e principalmente pq meu filho tem apenas 18 anos e ainda anda meio sem rumo na vida .... preciso continuar aqui pra ajuda-lo... tenho medo de partir e ele "se perder" na vida.

Mas minha vida é uma luta diária ... Uma parte de mim quer morrer e descansar. A outra parte precisa continuar pra ajudar meu filho...

Peço a Deus q dê forças a todos nós pra q possamos continuar nossa luta até chegar a hora certa de partir..
Anônimo disse…
Aguenta até pelo menos 20 05 2012, data que segundo agrogramas haverá um terremoto global, aí você não precisa se matar, o terremoto fará isso pra você.
Anônimo disse…
Quem dera vc estivesse certo sobre isso..... seria maravilhoso
Anônimo disse…
imagem agora vocês .. uma pessoa depressiva no exército .. deixado as madrugadas sozinho na guarita com um fuzil calibre 7,62 .. tudo em mãos .. tudo tao simples .. porém nao conseguiria fazer isso com minha familia.. pelo menos ainda .. tenho me excluido socialmente e não tenho mais amigos .. nao aguento mais..
Anônimo disse…
karaca não sei mais o que fazer ao 12 anos por medo de apanha novamente na escola, tomei veneno para rato fods, pra não chamar muita atença por saber dos sitomas fiz isso ante de dormi, ate hoje minha mãe diz que foi uma anjo que acordo ela e disse que ti nha algo de errado comigo, resumindo fui levado ao hospital e acordei um tempo depois, coms eria dores no estomago tanto pela lavagem como pelo inicio dos resultado de tomar aquilo, desde aquele dia que fui salvo algo em minha mente não para tirar a vida de outras pessoas, depois de uma semana sem ir a escola, voltei a frequentar em uma sexta, e como sempre fui barrado por 4 garotos de 3 series acima da minha, mais nesse dia estava diferente, avancei neles como alguem sem nada a perde levei varios socos, e mais estranho não sintia nada, no final da briga fui expelso da escola por manda 3 pro hospital, sai machucado em muito, mais fiquei com medo de mim, em 1 deles peguei o braço e sem aviso quebrei simplesmente, o outro chutava a acabeça dele dando risada no terceiro fique socando a cabeça dele, e o quarto correi pra secretaria onde o porteiro me paro com uma nariz quebrado como recompensa, hoje mais e mais não sei mais o que fazer , no onibus indo pro trabalho eu sinto tremer minha mão so de pensar em degolar alguem e sentir seu sangue, sempre penso em machucar, e esse dias tem piorado estranhamente, mas tenho me segurado apenas por uma unica pessoa minha mãe, mas sempre penso apos a morte dela não sei como vo me segurar, ja passei por profissionais mais eu sempre usei uma mascara perfeita que ao final, dos estudo era apenas uma criança timida, mais hoje vejo como uso a mascara tão bem como se fosse parte do meu corpo, so queria falar com alguem ja que não da pra falar eu quero matar, degolar, estripar, para amigos sem levar na brincadeira
Anônimo disse…
A quem disse que voce é um lixo? quem disse isso falou uma mentira das grandes poi voce nao e um lixo mesmo que eu nao te conheça sei por que se voce fosse um lixo nao desabafaria!e voce tambem nao e um pedaço de merda inutil muito menos miseravel! se valorize pois muintas pessoas queriam viver como voce vive!
Anônimo disse…
EU TENHO 31 ANOS, E SOFRO DE DEPRESSÃO HÁ 14 ANOS, JÁ TENTEI SUÍCIDIO VÁRIAS VEZES,EU NUNCA TIVE APOIO DA MINHA FAMÍLIA, NUNCA TIVE AMIGOS, QUANDO PENSO QUE CONQUISTEI UMA AMIZADE, AQUELA PESSOA MIM ODEIA,SOU CASADA HÁ 10 ANOS, MAS MEU CASAMENTO É UM FRACASSO, E A CADA DIA PIORA, MEU MARIDO MIM DESPREZA POR EU SER DEPRESSIVA,E EU SOFRO MAIS AINDA, TENHO MUITA VONTADE DE LARGAR ELE, MAIS NÃO TENHO PRA ONDE IR, MINHA FAMILIA NÃO SE IMPORTA COMIGO,EU NÃO QUERO VOLTAR PRA CASA DO MEU PAI, POIS EU SOFRÍ DEMAIS COM ELES, TRABALHAVA DEMAIS DENTRO DE CASA, MINHA MADRASTA MIM MALTRATAVA MUITO, E POR ISSO ARRUMEI FILHO MUITO CEDO, TENHO 3 FILHOS CADA FILHO UM PAI,EU SÓ ANDO DESORIENTADA, SEM CARINHO E SEM ATENÇÃO, JÁ TOMEI MUITOS REMÉDIOS DEPRESSIVOS, MAIS NÃO FOI A SOLUÇÃO, QUANDO TINHA DIAS DE EU FICAR MUITO IRRITADA, EU TOMAVA VARIOS COMPROMIDOS AO MESMO TEMPO, PRA VER SE EU MORRIA, E FICAR LIVRE DA SITUAÇÃO, MAIS AÍ EU FICAVA MUITO MAL, DEPOIS VOLTAVA TUDO DE NOVO,EU ESTOU DESESPERADAMENTE PRECISANDO DE AJUDA, MAIS NÃO ENCONTRO, NÃO ACHO UMA SOLUÇÃO PRA MEU PROBLEMA,NESTE EXATO MOMENTO, EM QUE ESCREVO ESTE DESABAFO, ESTOU MUITO MAL, MUITO TRISTE, MIM SENTINDO MUITO SOZINHA, DESPRESADA E MUITO MAIS, É TERRÍVEL O QUE ESTOU SENTINDO E PASSANDO,TENHO VONTADE DE PASSEAR, VIAJAR,AMAR,MEIS NÃO TENHO CONDIÇÕES,NEM FINANCEIRA E NEM PSICÓLOGICA, MEU MARIDO NÃO GOSTA DE FICAR COMIGO, NÃO GOSTA DE SAIR COMIGO, NÃO GOSTA DE DORMIR COMIGO, NÃO MIM DAR O QUE EU PRECISO, E A CADA DIA A MINHA SITUAÇÃO SE AGRAVA, TENHO VONTADE DE ARRUMAR UM AMANTE, MAIS NÃO TENHO CORAGEM. E ISTO TAMBÉM MIM IRRITA MUITO, POR NÃO TER CORAGEM, UMA VEZ EU FIZ UMA FÔRCA PRA MIM ENFORCAR, MAIS NA HORA VENHO MIL E UM PENSAMENTO EM MINHA CABEÇA E TAMBÉM LEMBREI DOS MEUS FILHOS, POIS AINDA SÃO CRIANÇAS, AÍ DESISTIR, MAIS A VONTADE DE MORRER AINDA CONTINUA BEM VIVA DENTRO DE MIM,EU ESTOU MUITO DESESPERADA, NÃO SEI O QUE FAZER?!?!?!?!
Dr. Saliente disse…
Depressão é o contrário da saliência, para sair da depressão, seja saliente.
Dr. Saliente disse…
Para não fazer algo errado, é melhor falar primeiro e ouvir também.
Dr. Saliente disse…
A depressão é o contrário da saliência, para sair da depressão, seja saliente.
Anônimo disse…
Não aconteceu terremoto global, mas aconteceu na Itália.
Anônimo disse…
tb me sinto assim..
Anônimo disse…
Também estou a me sentir assim minha vida esta uma merda, não sei mais nem quem eu sou.
Anônimo disse…
Eu li esse texto, e as vezes parece ser escrito por mim. Eu tenho 20 anos e desde os 15 sempre pensei em por vim a minha vida, eu já tentei uma vez, mas me acharam antes do remédio fazer efeito. Hoje eu moro em outro estado, sozinha, e divido apartamento com umas meninas, eu não desabafo com elas,não temos nada em comum e não sinto segurança nelas para isso, tenho um namorado, mas não posso conversar sobre isso com ele, porque ele vai dizer que problemas todo mundo tem, meus pais também não podem saber, porque iriam me tirar daqui a força, e não quero voltar a morar com eles, já que sai de casa com 18 anos, por culpa deles. Não tenho amigos, que eu possa desabafar um pouco nem dinheiro pra pagar algum terapeuta. Me sinto completamente sozinha na maioria das vezes, e converso sozinha, cansa fazer tudo sozinha né ... Eu não to escrevendo isso pra sei lá, ficarem com pena de mim, só como forma de desabafo mesmo, já que ou é isso ou nada. Estou no trabalho agora, e estou pensando em me matar, mas ai culpariam meu namorado ... Acho que até um "acidente" acontecer comigo, estarei sozinha ... Obrigada por lerem...
Jéssica Marinho disse…
http://cipramilduasvezesaodia.blogspot.com.br/

Este é um blog, que acabei de criar para que pessoas como eu, possam desabafar a qualquer hora, e do jeito que quioserem !

Espero ajuda a todos, e a mim também !
Anônimo disse…
Ninguém é tão rejeitado a ponto de não ter alguém que vá sentir sua falta. Esse é o meu motivo para não ter feito isso ainda.


Leia mais em http://www.paulopes.com.br/2010/08/tenho-vontade-de-me-matar-mas-seria.html#ixzz26fkojALf
Paulopes informa que reprodução deste texto só poderá ser feita com o CRÉDITO e LINK da origem.
Anônimo disse…
tambem sou depressivo,e um inferno ter q sobreviver todos os dias de mim mesmo das minhas atitutes auto destrutivas,mim acho lindo corpo bonitinho ,rosto bonitinho ,cabelo mais o menos,mas minha cabeca e achatada,e por isso sou muito triste.
Anônimo disse…
As pessoas não conseguem entender o que significa essa vontade de morrer... Muitos julgam, dizendo que existem outras pessoas que lutam diariamente para conseguirem ter mais um dia de vida. Mas cada um tem seus problemas, sua maneira de ver a vida. Querer tirar a sua propria vida pode até ser uma fraqueza, mas é algo mais forte do que nós mesmos... Não aguento mais ter que acordar todos os dias e ver que não tive uma ataque durante a noite. Já bolei várias maneiras de tirar a minha vida, e sei que elas seriam eficazes, mas exatamente como o texto acima só não o faço por compaixão daqueles que terão que viver aqui, carregando o peso da minha morte. Se eu não tivesse essas pessoas que me amam tanto ao meu lado eu juro que hoje não estaria escrevendo isso. Não posso mais pedir ajuda, não posso mais trazer sofrimento a eles, e isso me deixa de mãos atadas. Se eu soubesse que eles iriam entender que EU, somente Eu não quero mais fazer parte deste mundo, eu já teria partido. Creio em Deus, mas parece que nem ele consegue mais suportar meus martírios...
benilson alves disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Mariane Motta disse…
Oi, passo por isso quase que diariamente. Moro só eu e minha mãe, tb tenho um namorado. Minha mãe já é idosa e eu tenho a obrigação de cuidar dela. Meu namorado já viu 1 crise minha, mas não acreditou.. Meus pais são separados, e em 2009/2010 meu pai viu uma crise minha ele disse que era vagabundagem, mentira, até que corri atras de tratamento médico e fiz ele ir numa das consultas pra ele poder acreditar... Enfim, não adiantar falar com quem não entende!
Mariane Motta disse…
Oi querida, tb passo por isso. Não aguento mais viver de fvor na ksa da minha irma, trabalho mas ganho mto pouco. Por isso, estou aguentando um namoro insuportavel p poder construir minha ksa logo.. Tb cuido da minha mãe idosa. Meu plano é aguentar tdo calada.. até od ia em que minha mãe morrer, daí assim não terei mais obrigações. Planejo não ter filhos para não ter motivos pra viver. Assim quem sabe crio coragem de me matar.. pq pensamentos e tentativas eu sempre tive... Mas apoio e alguem q acreditasse em mim ninguem!
Mariane Motta disse…
Ow Dr. Saliente, vc é um cara mto chato, tdo vc fica falando seja saliente.. aff
Mariane Motta disse…
Tive um filho em 2006 deficiente, ele faleceu em 2009.. Qdo ele era vivo mtas vezes coloquei todos os remédios que tinham dentro de ksa (inclusive os de tarja preta que ele tomava).. mas na hra "H" eu deisitia por isso, gnte da minha própria família não chegava perto dele por medo, nojo.. e, eu pensava se eu me matar quem vai cuidar dele? Não faça isso, cria força em seus próprios filhos!!
Mariane Motta disse…
Meu namorado fala que é frescura, que fico me fazendo de vítima..qdo ele me vê chorando ele manda eu calar a boca! Então posso estar morrendo por dentro, mas na frente dele finjo ser uma pessoa normal/feliz.. Mtas vezes me tranco no banheiro e choro na toalha p não incomodar ele!
Mariane Motta disse…
Numa briga que tive com meu namorado ele falou que sou gorda, horrorosa, e que se não fosse ele me aguentar ninguem mais aguentaria.. no fundo ele tá falando a vdd na minha cara! Isso fez desencadear outra crise.. isso aconteceu esse ano +/- em junho, hj é dia 30/nov e continuo em crise...
Mariane Motta disse…
Sim, em partes eu concordo. Mas no meu caso estou vivendo uma depressão 6 anos. Tem picos de melhora e picos de crise.. Mas as vezes me pergunto até quando devo esperar p ver se melhora?
Mariane Motta disse…
Exatamente por isso que ainda não me matei, pq sou covarde demais. Fico colacando culpa nas pessoas por eu ser covarde.. não me matei por causa do meu filho.. ele morreu.. agora coloco a culpa na minha mãe por ser idosa e de´pender de mim.. afff.. choro e morro de vergonha por ser tão medíocre a ponto de ter um plano infalível p me matar e não conseguir por em prática!
Mariane Motta disse…
tb penso assim.. fingimos não existir, pensamos demais..falta de algo ou talvez o mais certo é dizer falta de dinheiro..sonhos impossíveis..e principal falta de propósito de viida.. Mas o pior é que qdo estamos bem..sempre vem alguem próximo e nos coloca para baixo..nos podando..daí acabou largando tdo que é objetivo de lado.. e voltamos a nos isolar..
Mariane Motta disse…
sinto as mesmas coisas que vc.. mariane.motta@gmail.com
Mariane Motta disse…
no meu caso está sendo diferente.. meu namorado é um cara simpático, romantico.. mas só me poe pra baixo.. diz que me ama mas fala coisas na hra da raiva que me machuca mais ainda.. eu só sei chorar.. e não tenho a mínima vontade de mudar nda!
Anônimo disse…
Isso tdo tb vem afetando meu namoro.. q pior ainda.. nem completou 1 ano.. são traições.. bebidas.. mentiras.. mentiras bobassss.. de ambas as partes.. mas terminar de vez mesmo.. nenhum nem outro consegue.. é como se estivéssemos presos.. daí vem as ofensas duras demais... que depois analisando com calma.. são só verdades que em estado calmo um jamais falaria para o outro para não ofender.. com tdo isso acaba piorando minha crise de depressão.. E aumentando ainda mais minha vontade de morrer!
Mariane Motta disse…
sinto depressão msmo.. tenho queda de cabelo.. tem até pontos que estão tão ralos q parece q estou ficando careca.. oscilação de peso.. as veses dias inteiros sem comer.. só fumando.. taquicardia.. trrtemores.. msmo comendo tenho sensação de desmaio.. falta de vontade p qq coisa pra comer, tomar banho, escovar os dentes.. isolamento.. Adio qq coisa.. durante a semana me mantenho em pé pq tenho que trabalhar.. mas chega sexta qdo saio do trampo corro pra ksa e desligo tel, cel, tdoo.. só levanto da cama e tomo um banho na segunda-feira cedo pois tenho que ir p o trab.
Anônimo disse…
Mariane, manda um email para mim (fernandinhumalta@hotmail.com. Quero muito falar com você, espero não ser tarde!
Anônimo disse…
fernandinhumalta@hotmail.com
Anônimo disse…
Boa tarde gente...que bom este espaço pra desabafar...às vezes a gente não tem a quem recorrer, e aqui pelo menos podemos colocar pra fora um pouco das angústis e tristesas...tipo...não tenho mais a mínima vontade de viver, não sei se teria coragem de me suicidar, mas penso todo dia em morrer. Acredito na vida após a morte...e queria tanto morrer, porque eu não suporto mais minha vida, esse mundo...estou passando por uma fase ruim...e o pior é que tudo depende de mim. Sou formada em direito, estudo para concurso público e sou advogada há 1 ano. Mas até agora não consigo nem me comprar um sapato. Minha família não dá muita bola pra mim, pois tenho um irmão de 4 anos (que eu amo muito e é uma das coisas que ainda me traz felicidade)...enfim....minha cabeça parece que vai explodir, olho todos os dias a janela do meu quarto e penso em me jogar...mas e a minha família? Minha mae tem depressão, o meu irmãozinho, coitadinho e meu pai...não tem como fugir...por isso eu já pedi a Deus pra me levar logo que eu não aguento mais. Estou muit triste, irritada com tudo, não aguento mais minha vida...não vejo graça em nada, nao consigo estudar, o trabalho é maçante, não tenho vontade de me arrumar...só de dormir não acordar mais! É muito ruim o que estou sentindo, espero um dia poder voltar aqui com notícia boas e que possam ajudam a todos...acredito em vida após a morte e já cheguei a pensar que pelo menos morta, os espíritos bons podem me ajudar, porque aqui na terra nao tenho a quem recorrer..não tenho grana pra psicólogo ou psiquiatra, aliás pra nada. estou no meu limite...obrigada e desculpa por nao ajudar...mas enfim
Anônimo disse…
As pessoas, ficam dizendo ''vai dar tudo certo, vai acabar tudo bem'' pq não ta acontecendo com eles, ninguem entende essa vontade de acabar com tudo, esse sofrimento, ficar pensando qe não da pra aguentar mais um dia, é uma agonia sem fim, eu queria poder continuar dormindo o dia inteiro, eu sei sim oq vcs estão passando e entendo qe parece não ter esperança pra nós, eu não me vejo mais em um futuro, há 2 anos meu pai abandonou minha família, isso pq nós descobrimos qe ele tinha outra mulher, e desde então tudo da errado pra mim, não consigo um emprego, meu namorado terminou comigo, ia mal na escola, não existe mais nada certo pra mim, e nem sei se algm realmente sentiria falta de mim, pq eu paro e penso, e parece qe não! Ta todo mundo mto ocupado vivendo a propria vida qe nem tem tempo de olhar em volta e ver qe pra mim não dá mais, sinto só um vazio enorme, e ficar vivendo com dor e sofrendo não dá, cada dia é uma dor maior, então eu posso não ter ajudado ninguém, mas eu realmente entendo, sei tb qe se matar não é a melhor solução, mas como acabar com a dor qnd não se tem nada nem ngm? ;/
Anônimo disse…
estou muito triste porque minha esposa esta falando em me deixar.as vezes as suas irmas ficam contra mim sou um p empresario que estar começando e por isso elas me pedem o que nao posso dar e ficam me pressionando para que eu de o que nao posso ,me revoltei com elas e minha esposa fala em me largar .estou com muito medo de nao suportar me desculpe mais estou pensando em desistir do mundo fisico
Anônimo disse…
Minha vida é um lixo ,parei com tudo não consigo mais nada,seria falso moralista censurando alguém não se matar,hj o suicidio é o que vejo como única solução ao fardo com o qual me tornei a mim mesmo,chegando ao ponto de perder todo o amor próprio,parei minha vida aos 16 anos,não estudo ,não tenho amigos,não tenha nada nem ninguém a não ser a merda que sou eu mesmo,não consigo ser feliz,não consigo nada,nunca fui bom em nada,nem em me matar ....mas espero que um dia tenha coragem e consiga ,hj nunca estive tão decidido, a dor nunca foi tão constante ,só precisa de mais uma oportunidade,obg pela oportunidade de desabafar o quão escroque sou e espero que ninguém passe por isso,não desejaria nem a meu pior inimigo.
meu bloguinho disse…
gente eu preciso de ajuda não sei o que fazer para evitar a morte de uma pessoa quer se suicidar ...me ajudem oq eu faço.
Jane Soelly disse…
este mundo é escuro, é muito dificil não nos tornar-mos escuros como ele.
rodrigomca85 disse…
Adorei os comentarios que li neste espaço, é ótimo ver como não é só a gente que tem problemas como muitas vezes os problemas dos outros são até muito maiores que os nossos.. Estou no estagio inicia da depressão por causa de uma mulher que jurou ser a mulher da minha vida, que me amaria pra sempre e do nada qdo mais precisei, depois que me apaixonei ela simplesmente me abandounou para curtir baladas, se isso não bastasse ainda logo perdi o meu emprego, isso ja fazem 6 meses e a cada dia me sinto mais inutil e q a unica solução pra dor imensa que toma conta do meu coração pela saudade de alguem q simplesmente desistiu de vc é mesmo a morte, mas como muitos aqui tb sou covarde demais pra isso, e acho q não vale a pena tirar a minha vida por um traste igual a ela..
Anônimo disse…
boa tarde!!!
ontem sofri humilhaçao profundas do namorado(ex)..
tomei varios clonazepam de 2ml cada.
apaguei eu queria mesmo sumir desta terra.
quando cheguei ao hospital ai sim eu senti a dor da morte.
nao respirava e nao foi nada facil tirar aquilo do meu organismo.
teve um momento que era de gritos.
sabe naquala mesa vi que nao valia a pena eu fazer aquilo.
nao estava me matando estava dando valor a um canalha.
ninguem merece que nso matemos .
pq naquele momento o medico disse que o ex estava la fora batendo papo e eu ali naquela situaçao.
eu nao senti pena de mim,nem vergonha nem nada.
tive vergonha de ser fraca a ponto de cair nesta.
pq DEUS me mostrou que ninguem merece assistir de camarote nossa derrota.
eu vou recomeçar mas pensar em mim e buscar ajuda.
hoje estou em casa com muita dor da lavagem.
muito fraca .
uso venlafaxina a muito tempo e tomo clonazepam a 8 anos de 2ml.
notava que quando começei academia eu estava diminuindo a quantia.
meu corpo ja nao aceitava a quantia que medico passava;
como samos tolos em achar que alguem quer saber se vamos morrer ou nao.
hoje seria meu velorio e a tarde a vida dele continuaria normal.
e eu traria muita dor para minha familia.
o que vale a pena e fazer atividades e coisas que ocupem nossa mente.
trabalho artisticos e etc..
ninguem merece nossa dor e nossa morte.
por isso existe segunda,terça,quarta,quinta,sexta etc..nem um dia e igual ao outro.
desejo boa sorte a todos os bipolar.
e depressivos.
infelizes de momentos.
tudo passa DEUS nao permite que a dor dure.
muita paz em suas vidas.
marta.
Anônimo disse…
Cara aconteceu mais ou menos a mesma coisa comigo, ela num dia disse que queria ficar comigo e no outro me esnobou como se eu não fosse ninguém, acho que nunca vou superar isso.
Cláudia (Cacau) disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Cláudia (Cacau) disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse…
Li muita coisa por aqui, com alguns me identifiquei, com outros nem tanto, mas a única certeza que tenho é que a minha vida está uma merda! As vezes me sinto ingrata, pq tem muita gente pior que eu, mas o que posso fazer se é assim que me sinto?
Fui uma filha mimada, tive tudo e nao soube aproveitar, agora é tarde pras coisas...
Me separei, tenho 2 filhos,perdi meu emprego,tenho um namorado legal e que amo, mas sinto que to fazendo mal a ele. Ele nao sabe que tenho esses pensamentos de acabar com a minha vida, nao conto isso pra ninguem.
To muito confusa, hj sao 5 horas da tarde e ainda nao sai da cama, to do mesmo jeito desde as 6 da manha quando levantei pra colocar meu filho pra escola.
As coisas nao dao muito certo comigo, quando tudo parece que tá caminhando vem alguma coisa que distrói tudo que demorei pra construir.
Tenho má fama na familia, me acham irreponsavel e voluntariosa.
Algo precisa mudar, nao sei o que fazer, as vezes me arrependo de ter me separado, mas antes tb nao era feliz. Desde que minha mae morreu to pior, muito pior.
Hj particularmente to mal, escutei de uma amiga que nao ligo pra ninguem, nem pro meu filho! Isso nao é verdade, sou boa mae, amo meu filho acima de tudo...Nao sei com quem falar.
Faço terapia, mas nao tomo medicamentos, acho que vou precisar, mas nao tenho forças nem de correr atras disso. Acho que a terapia tb nao tá sendo tao boa assim...
Como outros relatos ai, sinto vontade de morrer, de sumir e nunca mais aparecer, peço pra minha mae que tá no céu me ajudar, pq ninguem pode.
Nao faço isso pq tenho meu filho, que sei que sofreria muito, ele é muito agarrado comigo e eu com ele, o mais velho nao liga pra mim, só quer saber do pai.
Eu acho que vou esperar ele crescer um pouco mais e ficar independente, aí acho que minha missao acaba.
Pelo menos desabafei um pouco aqui, coisas que NUNCA falei pra ninguem e tenho medo que saibam que penso isso tudo e tenho essa vontade.
Meu filho é a unica coisa nesse mundo que me importa, mais nada! E sei que é o unico que sentiria minha falta.


Anônimo disse…
Para aqueles que tentam fazer um suicida mudar de idéia, ou ficam putinhos quando alguém diz que quer morrer eu pergunto alguém é obrigado a viver? Outra coisa, a morte vem para todos, querendo ou não, o único "crime" de um suicida é abreviar o inevitável. Falam tanto em covardia, mas quem é mais covarde, a pessoa que vive por obrigação mesmo odiando a própria vida, ou alguém que consegue se libertar da mediocridade?
Anônimo disse…
Desde que eu fiquei com depressão aos 14 anos, minha vida só vem regredindo ...
Sempre fui uma menina muito estudiosa e esforçada ... mas daí na oitava série eu sofri bullying na escola, e ninguém fez nada pra me ajudar. Moro só com a minha mãe, e a mesma não fez nada para me ajudar, porque ninguém entende o real significado e consequências do bullying.
Bom, estou com 23 anos, e uma vida totalmente destruida. Acamada, com reumatismo, escoliose, transtorno obssessivo compulsivo e depressão. Sofro preconceito de familiares e sociedade. Tenho vontade de me vingar de todo mundo, matando-os com minhas próprias mãos. Ja fui trocentas vezes na igreja e nada resolveu.
Me apaixonei e não sou correspondida. Minha vida é uma bosta. Sou bacharel em direito mas não consigo trabalhar, devido aos pensamentos obssessivos e dores constantes.
Não sei porque vim a esse mundo; qual foi o propósito da minha vida a esta terra miserável.
Pra sofrer né ?
hahahahahahahahahahaha
Adeus!
Anônimo disse…
Meu nome é leandro..vj q como todos aki o meu problema é o msm..tenho muita depressao e amei alguem q tbm me decpcionou muito..gosto da internet por isso qis deixar meu comentario aqui..deus nao pode me ajudar amo meus pais amo minha familia c virem iso ja devo estar morto
adeus amo vcs pra sempre
Anônimo disse…
Algumas pessoas,para aliviar a dor , o sofrimento, a vontade do suicidio dos outro dizem que Deus é a única solução , sugerem uma igreja enfim...mas e se for um ateu?Nesse caso, como deus é a unica solução, e nessa não se acredita,então não há solução e dessa forma a única saída é a morte.Então por favor aqueles que tentam convencer, na tentativa de ajudar, que a solução está em Deus,alah,power ranger ou coisa do tipo não façam isso pois é pura burrice, e estaram sim, ajudando nesse ato(o suicidio)que pra mim é apenas questão de escolha e depende do momento e se é passageiro ou não.
Anônimo disse…
Também tenho vontade de morrer, de me suicidar. Tenho 28 anos e desde criança não me sinto parte desse mundo. Esse mundo me dói. Não consigo fechar ciclos, comecei alguns cursos e parei, em 2005 passei num vestibular em universidade publica e abandonei, esse ano passei de novo comecei o curso e quero abandonar de novo, não tenho vontade de fazer nada, o único homem que amei me abandonou,não consigo fazer amigos. eu nao tenho vontade de viver, me sinto só, sinto falta de um verdadeiro afeto de alguem que goste de mim. me sinto inutil. mas também não tenh coragem de me matar isso causaria muita dor à minha mãe e ele nao merece.
Anônimo disse…
velhina anonima
fiz 70 anos,que horrivel,quero morrer e nem me matar eu posso, porque eu cuido de um adolescente que depende de mim,e nao tem mais ninguem neste mundo.

tenho medo de acordar













Anônimo disse…
Não sinto mais vontade de viver. Perdi a graça. Já insisti demais pra nada. Ontem um cara muito bacana morreu em um acidente de carro, e uma vida super importante se foi. Eu não tenho importância alguma, estou desempregada, faço serviço voluntário em órgão público e não consigo nada de bom. Nem amizade, nem namorado, nem nada. Tenho que ficar fingindo que sou forte o tempo todo e na verdade não sou. Estou cansada de tudo mesmo. Perdeu completamente a graça. Arrisquei num partido político, fui para ajudar e fui super maltratada, pior que cachorro com sarna. Ainda por cima as pessoas ficaram rindo de mim. Sinto que já estou morta em vida. Há algum tempo venho colecionando fracassos e já não aguento mais viver e não ter vontade de sorrir. Sinto que sou um peso na minha família. Antes rezava para conseguir um emprego remunerado- não consegui; agora rezo para acontecer alguma fatalidade comigo (algum carro me atropele, ou me dê um AVC, ou qualquer coisa comigo) para que eu morra sem precisar suicidar e envergonhar a minha família.Peço aos céus para facilitar isso. Não adianta nem ninguém me julgar achando que isso é egoismo meu, pois já vivi coisas demais nessa vida que não me levaram a nada. Sinto um sentimento de rejeição horrendo. Cansei de tudo.
Unknown disse…
Hoje me senti com uma vontade enorme de me matar, mas fui covarde comigo mesma, tenho filhos e um casamento inseguro... mas que eu amo muito meu marido, uma hora me trata com um homem apaixonado e outros dias com despreza... estou angustiada em não poder fazer ele feliz... contantemente me fala que vai sai de casa, pois sabe que eu o amo... quero morrer! Quero sumir... me desculpe a covardia
Unknown disse…
Meu nome é Ruthe, tenho 22 anos e sofro de vícios e depressão. Não estou suportando viver desse jeito, estou no fundo do poço, não tenho mais esperança de um dia conseguir sair dessa. Tudo sufoca dentro de mim, os meus pensamentos, as pessoas, e até tarefas domésticas, filho.. me sinto tão mal por não conseguir ser uma mãe normal e exemplar, não consigo cuidar de mim e nem da minha família. Eu sei que tenho uma vida linda, mas eu não estou conseguindo viver da melhor maneira. As vezes parece uma tortura ter a responsabilidade de cuidar de uma casa, uma família, estando tão podre por dentro, eu só queria ficar deitada, mas nem deitada consigo descansar... Queria gritar por socorro, mas ninguém pode me ajudar
Anônimo disse…
Estou com muita vontade de me matar, não aguento mais, parece que ninguém se importa, não tenho amigos, meus familiares estão nem aí para mim, não sinto vontade de ir para escola, de sair, de me enturmar, não sinto mais vontade de fazer nada, me sinto inútil, até meus pais já me falaram que sou inútil, o dia todo eu fico com medo, ansiosa, triste; eu não tenho expectativa de vida, não tenho um sonho, um objetivo; na realidade eu nem sei do que eu gosto, não sei quem eu sou...

-------- Busca neste site