TJ nega habeas corpus a Abdelmassih por 2 votos a 1

Por 2 votos a 1, a 6ª Câmara Criminal do TJ (Tribunal de Justiça) de São Paulo indeferiu nesta quinta (24) o pedido de habeas corpus apresentado pelos advogados do Roger Abdelmassih, que está preso preventivamente desde 17 de agosto sob a acusação de ter estuprado 56 pacientes.

desembargador-Marco-Antonio-Marques-da-Silva O voto favorável à soltura do especialista em reprodução humana assistida foi do desembargador Marco Antonio Marques da Silva (foto). A informação é da Agência Estado.

TJ julgou o mérito do pedido do habeas corpus e, por isso, a decisão tem caráter definitivo.

Agora, Márcio Thomas Bastos e José Luís Oliveira Lima, advogados do médico, poderão recorrer às instâncias superiores. No dia 24 de agosto, a ministra Ellen Gracie, do STF (Supremo Tribunal Federal), negou a examinar um pedido de habeas corpus porque ainda não tinham se esgotados todos os recursos nos demais tribunais.

Os advogados argumentam que não faz mais sentido o parecer do MPE (Ministério Público Estadual) segundo o qual Abdelmassih representa um perigo à sociedade, considerando que ele foi afastado provisoriamente de suas atividades pelo Cremesp (Conselho Regional de Medicina do Estado São Paulo).

Para a Kenarik Felippe, juíza da 16ª Vara Criminal de São Paulo, a sanção do Cremesp tem caráter administrativo. No último dia 16 ela rejeitou um pedido de reconsideração da ordem de prisão do médico.
Os advogados de Abdelmassih já tentaram por cinco vezes tirá-lo da Penitenciária do Tremembé (SP), conhecida como Prisão de Caras porque para lá são mandados suspeitos de crime e condenados que têm ou já tiveram grande exposição na imprensa.

> Caso Roger Abdelmassih.

Comentários

Anônimo disse…
Senhora Juíza Kenarik, fez bem em negar soltura para esse Doutor Roger já trabalhei com ele há dez anos atrás e presenciei-o a bater em um funcionário dele que trabalhava na época na administração financeira de sua clínica, tivemos que intervir porque a pessoa agredida na época era bem idosa tinha mais de 75 anos, estava aposentado mais trabalhava ainda para sustento.
Me lembro bem que o filho desse senhor que foi agredi to ficou indo lá na clínica para pedalo por três dias mais o senhor Roger Abdelmassih estava fujido na época. Essa pessoa é perigosa para ficar convivendo entre pessoas normais. Parabens
Anônimo disse…
Uma derrota atrás da outra. Fabuloso. Seus crimes são tão evidentes, que ninguém tem coragem de soltá-lo. Afinal, estas decisões estão nas mãos de quem está aí para proteger a sociedade. Estão cumprindo muito bem o seu papel.

Neste caso está claro de que nada adiantou Dr.Roger torrar o seu "precioso" para trazer Thomaz Bastos para o seu lado.
Anônimo disse…
Toma, diabo! Tu vai ficar é preso,q ue é teu lugar!
nelma disse…
Vergonhoso, uma pessoa que foi ministro da JUSTIÇA ter a cara de pau de defender uma pessoa como esse ex-médico que desgraçou a vida de muita gente!
Antonio Sérgio dos Santos disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse…
Etamos sendo ouvidas pela justiça brasileira.É o reconhecimento de nós mulheres.È o direito de lutar pelas nossas causas.Sem medo de falar e derrubando o preconceito.NÂO SOMOS MENTIROSAS.FOMOS VITIMAS!
Anônimo disse…
È gente, com certeza o referido Desembargador que votou a favor do habeas corpus é "amiguinho " do Ex... Thomas Bastos;
Parabéns aos dois Desembargores que votaram contra a soltura.

A Justiça esta sendo feita. Sinceramente.. nunca imaginei que o DR, um dia, fosse pagar pelos crimes cometidos.

Eu, infelizmente, não posso me juntar as vitimas, omiti de todos por 15 anos o que o monstro fez comigo, e agora não tenho coragem de expor aos meus filhos e ao meu marido.
Me deculpem as demais vitimas pela minha covardia.
Anônimo disse…
Tenho somente uma coisa a dizer:

HA!HA!HA!HA!HA!HA!HA!HA!HA!HA!HA!HA!HA!HA!HA!HA!HABem feito!!!!
Anônimo disse…
Anônimo de 25/09/09 - 18:18, por que você tem certeza de que o Desembargador que votou a favor do habeas corpus é "amiguinho " do Ex... Thomas Bastos? Por que será que somente nesse caso é "amiguinho", e os que votaram contra? São "amiguinhos" de quem?
VÍTIMA disse…
Anônimo de 18:18
Tenho certeza de que seus filhos e seu marido lhe compreenderíam e passaríam a lhe admirar ainda mais pela coragem. Faça a sua parte e contribua com a justiça. POR FAVOR NÃO DESISTA!
Anônimo disse…
Olha só , ele o TODO PODEROSO, se achava o DEUS ,sempre estressado e autoritário na clínica e por trás fazendo isso tudo ,que médico monstro , agora pode estar sendo surpreendido na cadeira... que situação ! lembro de fatos reais de revolta em presídios e nas ruas!
Anônimo disse…
Bem o clima de condenação é tanto que até fizeram questão de por a foto do desembargador que votou a favor. Tecnicamente, não há razão para essesréu (não criminoso como vcs quere, mas réu) permanecer na prisão. Esse é o parecer estritamente jurídico. Mudem a lei se querem que não seja assim.