Pular para o conteúdo principal

Muro da clínica de médico acusado de abusos é pichado

WS2 SÃO PAULO 21/08/2009 - PICHAÇÃO/CLÍNICA - JARDIM AMERICA - CIDADES - GERAL - MADRUGADA - O muro da clínica do especialista em reprodução assistida Roger Abdelmassih, na Avenida Brasil, Jardim América, zona sul de São Paulo, foi pichado no final da noite desta quinta-feira, 20, com os dizeres velho tarado e a justiça tarda mas não falha. Abdelmassih foi preso na última segunda-feira, 17, acusado de ter cometido 56 estupros .Foto: Werther Santana/AE

O muro da Clínica Abdelmassih amanheceu hoje com as pichações “Velho tarado” e “A Justiça tarda mas não falha”. A informação e a foto acima são da Agência Estado. A clínica fica na avenida Brasil, no Jardim América, um bairro nobre da zona sul de São Paulo.

O médico Roger Abdelmassih foi preso preventivamente na segunda (17) sob a acusação de abusar sexualmente de mais de 50 pacientes. Ele se diz inocente.

Os responsáveis pelas pichações se identificam como Túmulos. É o mesmo grupo que tem feito pichações contra Estevam e Sônia Hernandes, fundadores da Igreja Renascer, entre outras pessoas que têm sido destaque na imprensa.

> Caso Roger Abdelmassih.

Comentários

  1. Nossa. O povo brasileiro parece calmo, mas está começando a ficar revoltado com tanta barbaridade e impunidade!

    ResponderExcluir
  2. SE PINTAREM ?
    tem de pichar de novo ......

    ResponderExcluir
  3. Não vai demorar muito para começarem a apedrejar a clínica.......
    Como disse o colega das 10:39:
    O povo brasileiro parece calmo.....
    Mas tudo tem um limite de paciência e a nossa está esgotando.
    Este maníaco tem que pagar por tudo.

    ResponderExcluir
  4. Estou começando a achar que o Dr. Roger deve permanecer preso não só pela segurança das pacientes, mas pela segurança pessoal.

    ResponderExcluir
  5. Um erro nao justifica o outro.
    Pichar e' crime...um grau diferente mas ainda um crime.
    Realmente o povo brasileiro esta se revoltando, principalmente se o acusado for rico e tiver sucesso...dai revolta mesmo. Agora os Ze ninguem estao por ai matando, roubando, estuprando e contra isso ninguem faz nada!!! Por isso que o nosso pais esta assim.

    ResponderExcluir
  6. Li um comentario muito interessante no estadao, que dizia: "Da parte mais profunda do ser humano, vem o desejo de condenar e se possível executar a pena. Se o acusado está de joelho, melhor ainda, agora é que ele será esfolado vivo. A justiça existe para julgar com equilíbrio, com equidistância, com isenção. No dia que o povo se tornar o carrasco, com certeza as fogueiras de execução voltarão novamente."
    Concordo plenamente.

    ResponderExcluir
  7. Outro do estadao: "A justiça tem sim que apurar as denúncias, investigar e condenar os culpados. Mas quem foi que deu direito a estes pichadores de vandalizar a propriedade privada? Quem os imbuiu de poderes para julgar, sentenciar e aplicar a pena a alguém que até o momento é apenas um acusado? Não estou afirmando que ele é inocente, apenas relembrando que as provas ainda precisam ser analisadas e tem que haver um julgamento justo. Temos que tomar cuidado com este tipo de "justiça", pois senão logo estaremos incendiando imóveis e pessoas antes mesmo do processo jurídico se concluir."

    ResponderExcluir
  8. Gente!! Amém Jesus, a justiça está sendo feita.
    As pacientes ficam sozinhas SSIIIIMMMMMMM, eu fiqueii mas não fui molestada, graças a Deus.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  10. Pixar o muro ou apedrejar o muro da clínica é um ato de vantalismo, além de expor pacientes que nada têem a ver com o caso, mesmo porque até o momento trata-se de acusações e não existem provas e nem tão pouco o caso foi julgado e condenado, portanto, não julguem e nem coloque vidas inocentes a risco.

    ResponderExcluir
  11. NADA FOI PROVADO!!!isso e falta de respeito com outros medicos e com os proprios pacientes que frequentam a clinica!!

    ResponderExcluir
  12. Certamente, esse monstro, já age há muito tempo; quantas e quantas mulheres, não tiveram coragem de denúnciá-lo. Cabe ao Judiciário, ao menos, garantir a essas vítimas, que esse bandido não ficará impune. Os magistrados têm demonstrado que não irão decepcionar a população brasileira (não apenas às vítimas). CHEGA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  13. aff nada a ver so pixaram pra aparecer na midia que bosta desses tumulos auhauhau antes era os pico que contava agora e na midia uhauhaua que bosta pixadorzinho de guia ahuahua

    ResponderExcluir
  14. Protesto!!! Meus comentários não foram colocados, e não estão em maiúscula e não agridem! Você só publica, sr. Pulo, o que lhe interessa?

    ResponderExcluir
  15. O comentário das 17h51, do suposto grupo que teria pichado o muro da clínica de Abdelmassih, foi deletado por utilizar só letras maiúsculas. Tal formato de texto, além de dificultar a leitura, é, pela etiqueta da internet, falta de educação. É como se a pessoa estivesse gritando, em vez de falar com o seu tom normal de voz.

    ResponderExcluir
  16. Estranho que depois de tanto tempo surjam tantas denúncias. O que será que aconteceu nesses anos todos? Essa mulheres estavam sedadas? Ressurgiram? Não acredito que tivessem vergonha, ou medo, ou sei lá o que. Acredito numa orquestra, com um (uma?) grande (será esse o adjetivo?) maestro.

    ResponderExcluir
  17. Marisol, concordo plenamete com vc!!! Muito estranha esta historia!

    ResponderExcluir
  18. Se há maestro, me avisem, porque sou uma musicista (vítima) e tenho tocado o meu instrumento (denúncia) sem líder.

    ResponderExcluir
  19. Não sei, mas concordo com a Marisol; Não acredito em uma inicencia total, pois fiz um tto e tenho mts duvidas, mas pq estas mulheres ficaram tanto tempo caladas. Olha a denuncia da mulher que diz que foi feito sexo anal, como vc não vai correr atras de uma coisa dessa. Tb fiquei sozinha, mas no quarto. E digo, se houve assedio, estupro, com certeza a uma conivencia, cumplicidade de toda a clinica. Como mais de 50 mulheres foram assediadas, estuprada e não gritaram. Se gritaram, a clinica toda deveria ter ouvido. Me sinto enganada isso sim, hoje qdo paro e penso no preço que gastei. Mas tb tenho plena consciencia que fui até lá com as minhas própria pernas.
    De qualquer forma, que a justiça seja feita. Mas acredito mt mais na fustiça Divina, esta sim não falha jamais.

    ResponderExcluir
  20. Só quem passou pela clínica sabe exatamente o que aconteceu ou deixou de acontecer... Eu fiz 8 FIVs e só consegui engravidar na última. Mesmo assim, NUNCA optaria em me tratar com o Dr. Roger, mesmo com a família pressionando por ele ser o "melhor". Os comentários sobre abusos e sua falta de respeito com as pacientes estavam me cercando há anos... desde que comecei a me tratar ouço e leio vítimas comentando sobre o que acontece... As denúncias não são recentes mas sim o acreditar nas denúncias que o é.
    No mais, fiz 8 tentativas com outro médico e este sim é bom... afinal, conseguiu engravidar uma mulher menopausada de um homem que não produz espermatozóides, sem qualquer técnica diferente daquela contratada e prevista em lei.

    ResponderExcluir
  21. Só defende médicomonstro porque ele é um dr., pois não existe diferença entre ele e o maníaco do parque e ninguém defendeu ele.

    ResponderExcluir
  22. ............para a vítima das 10.48

    Depois que li seu texto acima onde diz:

    ... afinal, conseguiu engravidar uma mulher menopausada de um homem que não produz espermatozóides, sem qualquer técnica diferente daquela contratada e prevista em lei...

    melhor fazer um teste de DNA.Até porque as tecnicas que ele usava era as das piores...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Editor deste site
Paulo Lopes é jornalista
Trabalhou no jornal 
abolicionista Diario Popular, 
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras 
 publicações. 
Contato

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

Vídeo: R.R. Soares manda o Covid-19 para o inferno, mas não tira a máscara do rosto

13 teorias da conspiração sobre o coronavírus. Ou: a bolsa ou a vida?

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade