Cientistas fingem que são ateus, afirma astrônomo do Vaticano


'Muitos cientistas
 frequentam a igreja'

Guy Consolmagno (foto), irmão da Companhia de Jesus e diretor do Observatório do Vaticano, afirmou que os cientistas falam na TV que são ateus apenas para obter credibilidade e reconhecimento.

“Esses pesquisadores são inseguros”, afirmou ele em uma entrevista a um jornal do Canadá.

Consolmagno sustentou sua afirmação com base, disse, na sua vivência na comunidade científica.


Disse que muitos pesquisadores frequentam a Igreja.

A entrevista causou estranheza entre cientistas porque há várias pesquisas que mostram que, entre eles, o índice da descrença em divindades está bem acima da média das pessoas em geral.

Quem precisa mesmo de credibilidade é o próprio Consolmagno, porque ele, como cientista, deveria citar as fontes de suas afirmações, em vez da "experiência pessoal”.




Descrentes compõem 28% dos universitários de Portugal

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.