quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Estudantes ateus e agnósticos de Harvard chegam a 37,9%

O maior grupo é o dos céticos,
com cristãos em segundo lugar
O número de estudantes que se declaram ateus e agnósticos da prestigiada universidade americana de Harvard está em rápida ascensão.

Na turma que vai se formar em 2017, o percentual desses estudantes é de 32,4%, na de 2018, 35,6%, e na de 2019, 37,9%.

Houve, portanto, o aumento de cinco pontos percentuais em apenas três anos.

Em relação à turma de 2019, trata-se do maior grupo de estudantes na classificação religião/ceticismo.

O segundo maior grupo, com 34,1%, é de cristãos — católicos (17,1%) e protestantes (17%). Está havendo nesse grupo grande declínio, porque, do total dos formando de 2017, o percentual de cristão é de 42,4%.

Disponível na internet, a pesquisa foi feita pelo site de informações Harvard Carmesim, da universidade.

Os percentuais de estudantes céticos da Harvard estão bem acima da taxa de 13% de ateus e agnósticos da geração do milênio (de 18 a 34 anos) dos Estados Unidos.

Os índices apurados na universidade são reflexos do aumento no número de americanos que se declaram sem religião.

Entre aqueles que já passaram por Harvard, como professores e alunos, há mais de 40 ganhadores prêmio Nobel.





Muçulmanos têm poucos prêmios Nobel, diz Dawkins

Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...