Prestígio de João de Deus está em alta entre ricos e famosos


Curandeiro tem sido procurado
até por ministros do STF

O médium João de Deus (foto), dizem, incorpora dezenas de espíritos, entre os quais de supostos luminares da medicina, mas ele já recorreu pelo menos em duas ocasiões a um hospital deste mundo para se curar, adiando, assim, sua ida para o além, embora lá tenha muitos amigos.

Uma  internação foi para o implante de seis stents em artérias do coração e outra para extirpar um câncer do estômago.

As internações no melhor hospital do Brasil, o Sírio-Libanês, não abalaram a reputação do curandeiro.

Ele continua a fazer diariamente cirurgias espirituais (seja lá o que isso significa) em dezenas de pessoas, gente do povo com os mais diversos males, e permanece com prestígio entre ricos, famosos e autoridades tidas de notório saber em áreas como a jurídica.

Prestígio que só tem aumentado. 

Recentemente, João de Deus, que é analfabeto funcional (lê alguma coisa, mas não entende) recebeu para uma consulta a excelência Dias Toffoli, ministro do Supremo Tribunal Federal.

Sem revelar nomes, a revista Época informou que o curandeiro já tinha sido visitado por outros dois ministros da mais alta Corte brasileira.


O apresentador de TV Marcelo Rezende, diante antes de morrer, também o procurou em busca de um milagre.

João de Deus e sua legião de espíritos não conseguiram curar o câncer de Rezende, mas eles mantiveram a esperança do apresentador ao recomendar uma dieta restrita de carboidratos do nutrólogo Lair Ribeiro, mais conhecido como autor de livros de autoajuda.

Eis um exemplo de que o curandeirismo e as pseudociências tendem a se misturar porque têm em comum a prática do charlatanismo. 

João de Deus poderia tentar convencer o apresentador a retomar o tratamento de quimioterapia, com a expectativa de uma sobrevida de até três anos, mas não se sabe se o curandeiro chegou a tanto.

Ele poderia ter indicado a Rezende algum médico da equipe que o atende no Hospital Sírio-Libanês, no qual faz check-up todo o ano.

Marcelo Rezende agora faz parte da lista de pacientes famosos do curandeiro, juntamente com Chico Anysio, Xuxa, Marcos Frota, Shirley MacLaine, Oprah Winfrey, entre outros.

Na lista de governantes, além dos ministros do Supremo citados pela Época, estão Temer, Lula, Dilma e outros.

Cada pessoa pode crer ou descrer no que quiser, obviamente. Há quem acredite em mula sem cabeça.

Mas eu, como cético, não consigo deixar de me angustiar sempre que me lembro — como agora, por causa da revelação da Época — de que os brasileiros dependem de governantes que acreditam em poderes do além, como os de João de Deus.

Em uma realidade ideal, as decisões de governantes não se deixam contaminar por crenças e superstições.

Mas o Brasil está longe, muito longe desse ideal. As autoridades sempre se sentem assessoradas por divindades.

É por isso e outros motivos que o país está na merda.





Respeito quem crê em Deus e no Saci Pererê

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.