Vídeo mostra a miséria de uma dizimista da Igreja Universal


O vídeo abaixo, que está circulando nas redes sociais, mostra a miséria de uma mulher que é dizimista da Universal, dando há mais de cinco anos dinheiro e o que mais tiver para uma cerimônia da igreja chamado de "Fogueira Santa de Israel", uma picaretagem.

Filha doente
não tem o
que comer
A (suposta) vizinha que gravou as imagens diz que a mulher não tem comida para dar para o filho e a filha, que é portadora de doença mental.

Não há luz na casa, por falta de pagamento.

A mulher não desmente que seja dizimista.

A precariedade da vida da seguidora de Edir Macedo é vergonhosa, agredindo a condição humana.

Por que os defensores da justiça social não enfrentam as igrejas que exploram os pobres?

Medo de estrumes como R,R. Soares, Silas Malafaia, Valdemiro Santiago e Edir Macedo?

No vídeo, a vizinha afirma: "E não vem um pastor da Igreja Universal ajudar ela, aqui".

De acordo com pesquisa da Datafolha, os fiéis da Universal são os mais pobres entre os evangélicos, mas pagam o maior dízimo.


Com vídeo postado originalmente no Facebook e informação da Datafolha.

Envio de correção.

Grupo de discussão no WhatsApp.

Igrejas que exploram pobres ferem Estado laico, afirma juiz