Paulopes

Religião, ateísmo, ciência e astronomia

terça-feira, 8 de março de 2016

Deputado quer reduzir pena de presidiários de grupo de oração

O deputado federal Flavio Augusto da Silva (PSB-SP), o Flavinho, é autor do projeto de lei que, se aprovado, reduzirá a pena dos presidiários em regime fechado e semiaberto que tiverem atividades religiosas.

Flavinho é
missionário
católico
Flavinho (foto) é missionário católico da Comunidade Canção Nova de Cachoeira Paulista.

O deputado entende por “atividades religiosas” a participação em grupo de oração, em pregação, evangelização, estudos teológicos, e trabalhos pastorais.

A cada seis horas de dedicação à religião no decorrer de três dias, no máximo, o presidiário terá um dia de redução em sua pena, de acordo com o projeto de lei.

Flavinho acredita que a religião ajuda na regeneração do condenado.

O que o deputado sabe, mas não diz, é que nos presídios já existe pregação religiosa, e não há indicativo de que isso tenha ajudado significamente os detentos. A taxa de reincidência é elevada.

Além do mais, o projeto de lei exclui quem não tem religião e os ateus.

Trata-se, enfim, de mais uma demonstração da visão obtusa e excludente de religioso para quem a Bíblia está na origem das soluções de todos os males da humanidade.

Com informação da Câmara dos Deputados. 





Evangélicos compõem a maioria nos presídios, mostra pesquisa
Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...