segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Indiano mata filho de oito meses em sacrifício à deusa Kali

Kali é a deusa 
da morte e da 
sexualidade
O indiano Rajkumar Chaurasia, do distrito de Barabanki (Estado de Uttar Pradesh), , disse à polícia que matou seu filho de oito meses de idade em sacrifício à deusa Kali.

Antes de cometer o crime, Chaurasia deu banho na criança e a levou a um templo de orações. De volta para casa, as orações continuaram diante de uma estátua da Kali.

Foi quando o pai matou o filho com dois golpes de machado no pescoço. A mãe do garoto testemunhou os golpes.

Kali é muito respeitada na Índia. Ela é a deusa da morte e da sexualidade, e está associada à destruição das forças do mal. Em sânscrito, seu nome significa “Negra”. Em algumas culturas, é mulher do deus Shiva.

Seus devotos acreditam que adquirem poderes paranormais e têm a garantia de uma morte sem sofrimento.

Depois da morte do menino, Chaurasia, conhecido como Hemant, tentou fugir, mas foi detidos por moradores da aldeia e levado à polícia.

Um porta-voz da polícia contou à imprensa que Hemant tinha planejado matar o filho desde o nascimento. “Ele pensou que o sacrifício fosse trazer felicidade na vida dos casais sem filho que tinha visto no templo.”

Chaurasia foi acusado de assassinato. Antes de ser julgado, ele será submetido a exame médico para avaliar seu estado mental.

Na Índia, curandeiros de algumas tribos às vezes recomendam sacrifício à deusa Kali para agradá-la e obter suas graças.






Judeus ortodoxos retomam em Jerusalém rituais de sacrifício
abril de 2013


Postar um comentário

Posts mais compartilhados na semana

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...