Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

Só agora Dilma se manifesta sobre renúncia de Bento 16

Presidente respeita
 decisão da renúncia
A presidente Dilma Rousseff (na caricatura) divulgou nota hoje (28) desejando saúde e paz ao papa Bento 16, ressaltando que respeita a decisão pela renúncia. Hoje foi o último dia do pontificado dele.

Quando Bento 16 anunciou o seu afastamento, no dia 11 de fevereiro, Dilma se manteve em silêncio, diferentemente em relação aos presidentes de grandes países, como o americano Barak Obama, que fez elogio ao chefe da Igreja Católica.

Criou-se na ocasião um mal estar entre o governo brasileiro e a CNBB (Conferência Nacional dos Bispos Brasileiros). Um bispo não quis comentar o silêncio presidencial e aconselhou um jornalista que procurasse saber o motivo da própria Dilma.

A Folha divulgou na época que a indiferença da presidente  foi um revide à intromissão de Bento 16 nas últimas eleições — ele teria orientado os bispos a fazerem campanha contra os candidatos que apoiam o aborto.

Na nota de hoje, divulgada pela Presidência no Blog do Planalto, Dilma afirma que considera como "marcos históricos no relacionamento entre a Santa Sé e o Brasil" a escolha do Rio para sediar em junho a Jornada Mundial da Juventude.

Destacou também como fatos importes a canonização do primeiro santo brasileiro, Santo Antônio de Sant'Anna Galvão de França, o Frei Galvão, e a visita de Joseph Ratzinger a Aparecida em 2007.

O “de França” não existe no nome do santo.





Com informação do Blog do Planalto.

Dilma se mantém em silêncio sobre a renúncia de Bento 16
fevereiro de 2013
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...