Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Polêmica sobre blasfêmia traz de volta pôsteres ‘Religião é lixo’

A polêmica em torno do filme anti-islã “A inocência dos Muçulmanos” fez com que blogs recuperassem pôsteres da campanha publicitária “Religião é lixo” de 2010 da Eshe, um fabricante da Nova Zelândia de skates.

Os pôsteres [ver abaixo] retratam líderes ou personagens religiosos com contundência e humor discutível.

Jesus é apresentado como um furado; Maomé tem uma bomba na cintura; Bento 16 aparece na cadeia; Moisés está em decomposição; o semideus do hinduísmo Ganesh fuma haxixe; e o líder espiritual Gandhi recebe sexo oral. Há ainda outros pôsteres, como o dedicado à cientologia.

Na época, houve repúdios de líderes religiosos contra os pôsteres, mas ficou por isso mesmo. Não ocorreram protestos violentos nem ameaça de morte, e a imprensa internacional ignorou a provocação publicitária da empresa.

Isso demonstra que, nesses últimos dois anos, mudou muito a sensibilidade dos religiosos, principalmente dos muçulmanos, embora o mau-gosto publicitário continue praticamente o mesmo.

Hoje com certeza a Eshe não faria a campanha por causa do retrocesso na liberdade de expressão.

Crítica sem censura

Pôsteres são contundentes, mas na época passaram despercebidos 




Com informação das agências.

Juiz de tribunal paulista censura vídeo a pedido de muçulmanos
setembro de 2012

Religião contra liberdade de expressão.


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...