Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

sexta-feira, 1 de junho de 2012

Justiça recusa fiança ao indiano ateu que melou milagre

indiano Sanal Edamaruku, cético
Justiça disse que Edamaruku
ficará mais seguro na prisão
Advogados de Sanal Edamaruku (foto), 56, presidente da Associação Racionalista Indiana, informaram que a Justiça recusou um pedido de “fiança antecipatória” para garantir que seu cliente não venha a ser preso pelo crime de blasfêmia. A alegação da Justiça foi de que a cadeia é o lugar mais seguro para o ateu, caso esteja correndo perigo, como ele alega.

Edamaruku está sendo processado pela Igreja Católica por blasfêmia por ter mostrado na TV que católicos estavam considerando como milagre a água de uma infiltração que goteja pelo pé de um crucifixo em Mumbai. Ele afirmou que a "água benta" pode estar contaminada.

O regime de governo da Índia é laico, mas só em tese, porque lá vigora uma lei da blasfêmia que poderá condenar Edamaruku até a três anos de prisão.

Cético disse que 'água benta'
pode estar contaminada 
Edamaruku, que diz já ter desmascarado mais de 300 charlatões, está surpreso com o empenho dos católicos em puni-lo por ter melado o milagre. Afirmou que até então a Igreja Católica tinha na Índia uma atuação discreta. Ele teme ser agredido na rua.

Edamaruku criou no site da associação uma página para arrecadar via PayPal fundos com o objetivo de custear a sua defesa, cujo processo promete ser longo.

Com informação do New Humanist.

Acompanhe o caso

Ceticismo e crendice.    Sanal Edamaruku.


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...