Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Justiça da Turquia aceita acusação de insulto contra pianista ateu

Fazil Say disse que não  
quis ofender ninguém
A Justiça da Turquia aceitou de autoridades religiosas acusação de insulto contra o pianista Fazil Say (no traço ao lado), 42, por causa de dois twittes dele.

Em um ele comentou os 22 segundos de uma oração recitada por um muezzin. “Qual era a pressa? Uma amante? Uma bebedeira?”, escreveu.

Em outro post transcreveu um verso atribuído a Omar Khayyám, poeta do século 11: “Você diz que rios de vinho fluem no céu/, o céu é uma taverna para você?/ Você diz que duas virgens esperam cada crente lá/, o céu então é um bordel para você?”

Justiça da Turquia condena pianista ateu por blasfêmia
abril de 2013

Say disse ter orgulho de ser ateu, mas acrescentou que não teve o propósito de ofender ninguém, só o de tentar ser engraçado no microblog.

Com 72 milhões de habitantes, a Turquia é uma república secular onde a influência crescente na política de sacerdotes do Islã (a religião majoritária) tem afetado a laicidade do país. Minorias religiosas, como os cristãos, reclamam de perseguição.

Say é um pianista bem sucedido internacionalmente. Estudou na Alemanha, foi professor da Academia de Música de Berlim e se apresentou em grandes orquestras, como a Filarmônica de Nova Iorque.

Ele disse que voltou para Turquia por causa da morte de seu pai e também para dar sua contribuição às atividades musicais do país. Mas agora, por causa da acusação de insulto, ele passou a considerar a possibilidade de se mudar para Tóquio.

Fazil Say em 2006 no Japão

video

Com informação e ilustração da The Daily Beast.

Indonésio pega 2,5 anos de prisão por escrever que 'Deus não existe'.
junho de 2012

Ateísmo.

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...