Paulopes

Religião, ateísmo, teoria da evolução e astronomia

quinta-feira, 10 de maio de 2012

'Perseguição homofóbica dos evangélicos é insana. Dá medo'

por Luan Cunha (foto) a propósito de
CNI e evangélicos se unem contra taxação de fortuna e pensão gay

Essa perseguição homofóbica dessa bancada é doentia, obsessiva, insana. Eles não vão descansar até colocarem de volta os homossexuais nos becos e nas tais "clínicas". Querem cercear os nossos direitos, a nossa liberdade, e ainda dizem que nos amam, nos respeitam? Hipócritas!

Não sei que tipo de pessoa maléfica é essa que consegue colocar a cabeça no travesseiro e dormir todo dia tranquilo enquanto persegue um grupo pequeno de pessoas, que não fazem mal nenhum a ele, e achando que está fazendo um bem para o país.

Essa aliança tem objetivos mesquinhos e malignos, motivados puramente por uma religião segregadora e preconceituosa. Acham que vão ficar só nisso? Eles tem muito mais em mente!

Somos cidadãos como todos os outros, pagamos impostos, votamos, merecemos os mesmos direitos que todo mundo.

Somos a minoria, mas não somos inferiores, temos o mesmo sangue vermelho correndo nas veias e o mesmo coração batendo no peito. Mas enquanto essa bancada evangélica imunda estiver no Congresso, fazendo alianças com o único propósito de segregar e discriminar, impondo suas crenças no povo, mandando no país como ditadores, nunca haverá igualdade e democracia verdadeira. Continuaremos a ser tratados como seres inferiores. Eles não vão parar até que todo direito nosso, conquistado com muita luta, seja arrancado de nós.

Eu tenho um asco profundo por eles, que não fazem nada pelo país, só beneficiam a eles mesmos e legislam para eles mesmos e contra as "minorias subversivas".

Defensores da moral e bons costumes? Que moral é essa, é a corrupção? E que bons costumes são esses, é segregar e discriminar? Guardiões da família? Somente a deles! E nós? Não temos família? Não desejamos ter uma? Só eles que têm o direito de ter uma família?

Às vezes me sinto como se estivesse num país nazista, e que a qualquer momento um militar vai me levar preso para um campo de concentração por ser homossexual. Eles desejam fazer uma "limpeza" no país.

O mundo será um lugar muito melhor se não houvesse homossexuais, é isso que eles pensam. E é isso que eles desejam e buscam, e eles vão atrás disso nem que tenham que passar por cima de toda a Lei Maior e da própria democracia e liberdade individual.

Eu tenho medo, insegurança. Saio de casa todo dia com medo de ser pego na rua e espancado ou até mesmo morto por homofóbicos com crucifixos no pescoço e com suásticas tatuadas no braço.

E o governo desse país não faz absolutamente nada para mudar essa realidade, só fazem promessas vazias e fingem que se importam conosco. Mentirosos!

Todas as nossas conquistas foram alcançadas depois de muito sangue, suor e lágrimas derramados por gente como eu. Gritamos, para que possamos ser ouvidos, caso contrário, não temos voz. Fazemos barulho para que nos notem, caso contrário, somos invisíveis. E até quando isso ficará assim?

Não me venham dizer que todos nós temos direitos iguais. Só o fato de um casal homossexual ter mais dificuldades que um casal heterossexual e "normal" de se casarem, adotarem um filho e gozarem dos meus direitos dados pela união civil já demonstra o quanto essa sociedade brasileira é segregadora e hipócrita, assim como os seus representantes de colarinho branco e crucifixo no pescoço. É muito fácil dizerem isso quando não estão na minha pele.

E não vivo neste país. Eu tento sobreviver!

'Meu filho gay não representa nenhuma ameaça à humanidade'.
por Paulo R. Cequinel em janeiro de 2012

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...