Paulopes

Religião, ateísmo, ciência, etc.

quarta-feira, 4 de abril de 2012

Bancada evangélica decide que ladroagem não é pecado

por Augusto Nunes, do site da Veja

A bancada evangélica no Congresso não perde chance de mostrar que é muito mais temente a Deus que qualquer papa. No momento, com o ânimo beligerante de quem se alistou nas hostes do Senhor antes de deixar o berçário, senadores e deputados federais combatem o consumo de bebida alcoólica durante os jogos da Copa de 2014. Simultaneamente, mantêm sob intenso bombardeio a legalização do aborto, os jogos de azar, os símbolos religiosos e outros sintomas de idolatria, os comerciais de cigarro, o kit gay, o casamento homossexual, o adultério, os decotes ousados e outras perfídias tramadas por Satanás.

A extensa lista de pecados só não inclui os cometidos de meia em meia hora pelos congressistas associados ao poder central. O assalto aos cofres públicos, a corrupção institucionalizada e impune, a gula das quadrilhas federais, a compra e venda de votos, os contratos de aluguel, as coalizões cafajestes e outras delinquências de que até Deus duvida são contemplados pelos evangélicos governistas com a tolerância dos cúmplices por ação ou omissão.

Não é por falta de tempo que jamais combateram a ladroagem. O que falta é vergonha.

Maioria dos deputados evangélicos responde a processos judiciais.
março de 2012

Religião na política

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...