Vítimas de pedofilia acusam papa por crimes contra humanidade

Associação americana acusa o papa de acobertar estupradores
A SNAP, uma associação americana de vítimas de padres pedófilos, registrou hoje (13) no TPI (Tribunal Penal Internacional) uma denúncia contra o papa Bento 16 e três bispos por crimes contra a humanidade.

Em um documento de 10.000 páginas, a associação acusa o papa de ter acobertado sacerdotes que cometeram “estupro e outras violências sexuais em todo o mundo”. Além dos Estados Unidos, a SNAP representa vítimas da Alemanha, Holanda e Bélgica.

Pamela Spees, advogada da associação, disse ter ficado provado que os mais altos dirigentes do Vaticano, a começar pelo papa, deram proteção aos padres pedófilos cujas vítimas chegam a “dezenas de milhares, na maioria crianças”. “ Neste caso, todos os caminhos levam a Roma."

O padre Federico Lombardi, porta-voz do Vaticano, disse que não vai se manifestar sobre a denúncia.

Com informação das agências. 

Vítima acusa Ratzinger de ter apenas transferido de paródia padre pedófilo.
setembro de 2011