Céticos vão denunciar enganação da homeopatia tomando uma overdose

Protesto de 2010 em Londres
Céticos de vários países – incluindo o Brasil – vão tomar no começo de fevereiro frascos inteiros de remédios homeopáticos para chamar a atenção da opinião pública de que essas substâncias não têm nenhuma base científica e são inócuos. 

O protesto chama-se Desafio 10:23, em referência a uma constante apurada em um teste do químico italiano Amadeo Avogadro (1776-1856) que provou ser nulo o princípio ativo da homeopatia. A constante 6,02x1023 prova que diluições superiores a 12C apresentam condições de não ter nenhuma molécula do princípio ativo da substância diluída.

A primeira overdose (foto) ocorreu em 2010 em Londres com cerca de 400 participantes. Eles fizeram o protesto diante de lojas de uma rede de remédios homeopáticos, a Boots.

Neste ano, houve grande adesão ao movimento anti-homeopatia, não só na Inglaterra, mas também em países como Holanda, Bélgica, Hungria, Austrália, Espanha e Portugal.

Desta vez, no próximo dia 6, às 10h23, a QED (Question, Explore, Discover, ou em português Questione, Investigue, Descubra), a entidade britânica que promove o Desafio, divulgará em Manchester vídeos de ativistas de vários países. Por isso os brasileiros vão tomar o porre de medicamentos no mesmo horário do dia 5 para poder mandar as imagens.

Michael Marshall, coordenador internacional do protesto, disse que as pessoas precisam ser alertadas de que já gastaram dinheiro demais com supostos remédios que não têm nenhuma eficácia.

“Em duzentos anos de homeopatia, não surgiu nada que sugira que esses medicamentos funcionem, porque se trata de água com açúcar”, afirmou. “Quando as pessoas são informadas como são feitos esses produtos,  ficam chocadas.”

No Brasil, onde é forte a tradição de remédios caseiros, o CFM (Conselho Federal de Medicina) reconheceu em 1980 a homeopatia como especialidade médica, apesar da inexistência de comprovação científica. Existem vários cursos dessa especialização.

No ano passado, representante no Brasil da Boiron, laboratório francês que é líder mundial em medicamentos homeopáticos, disse que a empresa aposta no potencial do mercado do país. Não há um levantamento confiável sobre quantos brasileiros são adeptos da homeopatia.

Quando questionados sobre a eficácia da homeopática, é comum os adeptos no Brasil recorreram ao argumento de que, se esses medicamentos não fazem bem, tampouco são prejudiciais à saúde.

Mas quem se medica só com homeopatia muitas vezes permite a persistência ou o avanço de doenças que poderiam ser tratadas com os medicamentos tradicionais.

Locais onde haverá o protesto


Com informação do QEC e do The Telegraph.

1023 Homeopatia.   1023 Homeopathy    Constante de Avogadro.

Homeopatia é uma fraude que já dura 200 anos?
agosto de 2010

Ceticismo e crendice.