Sudanesa leva 53 chibatadas por usar calça, mostra vídeo


Uma mulher de Cartum, capital do Sudão, foi punida por 53 chibatadas em praça pública por cometer o crime de usar calça, de acordo com código penal islâmico. Um vídeo de dois minutos postado no Youtube [acima] mostra a mulher em desespero, aos berros, sendo açoitada por dois policiais rindo.

Pelo menos uma das vergadas pega o seu rosto. Um policial afirma que, se ela não se sentasse para receber o castigo, poderia ficar presa por dois anos. O vídeo foi deletado do Youtube.

Sudão é o maior país da África. Tem cerca de 40 milhões de habitantes, muçulmanos, na maioria. Os idiomas oficiais são o árabe e o inglês. Os não muçulmanos resistem à lei islâmica, a Sharia.

Não se sabe quando foi aplicada a pena das chibatadas. Hoje (14), mulheres que viram as imagens na internet protestam em Cartum contra as leis “humilhantes” às quais são submetidas somente as mulheres. Cerca de 50 delas foram detidas por provocar desordem.

O Ministério da Justiça prometeu apurar se a lei foi devidamente aplicada. O código islâmico determina que as adúlteras sejam chicoteadas ou apedrejadas até a morte. No caso do uso de calça, a lei é vaga, ficando por conta da interpretação de quer der a sentença.

Com informação das agências e vídeo do Youtube.





Para Emirados, marido pode surrar mulher, mas sem hematomas
outubro de 2010

Fanatismo religioso.    Intolerância religiosa no mundo.