Maioria que busca tratamento contra Mal de Alzheimer é mulher

Da Agência Estado

Levantamento da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo com 56.827 pessoas com sintomas causados pelo Mal de Alzheimer, em 2008, revela que a maioria (64,1%) que procurou tratamento contra a doença era mulher.

A idade média das pacientes é de 76 anos. 24% delas são das classes A e B (com renda acima de 20 salários mínimos).

Entre os homens que procuram atendimento contra a doença, a idade média é de 75 anos.

São 20.403 pacientes predominantemente das classes C (8.173) e D (7.338). Os mais ricos, das classes A e B, representam 22% do total.

O Mal de Alzheimer é caracterizado pela perda de memória e por dificuldades em fazer coisas consideradas simples.

Por ser uma doença progressiva, a tendência é que o paciente perca cada vez mais a memória recente, lembrando-se de fatos do passado, mas tendo dificuldades de se recordar dos momentos presentes.

Para colaborar com as pessoas que convivem com pacientes que sofrem de Alzheimer, o Complexo Hospitalar Padre Bento, em Guarulhos, e o Centro de Referência do Idoso da Zona Norte realizam encontros mensais e semanais com cuidadores de Mal de Alzheimer. (Solange Spigliatti)

Pastor sugere divórcio de mulher com Alzheimer e causa polêmica nos EUA.
setembro de 2011

 Informações sobre o mal de Alzheimer.     Vida de idoso.

Postar um comentário