Pular para o conteúdo principal

Consumo de peixe cru amazônico é provável causa de grave e raro tipo de meningite

O primeiro caso conhecido de infecção ocorreu em 2017, quando um turista passou mal após comer um Tucunaré


Agência Bori

Pesquisadores registraram, pela primeira vez no Brasil, um caso de meningite eosinofílica causada por parasita do gênero Gnathostoma, que ataca o sistema nervoso central do corpo humano.

O episódio está associado à ingestão de peixe cru da espécie tucunaré e foi descrito por pesquisadores da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) e outras instituições em artigo científico publicado na segunda na “Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical”.

A ingestão de larvas de Gnathostoma encontradas em peixe cru é a segunda causa mais frequente de meningite eosinofílica no mundo. 

Se consumido cru, o
Tucunaré pode causar
doenças raras

FOTO: GIO SPIGO / PEXELS

No Brasil, até então, os relatos de infecção pelo parasita incluíam apenas lesões na pele. Carlos Graeff-Teixeira, da UFES e autor do estudo, destaca a importância desse registro: “É a primeira vez que se encontra um caso de meningite eosinofílica provocada por Gnathostoma. Esse parasita até agora tinha provocado apenas lesões cutâneas’’.

O caso ocorreu na Amazônia em agosto de 2017 e envolveu um jovem que viajou em grupo para uma pescaria na região onde fica localizado o rio Juruena, na divisa dos estados do Amazonas e do Mato Grosso. Alguns turistas relataram episódios de diarreia aguda após a captura e consumo da espécie tucunaré, em formato de sashimi.

Apesar de não ter apresentado esse sintoma, o jovem relatou fadiga, palpitações, falta de ar e fortes dores de cabeça. O paciente foi submetido a exames de sangue e coleta de líquido cefalorraquidano. Esse fluido biológico está presente no sistema nervoso central e nas meninges, transporta nutrientes filtrados do sangue e elimina impurezas e substâncias tóxicas produzidas pelas células do cérebro e da medula espinhal. 

O exame apontou 63% de eosinófilos no sangue, glóbulos brancos comuns em resposta a infecções por parasitas ou alergias.

Os exames iniciais foram inconclusivos, mas a suspeita da infecção surgiu após uma análise do histórico de viagem e do relato de outro turista que estava na mesma região, que teve uma lesão na pele abdominal, conhecida como uma forma de bicho geográfico, possivelmente causada pelo mesmo parasita. 

As amostras foram analisadas em maio de 2018. Um teste sorológico diagnóstico cedido pela Universidade Khon Kaen, na Tailândia confirmou a presença de anticorpos anti-gnathostoma, o que significa que o indivíduo teve contato com o parasita.

O estudo serve de orientação à população em geral, especialmente à comunidade médica e de pescadores no Brasil, para o perigo de se consumir peixe cru, principalmente, de espécies silvestres.

 “O ideal é levar ao fogo e apreciar o peixe assado, cozido, grelhado’’, recomenda Graeff. 

O pesquisador explica ainda que, embora o maior número de relatos de infecção parasitária no Brasil envolva o tucunaré, ainda é preciso aguardar as conclusões de novos estudos sobre outras espécies envolvidas na transmissão desse parasita.

> Com informação da Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropica.

Comentários

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Escola Estadual Igreja Evangélica muda de nome e deixa de afrontar o Estado laico

Evangélico, chefão do tráfico no Rio manda fechar igrejas católicas

Malafaia divulga mensagem homofóbica em outdoors do Rio

Essência do totalitarismo é querer fazer o 'bem para todos'

Título original: Tentação totalitária por Luiz Felipe Pondé para Folha Você se considera uma pessoa totalitária? Claro que não, imagino. Você deve ser uma pessoa legal, somos todos. Às vezes, me emociono e choro diante de minhas boas intenções e me pergunto: como pode existir o mal no mundo? Fossem todos iguais a mim, o mundo seria tão bom... (risadas). Totalitários são aqueles skinheads que batem em negros, nordestinos e gays. Mas a verdade é que ser totalitário é mais complexo do que ser uma caricatura ridícula de nazista na periferia de São Paulo. A essência do totalitarismo não é apenas governos fortes no estilo do fascismo e comunismo clássicos do século 20. Chama minha atenção um dado essencial do totalitarismo, quase sempre esquecido, e que também era presente nos totalitarismos do século 20. Você, amante profundo do bem, sabe qual é? Calma, chegaremos lá. Você se lembra de um filme chamado "Um Homem Bom", com Viggo Mortensen, no qual ele é um cara

Ministro do STF critica a frase ‘Deus seja louvado’ do real

Marco Aurélio lembrou  que somente no  império  a religião era obrigatória  O ministro Marco Aurélio (foto), 65, do STF (Supremo Tribunal Federal), disse que não consegue conceber “que nas notas de moedas do real nós tenhamos ‘Deus seja louvado’”, porque isso fere a laicidade do Estado. Em uma entrevista ao UOL, lembrou que na argumentação de seu voto favorável à descriminalização do aborto de fetos anencéfalos, em abril, ressaltou que o Brasil não está mais no império, “quando a religião católica era obrigatória e o imperador era obrigado a observá-la”. “ Como outro exemplo de incompatibilidade com o Estado laico ele citou o crucifixo do plenário do STF. “Devíamos ter só o brasão da República.” Aurélio elogiou a decisão do Tribunal de Justiça gaúcho pela retirada do crucifixo de todas as suas dependências, o que demonstra, segundo ele, que o Rio Grande do Sul é um Estado que “está sempre à frente em questões políticas”. Celso de Mello, outro ministro do Supremo, já

Intel deixa de ajudar escoteiros que discriminam gays e ateus

Arcebispo afirma que vida dos descrentes não tem sentido

Para Battisti, o sentido da vida está no sobrenatural  O arcebispo Anuar Battisti (foto), 59, de Maringá (PR), escreveu um artigo onde aborda um tema recorrente por parte de religiosos, o de que não há sentido na vida dos descrentes em Deus. “Este ambiente de descrença, misturado com ateísmo, leva a pessoa a viver no deserto da vida sem gosto, sem rumo, vagando em busca de um sentido”, escreveu dom Battisti no artigo publicado no Diário.com. “A ausência de Deus cria na alma humana um vazio de sentidos que leva ao desespero, à negação de tudo o que diz respeito ao sobrenatural”, acrescentou. A americana Paula Kirby, consultora de organizações seculares, escreveu recentemente no Washington Post que quem precisa de Deus para que a sua vida tenha um significado é porque a sua família e amigos, em tese, não têm nenhum valor. O que, obviamente, é um absurdo. Ninguém precisa de Deus, por exemplo, para amar seus filhos. Kirby argumentou que é o cristianismo que tenta tirar todo

Médico acusado de abuso passa seu primeiro aniversário na prisão

Roger Abdelmassih (reprodução acima), médico acusado de violentar pelo menos 56 pacientes, completou hoje (3) 66 anos de idade na cela 101 do pavilhão 2 da Penitenciária de Tremembé (SP). Foi o seu primeiro aniversário no cárcere. Filho de libaneses, ele nasceu em 1943 em São João da Boa Vista, cidade paulista hoje com 84 mil habitantes que fica a 223 km da capital. Até ser preso preventivamente no dia 17 de agosto, o especialista em reprodução humana assistida tinha prestígio entre os ricos e famosos, como Roberto Carlos, Hebe Camargo, Pelé e Gugu, que compareciam a eventos promovidos por ele. Neste sábado, a companhia de Abdelmassih não é tão rica nem famosa e, agora como o próprio médico, não passaria em um teste de popularidade. Ele convive em sua cela com um acusado de tráfico de drogas, um ex-delegado, um ex-agente da Polícia Federal e um ex-investigador da Polícia Civil. Em 15 metros quadrados, os quatros dispõem de três beliches, um vaso sanitário, uma pia, um ch