Pular para o conteúdo principal

Tramandaí está com ruas esburacadas. E o prefeito quer gastar verba com Bíblia gigante

A Associação dos Ateus recorrerá à Justiça se a administração da cidade não desistir de querer agradar pastores


Paulo Lopes
jornalista, trabalhou na Folha de S.Paulo, Agência Folha, Diário Popular, Editora Abril e em outras publicações

A Tramandaí estaria com os seus cofres abarrotados de dinheiro, não tendo mais onde colocar? E por isso que prefeito Luiz Carlos Gauto quer construir uma Bíblia gigante cujo custo ele não divulga?

Cidade do litoral Norte do Rio Grande do Sul, Tramandaí tem mais de 200 mil habitantes e sérios problemas de infraestrutura. Os turistas reclamam muito de ruas esburacadas.

Então por que Gauto quer desperdiçar verba com um monumento religioso? É porque, certamente, eles quer agradar os pastores da cidade — eles obviamente já manifestaram apoio à pretensão do prefeito.

A Atea (Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos) já avisou que, se o prefeito levar sua ideia adiante, ela recorrerá à Justiça. A associação tem obtido vitórias na Justiça em casos semelhantes.

Recentemente, na tramitação de um processo aberto pela Atea, o Superior Tribunal de Justiça revogou decisão judicial que autorizava o governo de Brasília a financiar a construção do Museu Nacional da Bíblia.

A Bíblia que Gauto quer tem quatro metros de altura e seis de largura, em duas páginas com transição de versículos.

Biblona para agradar
pastores. Das ruas
esburacadas daria
para vê-la?
ARTE; PREFEITURA DE TRAMANDAÍ

O prefeito argumenta que o monumento incentivará o turismo, e certamente nem ele acredita nisso.
Todo o brasileiro tem Bíblia em casa, um ou mais exemplares.

Por que então as pessoas iriam para uma cidade de praias para ver uma Bíblia gigante?

A cidade já tem uma estátua religiosa, é a de Iemanjá, e essa sim chama turistas para a cidade, principalmente em época de oferenda à deusa do mar.

A bibliona seria uma resposta ou provocação de pastores aos seguidores de religiões de origens africanas que frequentam a cidade? Seria uma forma de dizer que "Tramandaí é do Senhor Jesus"?

Esse é um aspecto que pode ser investigado pelo Ministério Público, caso o prefeito não desista de querer agradar os pastores.

Se deve ouvir também veranistas, como a Francieli Peterson, para quem no lugar planejado para a Bíblia gigante poderia ter um pracinha com brinquedos para crianças.

Ainda assim acho que a prioridade do prefeito seria tapar os buracos da rua.

> Com informação do site Zero Hora e de outras fontes.

Comentários

Paulo Lopes disse…
Sem querem ofender ninguém, mas o fato é que, no lugar onde se pretende instalar a Bíblia, um banheiro público seria de extrema utilidade.
Pedro Cazé disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
CBTF disse…
Em Artur Nogueira - SP um vereador também apresentou um projeto pra fazer uma Bíblia gigante no final do ano passado, com esse mesmo argumento furado que vai atrair turistas pra cidade, quem vai viajar pra ver uma escultura tão sem graça e que existe em quase tudo que é lugar?

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Cientistas brasileiros e mexicanos descobrem pequena espécie de morcego

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Um em cada 4 brasileiros não tem acesso à coleta de esgoto, mostra IBGE

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Quatro séculos tentando provar a existência de Deus. E fica cada vez mais difícil

Contar o número de deuses é difícil porque são muitos, dezenas de milhares, milhões

Igrejas católicas alemãs estão sendo derrubadas. É a demolição da própria religião

Padre autor do mosaico de Aparecida é acusado de invocar a Trindade para ter sexo a três

Ministro 'terrivelmente' evangélico decide que financiar monumento religioso é constitucional