Pular para o conteúdo principal

Negar transfusão de sangue à criança é abuso, denunciam advogados do Japão

Seguidores das Testemunhas de Jeová não acatam entendimento do governo e médicos 

A influente Associação de Advogados de Tóquio criticou as Testemunhas de Jeová por não permitirem que seus filhos (crianças e adolescentes), se submetam à transfusão de sangue, colocando-os sob risco de morte, além de desobediência a diretrizes do Ministério da Saúde, reformuladas em 2022.

Trata-se de um abuso infantil, afirmou Kotaro Tanaka, diretor da associação. “Este é um assunto sério que ameaça a vida de crianças.”

A Suprema Corte do Japão decidiu em 2000 que o paciente tem o direito de recusar transfusão de sangue por motivo religioso, mas isso se aplica somente aos adultos, não às crianças, porque seu discernimento se encontra em formação.

Em 2008, a Sociedade Japonesa de Transfusão de Sangue e Terapia Celular estabeleceu que menores de 15 anos têm de serem submetidos ao procedimento, em caso de risco de morte, mesmo que seus pais ou responsáveis não queiram.

Ninguém nasce
com religião, mas
pode morrer
por causa dela

As TJs ignoram as orientações oficiais, mantendo com seus filhos um cartão com o aviso de que, mesmo em caso de emergência, os médicos não podem recorrer a tratamento com sangue.

Em 2022, após o Ministério da Saúde anunciar as novas diretrizes, a direção das TJs comunicaram aos fiéis ¨que os pais precisam levam a sério a responsabilidade de transmitir suas crenças aos filhos e ensiná-los a viver conforme a moral sólida”.

As Testemunhas de Jeová têm entendimento literal de trechos bíblicos —, o que explica o repúdio ao procedimento da medicina, uma importante conquista da ciência.

Para esses fundamentalistas religiosos, quem receber sangue não terá mais oportunidade de entrar no Paraíso. (Gênesis 9:4; Levítico 17:10; Deuteronômio 12:23; Atos 15:28, 29)

> Com informação da imprensa japonesa

• Vítimas contam como Testemunhas de Jeová acobertam seus pedófilos

• Estados da Noruega cortam subsídios às Testemunhas de Jeová



Comentários

Também, vale a pena tornar a enfatizar que, embora as Testemunhas de Jeová não aceitem transfusões de sangue, acolhem tratamentos alternativos que podem ajudá-las a continuar vivendo. Por que, então, deveria alguém insistir e até mesmo impor certa terapia que viola totalmente os princípios e as mais profundas crenças religiosas duma pessoa?
Paulo Lopes disse…
Tampson: você sabe muito bem que há casos que os tratamentos alternativos não resolvem. Um adulto pode tomar decisão por si próprio, mesmo colocando sua vida em risco, porque supostamente tem maturidade. E as crianças? Alguém pode condená-las à morte? Essa é a questão levantada pela notícia que vem do Japão. Sobre a qual você se omitiu.

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Terraplanista vai a Noruega, vê o sol da meia-noite e admite que a Terra é redonda

Bíblia tem mais de 2,5 milhões de mortes em nome de Deus

Ministro 'terrivelmente' evangélico decide que financiar monumento religioso é constitucional

Contar o número de deuses é difícil porque são muitos, dezenas de milhares, milhões

Trechos bíblicos cuja existência crente finge não saber

Igrejas católicas alemãs estão sendo derrubadas. É a demolição da própria religião

Padre autor do mosaico de Aparecida é acusado de invocar a Trindade para ter sexo a três