Pular para o conteúdo principal

Ministro de Lula reza em cerimônia oficial. Como na época de Bolsonaro

Mudou o governo, mas continua a afronta ao Estado laico

PAULO LOPES
jornalista

Um usuário do Twitter ficou irritado com o que ele chamou de "momento bolsonarista" no governo do PT: o ministro do Desenvolvimento Social e ex-governador do Piauí, Wellington Dias, rezou o pai-nosso no lançamento do programa contra a fome.

"Votei no Lula e NÃO foi para isso. Vergonhoso o momento bolsonarista do PT em meio a um ato de governo. Mas não dá nem para dizer que chega a ser surpresa ou decepção porque o PT sempre teve um pezinho aí mesmo."

Uma moça escreveu: "Isso não está certo. O Estado é laico e como tal deve ser respeitado. É preciso haver uma regulamentação, estabelecendo o uso de funções ou espaços do Estado para práticas religiosas como desvio de conduta, passível de penalidades administrativas".

Outro twiteiro: "Achei que ao menos essa grosseira e ofensiva utilização da religião iria parar no governo Lula".

Mais um: "Agora voltou a ser ok fazer proselitismo religioso?"

Lula e Janja estavam na cerimônia. Ela demonstrou constrangimento e o presidente Lula — não se sabe do quê.

De fato, é lamentável: mudou o Governo e continua o afronta ao Estado laico. Parece que o bolsonarismo se mantém firme em alguns endereços oficiais de Brasília.


Comentários

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Morre o americano Daniel C. Dennett, filósofo e referência contemporânea do ateísmo

Entre os 10 autores mais influentes de posts da extrema-direita, 8 são evangélicos

Ignorância, fé religiosa e "ciência" cristã se voltam contra o conhecimento

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Oriente Médio não precisa de mais Deus. Precisa de mais ateus

Vídeo mostra adolescente 'endemoninhado' no chão. É um culto em escola pública de Caxias

Ateu, Chico Anysio teve de enfrentar a ira de crentes