Pular para o conteúdo principal

Bento 16 acobertou padre que abusou de 23 crianças, diz jornal alemão

Trata-se do segundo caso acobertamento de padre pedófilo com o envolvimento do hoje papa emérito

O jornal alemão Die Ziet publicou um documento apontando que o arcebispo Joseph Ratzinger — hoje o papa emérito Bento 16 — acobertou um padre que teria abusado de no mínimo 23 meninos de 8 a 16 anos, entre 1973 e 1996.

A assessoria do papa contesta do documento, mas não consegue desmentir os fatos relatados pelo documento da Igreja alemã.

O padre Peter H. (o jornal decidiu não divulgar o seu sobrenome) atuava nas arquidioceses de Munique e Freising, sob a administração de Ratzinger na década de 80. 

Trata-se do segundo caso que vem a público de suposto acobertamento de Ratzinzer de padre predador. 

Antes, em 2010, foi divulgado pelo New York Time que o sacerdote norte-americano Lawrence Murphy tinha o beneplácito de Ratzinger, embora fosse acusado de abusar de 200 crianças surdas. 

Em 1996, o arcebispo Rembert G. Weakland, de Miwaukee, denunciou Murphy à Congregação para Doutrina da Fé, então presidida Ratzinger.

Oito meses depois, diante das evidências documentadas, a congregação iniciou um julgamento secreto de Murphy, mas Ratzinger mandou interrompê-lo, não se sabendo as suas alegações. 

Agora, o Die Ziet, publicou um documento interno da Igreja com provas contundentes contra Ratzinger. O documento — um decreto eclesiástico da arquidiocese de Munique, de 2016 — critica clérigos de nada fazerem para impedir que Peter H. violentasse as crianças. O nome de Ratzinger é citado várias vezes.

Peter H. foi encaminhado para uma terapia com diagnóstico de transtorno de exibicionismo e pederastia, mas não foi afastado da Igreja.

Em janeiro de 1980, o papa Bento 16 encaminhou o padre Peter H. para arquidiocese de Munique e Freising. Na época, o papa dizia que as notícias sobre padres pedófilos eram exagero da imprensa.

O decreto eclesial é direito ao se referir ao papa emérito: "O então arcebispo Ratzinger estava ciente dos fatos sobre a admissão de Peter H. (...) Nem uma investigação preliminar foi iniciada, nem um procedimento criminal na igreja. Ratzinger deliberadamente renunciou a denunciar o crime."

Bento 16, um papa
acusado por documento
de sua própria Igreja

> Com informação de Die Ziet e de outras fontes.

Filme 'Dois Papas' tenta resgatar Bento 16 da lixeira da história


Comentários

Post mais lidos nos últimos 7 dias

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Morre o americano Daniel C. Dennett, filósofo e referência contemporânea do ateísmo

Veja 14 proibições das Testemunhas de Jeová a seus seguidores

Britney Spears entra na lista de famosos que não acreditam em Deus

Oriente Médio não precisa de mais Deus. Precisa de mais ateus

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Vídeo mostra adolescente 'endemoninhado' no chão. É um culto em escola pública em Caxias

Ignorância, fé religiosa e "ciência" cristã se voltam contra o conhecimento

Prefeito de Sorocaba não acata Justiça e mantém Bíblia em escolas

TJs quase conseguiram que Michael Jackson destruísse Thriller antes do lançamento