Bento 16 acobertou padre que abusou de 23 crianças, diz jornal alemão

Trata-se do segundo caso acobertamento de padre pedófilo com o envolvimento do hoje papa emérito

O jornal alemão Die Ziet publicou um documento apontando que o arcebispo Joseph Ratzinger — hoje o papa emérito Bento 16 — acobertou um padre que teria abusado de no mínimo 23 meninos de 8 a 16 anos, entre 1973 e 1996.

A assessoria do papa contesta do documento, mas não consegue desmentir os fatos relatados pelo documento da Igreja alemã.

O padre Peter H. (o jornal decidiu não divulgar o seu sobrenome) atuava nas arquidioceses de Munique e Freising, sob a administração de Ratzinger na década de 80. 

Trata-se do segundo caso que vem a público de suposto acobertamento de Ratzinzer de padre predador. 

Antes, em 2010, foi divulgado pelo New York Time que o sacerdote norte-americano Lawrence Murphy tinha o beneplácito de Ratzinger, embora fosse acusado de abusar de 200 crianças surdas. 

Em 1996, o arcebispo Rembert G. Weakland, de Miwaukee, denunciou Murphy à Congregação para Doutrina da Fé, então presidida Ratzinger.

Oito meses depois, diante das evidências documentadas, a congregação iniciou um julgamento secreto de Murphy, mas Ratzinger mandou interrompê-lo, não se sabendo as suas alegações. 

Agora, o Die Ziet, publicou um documento interno da Igreja com provas contundentes contra Ratzinger. O documento — um decreto eclesiástico da arquidiocese de Munique, de 2016 — critica clérigos de nada fazerem para impedir que Peter H. violentasse as crianças. O nome de Ratzinger é citado várias vezes.

Peter H. foi encaminhado para uma terapia com diagnóstico de transtorno de exibicionismo e pederastia, mas não foi afastado da Igreja.

Em janeiro de 1980, o papa Bento 16 encaminhou o padre Peter H. para arquidiocese de Munique e Freising. Na época, o papa dizia que as notícias sobre padres pedófilos eram exagero da imprensa.

O decreto eclesial é direito ao se referir ao papa emérito: "O então arcebispo Ratzinger estava ciente dos fatos sobre a admissão de Peter H. (...) Nem uma investigação preliminar foi iniciada, nem um procedimento criminal na igreja. Ratzinger deliberadamente renunciou a denunciar o crime."

Bento 16, um papa
acusado por documento
de sua própria Igreja

> Com informação de Die Ziet e de outras fontes.

Filme 'Dois Papas' tenta resgatar Bento 16 da lixeira da história


Comentários

Postagens mais visitadas

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Pastor afirma que 'mendigos têm dever bíblico de passar fome'

Carl Sagan escreve sobre um 'pálido ponto azul' nos cosmos, a Terra

Veja os 10 trechos mais cruéis da Bíblia

Trechos bíblicos cuja existência crente finge não saber

Nos EUA, críticos da pseudociência processam fabricante de homeopatia