Justiça condena R.R. Soares a pagar R$ 16 mi por dívida referente ao Show da Fé

A Justiça condenou o missionário R.R. Soares a pagar R$ 16,2 milhões ao fundo de investimento Distressed. O valor corresponde a dívida da Igreja Internacional da Graça de Deus pelo aluguel de horário na programação em maio, junho e agosto da TV Band para a realização do Show da Fé.

Para obter antecipação de créditos, a Band assinara contratado com o fundo "vendendo" com deságio o seu direito de recebimento dos pagamentos da Igreja. A operação é comum no mercado financeiro.

A Igreja alegou à Justiça de São Paulo que não pode cumprir seus compromissos porque houve queda na arrecadação de dízimo e doações de fiéis em decorrência da pandemia.

Independentemente da pandemia, contudo, a Igreja deveria ter pago a dívida, de acordo com a sentença do juiz Daniel Serpentino. A Igreja vai recorrer da decisão.

A igreja liderada por Soares encontra-se com dificuldades de caixa há anos, bem antes, portanto, da crise sanitária do coronavírus, mesmo tendo dívidas junto à Receita perdoadas pelo Governo Bolsonaro, a exemplo de outras denominações religiosas.

R.R. Soares e
Bolsonaro:
apoio mútuo

> Com informação da Justiça de São Paulo e da Folha.

A pedido de R.R. Soares, Justiça manda PM despejar 230 famílias de favela em SP



Dívida de igrejas desfalca fundo de aposentado e desempregado


Comentários

  1. Esse governo só apoia exploradores da fé, pq não luta para a redução dos preços absurdos? tá tudo caro, gasolina, arroz, feijão, automóvel, frutas, legumes, etc..

    ResponderExcluir

Postar um comentário