Pular para o conteúdo principal

Depois de 189 anos, Charles Darwin volta ao Rio para combater os negacionistas da ciência

O naturalista inglês Charles Darwin (1854-1882) teve muita coragem para apresentar à sociedade o seu livro “A Origem das Espécies”, que representa um golpe mortal na explicação bíblica de que fomos criados por um deus e a sua semelhança.

Para escrever o livro, Darwin viajou a bordo do navio Beagle colhendo informações da fauna, flora e geografia em vários países. No dia 5 de abril de 1832, o Beagle aportou no Rio de Janeiro.

A UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) vai comemorar essa data de 189 anos depois com um DarwinDay: debates de vários temas a partir da perspectiva da teoria da evolução, com inscrições gratuitas para ouvintes.

É como se Darwin se levantasse de sua sepultura na Abadia de Westminster, em Londres, para vir ao Brasil e combater os criacionistas, negacionistas da ciência e terraplanistas que tentam sequestrar o Estado brasileiro.

No dia 8 de abril daquele ano, Darwin passou pela região onde hoje é a cidade de Maricá. Ele ficou abalado com a vida dura dos escravos.

De natureza depressiva, hoje ele ficaria arrasado ao saber da elevada taxa de mortalidade da Covid-19 no Brasil e no mundo.

O sábio concluiria que a humanidade, se tivesse levado mais a sério a sua teoria da evolução, certamente estaria mais bem preparada para combater o coronavírus e suas mutações que tendem a ser cada vez mais vorazes.

Programação do evento

9h - 11h | Mesa 1
Negacionismo, Criacionismo e Darwinismo

11h30 - 13h30 | Mesa 2
Darwin e a cultura dos memes: Memética e Neodarwinismo

14h30 - 16h30 | Mesa 3
Darwinismo Social

17h-19h | Mesa 4
Variantes da COVID-19 e Evolução - Encerramento Oficial

19h30-20h10
Darwiniando da Bahia ao Rio

Link para inscrição de ouvinte

Atividades gravadas

 DARWIN DAY: o dia em que Darwin, Covid-19 e Anatomia se encontram

BIODIVERSIDADE E EVOLUÇÃO: as coleções de vertebrados do Museu Nacional

CANAL GENÉTICA – UFRJ: mídia social no combate à disseminação de notícias falsas em tempos de pandemia

FAKEPEDIA: crowdsourcing e media literacy para identificação de fake news

MEMÓRIA E IDENTIDADE: das narrativas de Darwin aos heróis da linha de frente na pandemia da Covid-19.

A CRIAÇÃO DA ESCOLA DE ENFERMAGEM ANNA NERY: a enfermagem científica no Brasil

SAÚDE E NOVA GENÉTICA: as implicações individuais sociais e éticas da medicina regenerativa







'Não acredito na Bíblia nem em Jesus Cristo', escreveu Darwin


Comentários

Posts mais acessados na semana

Associação Humanista Americana retira prêmio de Dawkins por ele questionar pessoas trans

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Governo de Angola suspende as transmissões da TV Record