Pular para o conteúdo principal

MPF pede a cassação do passaporte diplomático de Valdemiro e R.R.Soares

O Ministério Público Federal enviou pareceres ao Tribunal Regional de Justiça para que casse os passaportes diplomáticos dos pastores Valdemiro Santiago (Igreja Mundial) e de R.R. Soares (Internacional da Graça).

Em julho de 2020, a juíza Ana Lucia Petri Betto, da 6ª Vara Cível Federal de São Paulo, suspendeu o passaporte diplomático que o Governo Bolsonaro concedeu a Soares e a sua mulher, Maria Madgalena, mas o pastor está recorrendo em segundo instância para garantir o privilégio.

O passorte de Valdemiro e o de sua mulher, Francileia de Oliveira, também foram concedidos por Bolsonaro e tem validade de três anos.

Para o procurador regional da República Luiz Carlos dos Santos, o Estado brasileiro é laico e, por isso, não se justiça a concessão desse documento oficial a religiosos.

Com informação do Ministério Público Federal.           



Comentários

Posts + acessados hoje

Igreja do 'santo' Maradona tem altar, cultos e mandamentos

Para não pagar imposto, TJs alegam que máquina de passar roupa é essencial à religião

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade