Pular para o conteúdo principal

Deputada e pastora Fordelis é mandante da morte do marido, conclui polícia

A pastora e deputada federal Flordelis (PSD-RJ) foi a mandante do assassinato do seu marido, o pastor Anderson do Carmo. A conclusão é da Polícia Civil do Rio.

Nesta segunda-feira, na Operação Lucas 12, a polícia prendeu cinco filhos do casal e uma neta. Fordelis não pode ser detida porque, por ser parlamentar, desfruta de imunidade. Ela chorou durante a operação. 

O nome da operação é uma referência a uma declaração de Jesus aos apóstolos: "Guardai-vos do fermento dos fariseus, que é a hipocrisia. Porque não há nada oculto que não venha a descobrir-se, e nada há escondido que não venha a ser conhecido." 

Os policiais apuraram que Fordelis planejou o “assassinato covarde” “porque ela estava insatisfeita com a forma que o pastor Anderson tocava a vida e fazia a movimentação financeira da família”.

O delegado Allan Duarte, um dos responsáveis pela investigação, disse que Fordelis determinou que Flávio dos Santos Rodrigues, filho biológico do casal, matasse o pastor.

O crime ocorreu no dia 16 de junho de 2019 dentro da casa do casal, no bairro Badu, em Niterói.

A arma foi comprada por Lucas César dos Santos, um dos filhos adotivos. 

Flordelis foi indiciada por homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio, falsidade ideológica, uso de documento falso e organização criminosa majorada.

O advogado Anderson Rollemberg, que defende Flordelis e Flávio, afirmou que há contradições nas investigações e sustenta a versão da pastora de que o crime ocorreu por um assaltante.

Caberá à Câmara dos Deputados decidir se afasta ou não Fordelis de suas atividades até que haja um julgamento.

Fordelis e
Anderson:
crime em
família


Com informação do relatório das investigações.      


Comentários

Psiquê disse…
Ela está viva, ela tem aniversário. Ele está morto, ele não tem aniversário. No aniversário, o que importa é o tempo que passou, não o que foi feito nesse tempo. O ano é o tempo da fórmula da velocidade.

Posts + acessados hoje

Vídeo mostra que filho de Testemunhas de Jeová já discrimina colega da escola

Justiça de Angola determina o fechamento de todos os templos da Igreja Universal

Maitê recupera pensão de solteira apesar de união com empresário