Pular para o conteúdo principal

Morre de coronavírus médica bolsonarista que na rede social minimizava a doença

A médica Lúcia Dantas Abrantes, 66, morreu na tarde de ontem (10) em Iguatu, Ceará, vítima do coronavírus.

Ela ficou internada por dez dias. Trabalhava na UBS (Unidade Básica de Saúde) de Sitio Gadelha.

Em sintonia com Bolsonaro, a médica minimizava a seriedade do coronavírus.

Assim como o presidente, ela acreditava que a imprensa estava exagerando a gravidade do Covid-19 para prejudicar o governo.


Uma de suas postagens dizia: “Existem vírus muito mais potente e que matam muito mais (H1N1, por exemplo) e ninguém está nem aí para eles. Por que será?????”

As mortes pelo Covid-19 já superaram as da gripe H1N1,

Em outras postagens, a médica convocou empresários e comerciantes para carreata em Recife contra o isolamento social.

Na manifestação pró-bolsonarista de 15 de março, ironizou o Covid-19: “O coronavírus vai invadir o Brasil.... venham todos para as ruas”.






Com informação do G1 e da rede social.






Coronavírus faz igreja dos EUA de cura pela fé a cancelar visitas a hospitais

Justiça manda Santuário de Aparecida cancelar eventos por causa do Covid-19

Coronavírus faz Centro Adventista cancelar palestra com criacionista

Pastor americano diz que Deus enviou o coronavírus para 'eliminar' pecadores





Comentários

Emerson Santos disse…
Nem vou xingar ela de jumento pois os jumentos não merecem ser colocados ao lado dela....
Heavyman disse…
Quis subestimar o vírus. Morreu.

Posts + acessados hoje

Desmascarador de curandeiros e paranormais, James Randi morre aos 92 anos

Robinho e Neymar se negam a ver crianças de lar espírita

Fortalecida pelo bolsonarismo, associação de juristas evangélicos ameaça o Estado laico