Pular para o conteúdo principal

Estado e município do Rio vão ter quatro hospitais de campanha

Agência Brasil     Os governos do estado e do município do Rio de Janeiro anunciaram a criação de quatro hospitais de campanha para ampliar o atendimento a pacientes devido à pandemia de infecção pelo novo coronavírus. No total, devem ser agregados 1,1 mil leitos ao sistema público de saúde no Grande Rio.

MODELO DE HOSPITAL
DE CAMPANHA DA
AERONÁUTICA

A prefeitura montará um hospital de campanha com capacidade para internar até 500 pacientes no Riocentro, principal centro de convenções da cidade do Rio de Janeiro, localizado em Jacarepaguá, na zona oeste.

Os leitos do hospital improvisado serão usados para internar pessoas que estão se recuperando de cirurgias eletivas ou que estão em tratamento em hospitais da rede municipal. A ideia é liberar as vagas ocupadas por essas pessoas para que pacientes com Covid-19 possam ser atendidos nos hospitais municipais.


O hospital de campanha do Riocentro deverá ter apoio das Forças Armadas, segundo a prefeitura. Além disso, estão sendo requisitados 400 profissionais do Programa Mais Médicos, do governo federal.

O governo do estado anunciou que vai montar três hospitais, cada um com 100 leitos no primeiro mês e mais 100 no segundo mês, totalizando 600 vagas. Um deles será no Parque dos Atletas, bem próximo ao Riocentro.

Outros dois hospitais serão fora da cidade: um no aeroclube de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, e outro em São Gonçalo. Diferentemente do hospital da prefeitura, essas unidades provisórias do estado serão voltadas para atender a pacientes infectados pelo novo coronavírus.

Além dos hospitais de campanha, a Secretaria de Saúde do estado informou que pretende abrir mais 300 leitos nos próximos 40 dias e mais 300 nos 30 dias seguintes.




Primeira vítima fatal do coronavírus no Rio era diabética e hipertensa

Bilhões de pessoas não têm sabão para lavar as mãos e se livrarem do coronavírus

Número de mortos pelo coronavírus é muito maior que os dados oficiais, diz diretor de convênio

Morre de coronavírus o presidente do conselho do Santander em Portugal

Incentivador de manifestação pró-Bolsonaro, general Heleno está com coronavírus

Com a postura criminosa de Bolsonaro, Covid-19 pode virar a peste negra do Brasil




Comentários

Editor deste site
Paulo Lopes é jornalista
Trabalhou no jornal 
abolicionista Diario Popular, 
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras 
 publicações. 
Contato

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

Hospital de campanha de evangélicos em Nova York não aceita voluntários gays

Vídeo: R.R. Soares manda o Covid-19 para o inferno, mas não tira a máscara do rosto

Saiba por que a seita Testemunhas de Jeová é um paraíso para pedófilos