Pular para o conteúdo principal

Apoio de Bolsonaro a aglomerações indica que ele é mais letal que o coronavírus

Texto opinativo    Ao apoiar as manifestações contra o Congresso e o STF que em houve em várias cidades, o presidente Bolsonaro demonstra que sua irresponsabilidade vai além do que se imaginava.

GRADE NÃO IMPEDE BOLSONARO
DE MANTER DISTÂNCIA DOS
MANIFESTANTES, TOCANDO-OS,
INCLUSIVE, FAVORECENDO A
CONTAMINAÇÃO DO COVID-19

As aglomerações de hoje vão ajudar a acelerar a transmissão do novo coronavírus, o Covid-19, que, em outros países, tem sido letal para os idosos.

Aqueles que estiveram nas manifestações são candidatos a se tornarem vetores da transmissão do coronavírus para quem conviver com eles, sejam bolsonaristas ou não. 

Deve haver, sim, manifestações contra o Congresso e o STF, mas não contra a democracia e a favor de uma pandemia,  que é o caso de agora.

Bolsonaro, que chegou a ser suspeito de ter contraído o coronavírus em uma viagem aos Estados Unidos, ao participar da manifestação em Brasília se colocou contra o seu próprio ministro da Saúde, Luiz Mandetta, que tem recomendado distanciamento entre as pessoas, para evitar a contaminação.

É como se insensatez estivesse usando a faixa presidencial.


Dependendo da velocidade de transmissão do Covid-19, nas próximas semanas, o sistema de saúde do país entrará em colapso, não havendo leitos nem para quem já precisa fazer cirurgia de urgência.

O gesto de Bolsonaro significa muita coisa, além da estupidez, que, conforme fica provado agora, ninguém do seu entorno consegue deter.

Significa que ele não tem apreço pela saúde pública, pela ciência, pelo seu próprio ministro da Saúde e, o pior de tudo, pela democracia.

Significa que o idiota de Olavo de Carvalho e os estúpidos dos filhos do presidente têm imenso poder no governo, mais do que a maioria dos ministros técnicos, não ideológicos.

Em vez de reforçar a luta da sociedade contra o coronavírus, Bolsonaro preferiu investir na polarização ideológica que dividiu o Brasil desde a época do “nós e eles” do Lula.

Cabe agora a sociedade reagir aos insensatos, para não ficar refém deles.





Em tempo de coronavírus, a religião tem de se ajoelhar diante da ciência

Vacina contra o coronavírus deve sair em um ano e meio, diz professor da USP

Saiba como se proteger do coronavírus

Estudo confirma que coronavírus oferece maior risco de morte aos idosos

Coronavírus faz Centro Adventista cancelar palestra com criacionista

Trump declara emergência para poder desbloquear US$ 50 bi contra o coronavírus





Comentários

Editor deste site
Paulo Lopes é jornalista
Trabalhou no jornal 
abolicionista Diario Popular, 
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras 
 publicações. 
Contato

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

Hospital de campanha de evangélicos em Nova York não aceita voluntários gays

Vídeo: R.R. Soares manda o Covid-19 para o inferno, mas não tira a máscara do rosto

Saiba por que a seita Testemunhas de Jeová é um paraíso para pedófilos