Pular para o conteúdo principal

Universal se recusa a devolver valor de bens de fiel arrependida de doação

CARLA E JOÃO:
ELA DEU
TUDO PARA
FOGUEIRA SANTA

O STF (Superior Tribunal de Justiça) confirmou decisão de primeira instância de 2012 que condena a Igreja Mundial a devolver o valor de parte de bens doados pela fiel (agora ex) Carla Dalvitt, além de ter de indenizá-la em R$ 20 mil por danos morais.

Em comunicado à BBC Brasil, que deu a notícia da decisão do STJ, a Igreja Universal informou que não fará a restituição do valor porque vai recorrer ao STF (Supremo Tribunal Federal) e acredita que a condenação será revertida.

"Nenhuma igreja ou instituição assistencialista que depende de doações voluntárias poderia existir se a lei não a protegesse de supostos doadores arrependidos", afirmou a Universal no comunicado.

"O dízimo e todas as doações recebidas pela Universal seguem orientações bíblicas e legais, e são sempre totalmente voluntários e espontâneos.”

A Universal sugeriu, no comunicado, que Carla Dalvitt está entre “alguns poucos mal-intencionados que tentam enganar a Justiça e tirar proveiro do preconceito religioso que, infelizmente, ainda existe na sociedade brasileira”.

Acrescentou que o pastor que “exceder no pedido de oferta” é “imediatamente suspenso, disciplinado e, em alguns casos, removido do ministério".


Em 2009, Carla Dalvitt, estava com dificuldade financeira. Ela e o marido, João Henrique, tinham uma loja que não estava indo bem. Para piorar, eles tinham comprado um Palio para levar o filho de dois anos à escola.

Moravam na casa dos pais dela, em Lajeado, Rio Grande do Sul.

De acordo com os autos, Carla, desesperada com a falta de dinheiro, acreditou na promessa de milagre feita por pastores da Universal no evento especial chamado “Fogueira Santa”, onde os fiéis são estimulados a fazer doações generosas.

Carla prometeu doar tudo que tinha e, sempre de acordo com os autos, a Igreja a pressionou para que cumprisse a promessa porque, caso contrário, uma maldição cairia sobre ela.

Sem que o marido soubesse, ela vendeu o carro por um preço abaixo do valor de mercado e o doou para a Igreja.

Também deu celulares, um colchão, um computador, dois aparelhos de ar condicionado que vendia em sua loja, joias, um fax, uma impressora e móveis de cozinha que tinha acabado de comprar.

“Não sei o que aconteceu comigo. Era como se eu tivesse sofrido uma lavagem cerebral. Como se houvesse uma nuvem preta sobre minha cabeça.”

A doação deixou João Henrique contrariado, porque ele e a mulher ficaram em estado de penúria.

Tentaram obter o dinheiro e bens de volta, mas a Igreja se recusou.

Foi aí que Carla resolveu recorrer à Justiça, o que significa enfrentar do departamento jurídico da Universal, que tem experiência nesse tipo de ação.

Não se sabe quando o STF julgará o recurso da Universal desse caso que já tramita nos tribunais há 11 anos.

Com informação do STJ, BBC Brasil e Igreja Universal.


Universal processa juiz que a condenou a devolver oferta

TJ-RS condena Iurd por ter coagido bipolar a pagar dízimo

Juíza Silvia Rocha deixa de prescrever ação milionária contra o bispo Edir Macedo

Justiça manda Universal devolver R$ 74,3 mil a fiel




Comentários

  1. Assistente Religioso19 de fevereiro de 2020 10:21

    Respondeu Jesus: Se queres ser perfeito, vai, vende teus bens, dá-os aos pobres e terás um tesouro no céu. Depois, vem e segue-me!
    Ouvindo estas palavras, o jovem foi embora muito triste, porque possuía muitos bens.

    Mateus 19:21,22


    Jesus devia primeiro ter mostrado o tesouro no céu. Se todo mundo exigir prova da existência desse tesouro no céu, ninguém dará dinheiro para a igreja, antes de aparecer esse tesouro no céu.

    ResponderExcluir
  2. “Não sei o que aconteceu comigo. Era como se eu tivesse sofrido uma lavagem cerebral. Como se houvesse uma nuvem preta sobre minha cabeça.”( depois dela acordar. Aí foi tarde demais kkkkkkkkkk).

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Editor deste site
Paulo Lopes é jornalista
Trabalhou no jornal 
abolicionista Diario Popular, 
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras 
 publicações. 
Contato

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

Hospital de campanha de evangélicos em Nova York não aceita voluntários gays

Vídeo: R.R. Soares manda o Covid-19 para o inferno, mas não tira a máscara do rosto

Saiba por que a seita Testemunhas de Jeová é um paraíso para pedófilos