Pular para o conteúdo principal

Senado aprova lei que estabelece um protocolo de controle do coronavírus

Lei obriga suspeitos
 de  terem o vírus a
ficar em quarentena

da Agência Brasil

O Senado aprovou, na tarde de hoje (5 de fevereiro de 2020), o projeto de lei (PL 23/2020) que estabelece regras e medidas para controle, no território brasileiro, da epidemia do coronavírus. A matéria foi aprovada ontem (4) à noite na Câmara dos Deputados e seguiu para a apreciação dos senadores. O texto segue para a sanção presidencial.

O trâmite foi rápido. Assim que chegou no Congresso, na tarde de hoje, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre, anunciou que designaria como relator um senador da área médica, acrescentando que era uma “matéria vencida”, ou seja, não haveria polêmica ou dificuldades em sua aprovação. A votação ocorreu de forma simbólica, sem registro no painel.

O projeto aprovado prevê, entre outros pontos, o isolamento para portadores do vírus ou quarentena para os que tiverem suspeitas de contaminação.

Os cidadãos isolados terão tratamento gratuito e o direito de serem informados permanentemente sobre seu estado de saúde. 

O projeto prevê ainda o fechamento de fronteiras, portos e aeroportos para entrada e saída do país e a autorização excepcional e temporária da entrada de produtos sem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), caso sejam necessários.

A celeridade na votação era considerada importante para viabilizar a segurança jurídica do procedimento de quarentena que o governo brasileiro quer impor aos cidadãos que apresentarem sintomas da doença.
Busca

Aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) saíram hoje de Brasília para buscar 34 brasileiros que em Wuhan, na China, que requisitaram ser resgatados pelo governo brasileiro. Nenhum cidadão brasileiro apresenta sintomas da doença. Eles serão repatriados em duas aeronaves reservas da Presidência da República. Quem apresentar sintomas compatíveis com o coronavírus não poderá viajar.

Assim que chegarem em território brasileiro, essas pessoas passarão por uma quarentena de 18 dias na cidade de Anápolis (GO), seguindo protocolos e instruções oficiais visando a segurança de todos envolvidos. Todos os tripulantes do voo, incluindo um cinegrafista da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), também passarão pela quarentena em Anápolis.

Os primeiros casos de coronavírus surgiram na cidade de Wuhan, na China. Já são 24,6 mil pessoas infectadas, sendo 24,4 mil apenas na China. O total de mortos pela doença chega a 494, com exceção de uma morte nas Filipinas, todas as demais ocorreram no país asiático.


Sintomas do coronavírus são semelhantes aos da gripe, informa Drauzio Varella

Pastor americano diz que Deus enviou o coronavírus para 'eliminar' pecadores

Laboratório americano promete vacina contra coronavírus para junho

Corpo humano abriga trilhões de vírus, muito mais do que células



Comentários

Editor deste site
Paulo Lopes é jornalista
Trabalhou no jornal 
abolicionista Diario Popular, 
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras 
 publicações. 
Contato

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

Hospital de campanha de evangélicos em Nova York não aceita voluntários gays

Ministro de Israel que disse ser o Covid-19 castigo divino contra gay pegou o vírus

Cristianismo é a religião que mais perseguiu o conhecimento científico