Pular para o conteúdo principal

Cristãos são lobos em pele de cordeiro ou ovelhinhas ingênuas e estúpidas?

Por que os luteranos
 alemães deram tantos
votos a Hitler? 

por Luís  Carlos Balreira 

[texto opinativo] Hitler e Goebbels foram tão geniais e quase deuses para enganarem uma população de 60 milhões de evangélicos luteranos?

Por que os luteranos alemães deram tantos votos a Hitler? Terá sido por culpa de Nostradamus, que previu a ascensão de um “hister”?

Os cristãos são lobos em pele de cordeiro ou ovelhinhas ingênuas, estúpidas, idiotas, incautas, analfabetas funcionais, facilmente ludibriadas e conduzidas como rebanho por pastores e lideranças monstruosas?

Quantos milhões de cristãos foram enganados ou ludibriados por Teodósio I em suas guerras e carnificinas?

Quantos milhões de cristão católicos foram iludidos pelo papa Alexandre VI (Família Borgia, assassina e genocida) em suas carnificinas pela Europa?

Quantos milhões de cristãos foram tapeados por Fernando e Isabel durante as carnificinas impostas aos árabes, europeus e judeus, principalmente?

Jesus trouxe amor ou espada, afinal de contas? Jeová manda matar e Jesus manda beijar a outra face? O jogo é esse do judaísmo-cristão?

E o Deus Espírito Santo, o que ele diz disso tudo?



Os cristãos evangélicos que escravizaram e assassinaram negros durante 400 anos foram enganados por quem?

Os cristãos católicos e evangélicos que escravizaram negros e índios durante 400 anos nas Américas Central e do Sul foram enganados por quem?

Quantos cristãos foram enganados por seus líderes durante os séculos exploração, carnificinas e genocídios do colonialismo e neocolonialismo dos cristãos europeus em países nos seis continentes?

Eu poderia ficar aqui preenchendo milhares de páginas com todas as carnificinas, chacinas, massacres, guerras e genocídios praticados pelos cristãos, desde o cristianismo primitivo.

Mas para quê? O cristianismo é um vírus ilógico, irracional, anticientífico, incoerente, contraditório, paradoxal que infestou a mente da humanidade.

A minha intenção aqui é somente confabular comigo mesmo para saber se os cristãos são totalmente idiotas, ou estúpidos ou ainda dissimulados, oportunistas, fingidos.

Ou, quem sabe, as elites governantes cristãs e as igrejas cristãs é que são constituídas por super gênios hipnotizadores de multidões?

Super-homens irresistíveis, tais como Hitler e Goebbels?

O autor do texto é escritor e presidente da Legião Científica Brasileira.





Hitler enaltece Deus em oito passagens do 'Mein Kampf'

Partido Nazista dizia se basear em um 'cristianismo positivo'

Holocausto é o resultado do anti-semitismo cristão, admite Igreja da Inglaterra




Comentários

  1. Quando a pessoa .. deixa se levar pelos sentimentos e pelas emoções .. com certeza ele fica mais suscetível ao controle por uma pessoa de personalidade mais forte , sem contar que a grande maioria das pessoas precisa de uma figura de autoridade para se sentir mais confortável ... Acho que tudo isso define uma pessoa religiosa , que busca também uma forma de explicar o mundo complexo cuja compreensão foge a maioria ... Nesse ponto não só os cristãos , mas a maioria dos crentes em qualquer religião .. se equivalem. Nenhum pastor consegue catequizar uma pessoa .. usando apenas do seu lado racional .. tem que usar e reforçar a dependência emocional.

    ResponderExcluir
  2. Judeus são cristãos. A igreja católica foi feita por judeus que invadiram Roma após incentivar o separatismo entre os gregos e se miscigenar na população Helênica. Tanto que o primeiro rei cristão era semita, felipe, o árabe e sua esposa judia.

    ResponderExcluir
  3. Acredito que as duas coisas.

    ResponderExcluir
  4. 28.01.2020
    DAMARES, VOCÊ É UMA DAS MAIORES SOCIOPATAS QUE, INFELIZMENTE, NÃO FOI ABORTADA! Os métodos científicos de planejamento familiar foram as maiores dádivas dos cientistas para a construção de uma admirável sociedade nova. Os melhores países europeus, tais como Dinamarca, Finlândia, Noruega, Suécia, Holanda ou países baixos, etc., estão levando o planejamento de bebês muito a sério, desde o primeiro método popularizado, a pílula, no início dos anos 1960. O cristianismo, na pessoa da maior organização criminosa de todos os tempos, ou seja, isto é, a Igreja Católica, foi inimigo mortal de todos os métodos científicos. O aborto praticado em ótimas condições de higiene e com apoio psicológico de equipe de profissionais qualificados, capacitados, seria uma última opção para evitar o nascimento de psicopatas, sociopatas, pastores e políticos corruptos; ladrões; assaltantes, assassinos, serial killer, estelionatários, estupradores, etc., ou seja, o que mais tivemos e continuamos cada vez tendo mais no Brasil das Diretas-Já, em pleno século XXI. Abortos feitos por mulheres pobres, desesperadas, em condições deploráveis pela ausência do Estado brasileiro corrupto, dominado pelo fanatismo religioso cristão, levam 500 mil mulheres à hospitalização e ou resguardo de risco em casa, ou em clínicas particulares perigosas. Uma afronta à dignidade das mulheres. Muitas delas sofrem feminicídio por levaram a gravidez adiante, por namorados ou homens casados que não podem sustentar e revelar tal situação. As igrejas cristãs e o Estado brasileiro “de maioria cristã” de Damares e Bolsonaro não estão nem aí, para esses “detalhes”. Damares, apodreça no inferno, sua louca, sociopata, genocida de pessoas e famílias do bem, que planejam seus filhos, dão amor, alimentação, moradia, educação. Depois disso, dona Damares, aparecem os teus psicopatas e assassinos das favelas, cortiços e lixões (que deveriam ter sido abortados) para assaltar e matar as pessoas planejadas com o método científico. Vocês, Damares, não cuidam do planejamento familiar, do aborto seguro, crianças, tampouco dos lixões onde mulheres grávidas tiram seu sustento. Se você tivesse sido abortada, Damares, não precisaríamos estar ouvindo tantas besteiras e loucuras de você! LUÍS CARLOS BALREIRA. PRESIDENTE MUNDIAL DA LEGIÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA.

    ResponderExcluir
  5. 13.02.2020
    A história da humanidade se divide entre aqueles que moram no castelo, aqueles que querem morar no castelo e aqueles que prometem que ninguém vai ficar sem seu castelo (L.C. BALREIRA).

    ResponderExcluir
  6. 19.02.2020
    O PRESIDENTE EMMANUEL MACRON ENTROU NA POLÊMICA QUE CATALISOU A OPINIÃO PÚBLICA FRANCESA NAS ÚLTIMAS SEMANAS. ELE DEFENDEU A ESTUDANTE MILA, 16, QUE REAGIU A UM MUÇULMANO QUE A CHAMOU DE "LÉSBICA SUJA" E "'PUTA SUJA", APÓS ELA TER FEITO PELO INSTAGRAM UMA TRANSMISSÃO AO VIVO FALANDO DE SUA HOMOSSEXUALIDADE. (NOTÍCIA DO BLOG PAULOPES). Todas as religiões são odiosas, assassinas, genocidas, arrogantes, pretensiosas, e querem o poder políticos e administrativo dos Estados, ou seja, transformar o mundo naquilo que sempre foi, guerras, carnificinas, massacres, torturas, etc. O ateísmo científico é a grande esperança de extinguir as religiões por meio do conhecimento, da ciência, das tecnologias, etc. As repúblicas laicas são covardes, tornaram as religiões intocáveis. Religião é mil vezes pior que o HIV e todas as doenças do mundo. Por que essa praga fica incubada na humanidade. Os malditos políticos querem votos dessa corja imunda. Os Estados Unidos é um péssimo exemplo nos países desenvolvidos. Parabéns Presidente Macron. Você tem um arsenal nuclear. Não aceite desaforo dessa escória maldita. Parabéns também a garota Mila, linda e inteligente. Infelizmente os ateus do mundo estão acovardados em seu comodismo. Os cientistas estão destruindo a religião sem gastar uma bala, apenas com os avanços científicos e tecnológicos dos meios de comunicação de massa, espalhando informações aos quatro cantos do planeta. Todavia, os ateus devem se unir, formar uma força planetária para combater esses malditos seres da caverna de Platão, que estão mais fortes que nunca. Apesar da Ciência. É inacreditável a resiliência dessas pragas malditas que querem levar a humanidade de volta à Idade das Cavernas. Ateus e cientistas unidos jamais serão vencidos! LUÍS CARLOS BALREIRA. PRESIDENTE MUNDIAL DA LEGIÃO CIENTÍFICA BRASILEIRA.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Editor deste site
Paulo Lopes é jornalista
Trabalhou no jornal 
abolicionista Diario Popular, 
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras 
 publicações. 
Contato