Pular para o conteúdo principal

Podemos expulsa Feliciano por gastos com dentes e denuncia de assédio

Pastor sacou R$ 157 mil
 do cofre da Câmara para,
segundo ele, pagar dentista

Por decisão unânime (8 votos a zero), o Conselho de Ética do Podemos expulsou o deputado Pastor Marco Feliciano (SP) [foto] por ele ter pago com verba da Câmara um tratamento odontológico de R$ 157 mil.

Assinado por Mario Covas Neto, o parecer do Conselho afirma: "[É] importante destacar que entendemos por desproporcional e pouco recomendado que em pleno ano de 2019 um parlamentar ainda se utilize de recursos públicos para fins particulares, vide o caríssimo tratamento (dentário) feito pelo representado e pago com dinheiro do povo”.

Outras acusações foram consideradas: assédio sexual em seu gabinete, recebimento de propina e pagamento a supostos funcionários fantasmas.

Trata-se de uma “incompatibilidade programática e comportamento incondizente com as diretrizes” do partido.

Feliciano poderá recorrer da decisão ao Tribunal Superior Eleitoral.

O que talvez tenha sido mais decisivo para o expurgo de Feliciano é o seu discurso afinado com o presidente Bolsonaro, de extrema-direita.

O Podemos está tentando se fixar com partido de centro-direita, para se apresentar como uma alternativa mais razoável nas próximas eleições, tanto em relação aos bolsonaristas como aos petistas.

Com informação do Estado de S.Paulo e de outras fontes, com foto de divulgação.



Feliciano declarou que sua mansão vale apenas R$ 60 mil

Patrimônio do deputado pastor Marco Feliciano mais que dobra

Caetano prova que Feliciano mentiu sobre sucesso de música

Juiz determina supressão de vídeo gravado com suposta amante de Feliciano




Comentários

Anônimo disse…
Acho que parte desse dinheiro foi pro tratamento que ele fez de cura gay.

Posts + acessados hoje

Vídeo mostra que filho de Testemunhas de Jeová já discrimina colega da escola

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Carta aberta de um ateu a Damares Alves: 'Não mexa com a minha Netflix'