Palestras do Seminário 10²³ vão abordar a ineficiência da homeopatia

Natalia Pasternak defende
 a inclusão da ciência nos
 debates das políticas públicas

Jornal da USP

No dia 23 de novembro de 2019 acontecerá o Seminário Internacional 10²³, que abordará a importância da medicina baseada em evidências científicas e lançará a campanha 10²³, iniciativa para defender, junto à opinião pública, a ineficácia da homeopatia.

O termo 10²³ refere-se ao número de Avogadro, que representa o grau de diluição a partir do qual não se encontra mais nenhuma molécula do princípio ativo no produto final. Homeopatia trabalha com diluições muito maiores.

O seminário será aberto por Natalia Pasternak (foto), pesquisadora colaboradora do Instituto de Ciências Biomédicas (ICB) da USP e presidente do Instituto Questão de Ciência (IQC), associação suprapartidária sem fins lucrativos que busca trazer a ciência para os debates em torno da formulação de políticas públicas.

A programação também terá palestras sobre políticas públicas em saúde ministradas por Michael Marshall, diretor de Projetos da Good Thinking Society (Reino Unido), e Loretta Maron, CEO e cofundadora da Friends of Science in Medicine (Austrália).

Esses cientistas participaram do processo de discussão e exclusão do uso de homeopatia no sistema de saúde de seus países, respectivamente.

O encontro será realizado no prédio do Instituto Tomie Ohtake (Rua Coropés, 88 – Pinheiros, São Paulo), das 9 às 16 horas. 

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo link. As apresentações contarão com tradução simultânea.

A programação completa está disponível no site do IQC.

Com foto de divulgação.



Estudo comprova que poder de cura da homeopatia é nulo

Grã-Bretanha bane homeopatia do serviço público de saúde

Nos EUA, CFI processa Walmart por expor homeopatia perto de remédios verdadeiros

Faculdade de medicina da França acaba com curso de homeopatia




Comentários

EDITOR DESTE SITE



Paulo Lopes é jornalista profissional diplomado.
Trabalhou no jornal centenário abolicionista
Diário Popular, Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras publicações.