Pular para o conteúdo principal

Tribunal decide que servidores de Brasília não terão folga no Dia do Evangélico

Justiça barrou o
oportunismo de
servidores que estavam
 pleitando mais um dia
 ganhando sem trabalhar

O TRF (Tribunal Regional Federal) da 1ª região decidiu que os órgãos públicos de Brasília não são obrigados a conceder folga aos servidores no Dia do Evangélico, que no Distrito Federal é comemorado em 30 de novembro.

O Tribunal entendeu que não se pode liberar na data os servidores do trabalho porque não é um feriado nacional.

Ainda assim alguns órgão vinham considerado a data como ponto facultativo.

A manifestação do TRF foi provocada por ação ajuizada por uma associação de representantes de analistas de comércio exterior.

Os servidores do setor queriam a garantia de folga ou pagamento de horas extras no Dia do Evangélico.

A desembargadora Gilda Sigmaringa Seixas, relatora do processo, julgou que a data é apenas um evento do calendário comemorativo do Distrito Federal, não tendo, portanto, abrangência nacional.

Com informação do TRF 1ª Região e de outras fontes.



Embora o Brasil seja país laico, feriados religiosos paralisam a Justiça

Feriado da Sexta-Feira Santa é incompatível com Estado laico

No Uruguai, Natal não é de Jesus, mas dia de comemorar a família

Nova lei inclui no calendário oficial Aniversário do Buda




Comentários

Posts mais acessados na semana

Dona Religião é casada com sr. Atraso e têm vários filhos

Bolsonaro fica irritado com aprovação da CoronaVac que vai salvar vidas

Aprovação da CoronaVac significa duro golpe no bolsonarismo

90 trechos da Bíblia que são exemplos de ódio e atrocidade

Bolsonaro compra a novela 'Os dez mandamentos' da Record para a TV Brasil