Paraguai decide que nenhuma crença pode impedir transfusão

Medida protege vida de
 pacientes, incluindo bebês,
 do fundamentalismo das
Testemunhas de Jeová

A Suprema Corte de Justiça do Paraguai decidiu que os médicos podem realizar transfusão de sangue em pacientes sem pedir autorização de seus familiares, independentemente da religião que eles tenham.

Para a Corte, o que deve prevalecer é o direito à vida, não o de crenças religiosas.

Assim, a partir de agora as Testemunhas de Jeová não mais poderão recorrer à Justiça para tentar impedir o procedimento que, em alguns casos, é necessário para salvar a vida de pacientes.

Com informação do Paraguay.com



Testemunhas de Jeová tentam recrutar fiéis até em hospitais psiquiátricos

Testemunhas de Jeová preparam-se para o fim do mundo com kit Armagedom

Testemunhas de Jeová abafam pedofilia, acusam ex-fiéis

TJs da Austrália acobertam mais de mil casos de pedofilia




Comentários