Documentário da Netflix mostra como cristãos fundamentalistas influenciam poderosos

Pela primeira vez, filme
 mostra a atuação de uma organização fundamentalista
 nos bastidores do poder

Se não estivesse na seção de documentários da Netflix, “A Família” (The Family) poderia ser uma história de ficção sobre uma conspiração de cristãos com o propósito de controlar líderes dos Estados Unidos e do mundo, incluindo ditadores e facínoras.

O documentário apresenta como os integrantes da The Fellowship Foundation influenciam principalmente as mais altas autoridades americanas.

Trata-se de uma de máfia cristã, quase secreta, que, entre outras coisas, não reconhece a separação entre Estado e Igreja.

The Fellowship tem um código de honra peculiar.

Não importa o que seus integrantes cometam — abuso sexual, adultério, assassinato —, porque ninguém da organização o acusará ou o julgará. Uns apoiam outros em qualquer circunstância.

O único pecado é não ser fiel à organização.

Com base em relatos de ex-integrantes e em documentos, inclusive vídeos, a expectativa da organização, segundo “A Família”, é obter de seus membros o mesmo fascínio e obediência que os nazistas tinham por Hitler, que os fascistas por Mussolini, que cristãos fanáticos por Jesus.

Com cinco episódios, “A Família” tem como base um livro com o mesmo título publicado em 2008 pelo jornalista americano Jeff Sharlet. O documentário foi produzido pelo canadense Jesse Moss.

Sharlet começou a escrever o livro com 20 anos, quando participou de uma casa comunitária da organização para jovens estudar trechos da Bíblia que se referem a Jesus.

O site MOVIEGUIDE®, que faz crítica de filmes cristãos, detestou o documentário.

“'A Família' é uma abdominável tolice”, diz o site.

“Os atores interpretam cristãos que parecem socialmente ineptos, estranhos e inacreditáveis”, comenta.

“Muitas vezes [o documentário] retrata os conservadores que acreditam na Bíblia como elitistas sedentos de poder e hipócritas.”

Só por essas observações do site fundamentalista cristão vale a pena conferir “A Família”.

The Fellowship já foi mais atuante, mas continua aí, em plena operação.


Com informação do documentário e de outras fontes.



Série brasileira da Netflix mostra confronto da ciência com o fanatismo religioso

Fanatismo evangélico ameaça a democracia no Brasil, diz reverendo

Onde termina o extremismo religioso e começa a loucura?

Onde termina o extremismo religioso e começa a loucura?




Comentários

Novo Satanás disse…
"23.Replicou-lhe Jesus: “Se falei mal, prova-o, mas se falei bem, por que me bates?”."
São João, 18 - Bíblia Católica Online

Leia mais em: https://www.bibliacatolica.com.br/biblia-ave-maria/sao-joao/18/

"3.Observai e fazei tudo o que eles dizem, mas não façais como eles, pois dizem e não fazem."
São Mateus, 23 - Bíblia Católica Online

Leia mais em: https://www.bibliacatolica.com.br/biblia-ave-maria/sao-mateus/23/

"27.O que vos digo na escuridão, dizei-o às claras. O que vos é dito ao ouvido, publicai-o de cima dos telhados."
São Mateus, 10 - Bíblia Católica Online

Leia mais em: https://www.bibliacatolica.com.br/biblia-ave-maria/sao-mateus/10/