O que pastor não diz: Paulo não reconheceu o nascimento virginal de Jesus

Apóstolo escreveu que
 Jesus era descendente
 de Davi segundo a carne

A menção mais antiga do nascimento de Jesus está nos versículos da carta de Paulo aos Romanos. Ele escreveu depois de ter se encontrado com Pedro e outras pessoas que conheceram pessoalmente não apenas Jesus, mas também sua mãe e irmãos.

Apesar de aprender com eles tudo o que sabiam sobre Jesus, Paulo não mostra sinais de ter ouvido falar de um nascimento virginal.

Em vez disso, ele escreveu que Jesus "era descendente de Davi segundo a carne" e foi declarado o Filho de Deus não através de um nascimento especial, mas por sua ressurreição (Romanos 1:3-4).

As histórias da natividade em Mateus e Lucas, sugerindo que Jesus teve um nascimento virginal em Belém (onde nasceu Davi), foram escritas mais tarde e até mesmo os próprios apóstolos não mostraram nenhuma indicação de saber qualquer coisa sobre isso.

Com texto do Richard Hagenston, um cristão que deixou de ser pastor de Igreja Metodista Unida, nos Estados Unidos, por ser obrigado a omitir trechos da Bíblia, como este sobre o nascimento de Jesus. As citações bíblicas estão linkadas à Bíblia Online.




O que o pastor não diz: Jesus tratava os gentios como se fossem cães

Não há registro histórico da existência de Jesus, afirma Bart Ehrman

Bíblia mostra que Jesus pregou também o ódio ao próximo

Estudo revela que profissão de pastor atrai psicopatas


Comentários


EDITOR DESTE SITE

Paulo Roberto Lopes é jornalista

profissional diplomado. Trabalhou

no jornal centenário abolicionista

Diario Popular, Folha de S.Paulo,

revistas da Editora Abril e

em outras publicações.

Contato