Reino Unido homenageia Alan Turing em estampa de nota de £50

Pai da computação sofreu
 perseguição por ser
homossexual e ateu

O Banco Central da Inglaterra informou que a nova nota de £50 terá na estampa Alan Turing, matemática britânico e cientista que é o pai da ciência da computação moderna e da Inteligência Artificial.

Mark Carney, diretor do Banco Central, disse que Turing teve a genialidade de vincular o filosófico e o abstrato ao prático e o concreto.

Turing ajudou a encurtar a Segunda Guerra Mundial, poupando milhares de pessoas dos ataques nazistas, porque ele foi o mais importante cientista que participou do projeto para decifrar o código Enigma, dos militares de Hitler.

Ateu e homossexual, Alan Turing foi perseguido e humilhado pelas pessoas e pelo governo.

Em 1952, ele foi condenado por “indecência repugnante” e lhe foi imposta castração química para que não tivesse relacionamento sexual.

Ele se matou em 1954.

Só em 2009, o governo do Reino Unido pediu oficialmente desculpas pelas perseguição ao cientista.

Na estampa da moeda, ao fundo, aparece a máquina piloto Ace (Automatic Computing Engine) e a British Bombe, um dos computadores de Turing projeto por Turing para decifrar o código nazista.

A data de nascimento de Turing está em código binário. O retrato da imagem é foi feito por Elliott & Fry.

A nota reproduz uma citação que o matemático deu em junho de 1949 ao Times: “Esta é apenas uma prévia do que está por vir, e apenas a sombra do que vai ser”.

Com informação das agências.





Pensamento analítico reduz convicção até de crente devoto

Divulgação da ciência anulará a religião, escreve Dawkins

5º Encontro Nacional de Ateus homenageia Alan Turing

Ateus famosos de todos os tempos



Receba por e-mail aviso de novo post

Comentários

EDITOR DESTE SITE

Paulo Lopes é jornalista profissional diplomado.
Trabalhou no jornal centenário abolicionista
Diario Popular, Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras publicações.