Pular para o conteúdo principal

Divulgação da ciência anulará a religião, escreve Dawkins


Livro de
memórias
de Dawkins

A popularização da ciência é uma forma eficiente de neutralizar a religião como controladora que é da cultura, escreve o biólogo e militante ateu Richard Dawkins em seu livro de memória, Brief Candle in the Dark: My Life in Science  ou "Fome de Saber", na tradução em português.

Para tanto, segundo ele, a ciência não pode continuar confinada em universidades e laboratórios, onde muitas vezes pesquisadores são humilhados e demitidos por lobbies anticiência da comunidade religiosa.


Dawkins endossa a ideia do astrofísico Carl Sagan (1934-1996) de que deve ser promovida a “poesia” da ciência, de modo a atrair as pessoas para conhecimentos do tamanho do universo, literalmente.

Assim, diz Dawkins, o trabalho de Sagan de divulgação da ciência tem de ser continuado, com o uso da retórica e da inteligência.

De acordo com o biólogo, com a criação de uma "cultura da ciência" será possível combater a poderosa influência da religião na sociedade.

Com informação do livro Brief Candle in the Dark: My Life in Science, de Richard Dawkins. e ilustração de divulgação.




Não há nenhum indício da existência de Jesus, diz livro

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Editor deste site
Paulo Lopes é jornalista
Trabalhou no jornal 
abolicionista Diario Popular, 
Folha de S.Paulo, revistas da
Editora Abril e em outras 
 publicações. 
Contato

POSTS MAIS LIDO EM 7 DIAS

Hospital de campanha de evangélicos em Nova York não aceita voluntários gays

Cristianismo é a religião que mais perseguiu o conhecimento científico

O dia em que Bill Gates, defensor da ciência, previu a pandemia, em 2015