TV iraniana não transmite jogo na Alemanha por ter mulher como juíza

da Deutsche Welle

O canal público de televisão iraniano IRIB decidiu, em cima da hora, não exibir uma partida do campeonato alemão de futebol porque uma mulher foi escalada para mediar o jogo.

A alemã Bibiana Steinhaus (foto) foi a juíza de Bayern de Munique Versus Augsburg, em 15 de fevereiro de 2019.

Para o padrão do islamismo
 do Irã, o corpo exposto de
Bibiana ofende Maomé 

A decisão de não transmitir o jogo foi com base nas estritas leis islâmicas do Irã, que não permitem a exibição de imagens de mulheres usando roupas que mostrem muitas partes do corpo, como short e camisa.

Natalie Amiri, correspondente no Irã do canal público alemão ARD, escreveu no Twitter: "A partida foi cancelada em cima de hora! E de quem é a culpa de novo: da Bibi, é claro. Bibiana Steinhaus é uma mulher e usa shorts, algo que não pode ser visto na TV estatal iraniana”.

No Irã, cenas em que mulheres aparecem mostrando muitas partes do corpo costumam ser censuradas. Mas isso seria inviável numa partida de futebol, uma vez que Steinhaus, como árbitra, está quase sempre onde o lance acontece.




Outro motivo é o de a transmissão mostrar uma mulher mandando em homens, e eles têm de obedecer, algo impossível ocorrer no Irã em qualquer circunstâncias.

Em maio de 2018, a TV iraniana tentou censurar uma partida também do campeonato alemão que teve Steinhaus como árbitra, mostrando cenas aleatórias do público toda vez que a câmera se aproximava dela.

Bibiana Steinhaus, 39, se tornou em setembro de 2017 a primeira mulher a apitar uma partida da primeira divisão do futebol alemão.



Deutsche Welle é uma emissora da Alemanha que produz jornalismo em 30 idiomas.





Aviso de novo post por e-mail

Religiosos do Irã impedem veto de casamento de meninas com menos de 13 anos

Indiana desiste de disputa de xadrez no Irã por causa do uso do véu islâmico

Irã proíbe venda dos bonecos 'Os Simpsons' por ofenderem o Islã





Líder muçulmano proíbe uso da camisa da Seleção Brasileira


A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários