Vereador quer substituir nas sessões leitura da Bíblia pela da Constituição

O vereador Lucas Gotardo (PSB), do Balneário Camboriú, pretende substituir a leitura obrigatória de trecho da Bíblia no início das sessões pela de partes importantes da Constituição.

A cidade fica no litoral norte de Santa Catarina, a 80 km de Florianópolis, e cerca de 125 mil habitantes. O prefeito é Fabrício Oliveira (PSB).

Gotardo colocou a proposta em uma enquete no Facebook. Se a maioria dos internautas for favorável, ele pedirá à Câmara a substituição da leitura bíblica.

Gotardo diz que
respeita a Bíblia, mas
 também leva em
 conta a liberdade de religião

O vereador diz reconhecer a importância da Bíblia e das religiões, mas o que está em jogo, acrescenta, e a obediência ao Estado laico, o que pressupõe liberdade religiosa e liberdade de consciência.

Ele argumenta que muitas pessoas não acreditam na divindade das religiões majoritários e outras que nem sequer têm religiosidade, e elas merecem respeito.

A democracia não é a ditadura da maioria sobre as minorias, afirma.

Gotardo diz que os seus colegas que quiserem continuar a ler a Bíblia e só fazê-lo quando forem à Tribuna, para falar sobre temas livres.

Até agora, a maioria (60%) dos participantes da enquete quer a leitura a Constituição.

Com informação do Facebook e de outras fontes e foto de divulgação, com foto de divulgação.



Aviso de novo post por e-mail

Em Estado laico ninguém pode impor sua religião à sociedade

Estado laico no Brasil só existe no papel, afirma professora

Bolsonaro logo vai descobrir que orações não resolverão os problemas do Brasil




Políticos adotam pregação de pastores, e Estado laico tende a desaparecer


A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários

-------- Busca neste site