Vereadores do Rio entram com novo pedido de impeachment de Crivella

Vereadores de oposição do Rio deram entrada hoje (18 de setembro de 2018) a um novo pedido de impeachment contra o prefeito Marcelo Crivella (PRB).

O prefeito tem desrespeitado o Estado laico e a legislação eleitoral.

Bispo licenciado da Igreja Universal, Crivella se tornou réu por ter oferecido facilidades a pastores em uma reunião somente com evangélicos na sede da prefeitura.

Crivella administra
 o Rio como se a cidade
 fosse um puxadinho
 da Igreja Universal

O prefeito também é investigado pelo Ministério Público por pedir votos para o seu filho, candidato a deputado federal, a funcionários da Companhia Municipal de Limpeza Urbana, o que é proibido por lei.

A Câmara já recusou um pedido de impeachment, mas foi quando Crivella ainda não tinha se tornado réu.

Na campanha eleitoral, Crivella disse que não ia misturar religião com administração pública, mas ele tem tomado iniciativas que beneficiam diretamente a Igreja Universal e o bispo Edir Macedo, seu tio.

Com informação da Globo News e de outras fontes.


Aviso de novo post por e-mail

Juiz proíbe o prefeito Marcelo Crivella de privilegiar 'grupos religiosos'

Justiça de Brasília bloqueia R$ 3,1 milhões Crivela por improbidade

Prefeito Crivella afirma não ter verba para eventos LGBT’s




Delator diz ter pago propina de R$ 450 mil a Marcelo Crivella

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários

-------- Busca neste site