Sociedade de Ateus do Quênia quer feriado para comemorar dia sem Deus


Ateus reivindicam
igualdade com os
crentes, que dispõem
 de vários feriados

[notícia]

A Sociedade de Ateus do Quênia quer que o governo institua o “Dia do Ateu” para comemorar um dia sem Deus, 17 de fevereiro, que seria feriado nacional.

Daisy Siongok, dirigente da sociedade, afirmou que, como cristãos e muçulmanos já dispõem de feriados para suas comemorações, é justo que os ateus também tenham o seu dia, para promover “desfiles sem Deus”.

“Isso promoverá a liberdade religiosa como um direito humano no Quênia e um interesse nacional estratégico, de acordo com o artigo 27 da Constituição do Quênia.”

Os ateus representam 5% da população do Quênia. Os protestantes representam 47%; católicos, 23%; outros cristãos, 11%; e muçulmanos, 11%.



Com informação da Sociedade dos Ateuse de outras fontes e foto de divulgação.


Ateus do Quênia vão premiar alunos com nota baixa em religião

Igreja Católica boicota vacinação contra a poliomielite no Quênia

Universal cresce na África com promessas de prosperidade




Em Moçambique, Universal é chamada de 'Igreja dos Ladrões'

A responsabilidade dos comentários é de seus autores.

Comentários

-------- Busca neste site