Nos EUA, acelera-se a queda da frequência de católicos às igrejas


Percentuais da queda
de ida aos templos

Nos Estados Unidos, o comparecimento de católicos às igrejas vem caindo há décadas, mas houve uma aceleração nos últimos anos.

O instituto Galupp apurou que no período 2014-2017 a média de católicos que participaram de atividades religiosas nos últimos sete dias foi de 39%, contra 45% de 2005-2008. Portanto, uma queda de seis pontos percentuais.

Em 1955, 75% dos católicos compareciam semanalmente a um templo.

Por faixa etária, o declínio mais acentuado é dos jovens na faixa de 21 a 29 anos.

Na pesquisa mais recente, apenas 25% deles informaram ter ido a uma igreja nos últimos sete dias.

Hoje, o que segura um pouco da frequência católica é o crescimento da população hispânica.

Em relação aos protestantes (evangélicos incluídos), tem havido uma estabilidade.

Em 2014-2017, 45% dos protestantes declararam comparecimento semanal a templos, um ponto percentual a menos em relação ao referido período anterior.

Há 62 anos, essa presença era de 42%.

Percentuais da queda
por faixas etárias

Com informação do Gallup.


Triplica nos Estados Unidos universitários sem religião

Cai número de cristãos na população dos Estados Unidos




A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários

Busca neste site