Evangélicos que enfrentam Satanás apanham da Guarda do Rio


Seguidores da
Geração Jesus Cristo
levaram cacetadas

Em 2008, um fiel do pastor Tupirani da Hora Lores, da Igreja Geração Jesus Cristo, invadiu um terreiro do Rio para enfrentar Satanás e destruiu todas as imagens do local. 

Na Internet, o próprio Lores ensina como enfrentar o chifrudo.

Agora, Lores e seu bando levaram uma surra de agentes da Guarda do Rio.

Os evangélicos precisam arrumar outros valentões para enfrentar Satanás, porque alguém precisa nos salvar do mal, não é mesmo?


O confronto ocorreu em uma delegacia para onde a Guarda tinha levado os evangélicos para um B.O., porque eles são suspeitos da pichação “Bíblia sim, Constituição Não. 2070 Jesus Voltará”.

A Guarda afastou da corporação os agentes que aparecem em vídeos descendo o cacete, literalmente, em fiéis da Geração Jesus Cristo. [ABAIXO, UM DOS VÍDEOS]

A Polícia Civil vai investigar Lores para saber o papel que ele teve no tumulto.

Em 2009, o pastor ficou preso por 18 dias sob a acusação de postar vídeos com ofensas a outras religiões.

Para ele, o deus verdadeiro é evangélico.



Com informação deste site e do “O Globo”, com foto do Twitter.


Guardas do Rio e evangélicos suspeitos de pichação se confrontam; 12 feridos

Cristão chama procuradora de 'vagabunda' e juiz de ‘viado’




A responsabilidade dos comentários é de seus autores.


Comentários

  1. Crentes falsos, mentem quando afirmam que Jesus voltará em 2070. Ninguém sabe e nunca saberá quando se dará isso.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Busca neste site